julho 12, 2016

Encarando o desafio do Titã em Final Fantasy XV

Por Andrew Fitch, Contribuidor

Final Fantasy XV, o novo título da icônica franquia de RPG da Square Enix, é um jogo que terá apelo tanto para veteranos, quanto para pessoas que nunca jogaram nada da série. Na E3 2016, tivemos a oportunidade de colocar nossas mãos nessa maravilha. Numa demo exclusiva do evento, enfrentamos uma das ameaças mais intimidadoras que já passou por esses quase trinta anos de história: o Desafio do Titã.

Esse conclave contra uma ameaça aparentemente impossível de ser derrotada, nos fez lembrar de humanos confrontando deuses do Monte Olimpo da mitologia grega, e foi uma batalha digna do espetáculo que é a E3.

blog-do-xbox-final-fantasy-XV-01

Quando a briga começa, parece que Noctis e seus companheiros Gladiolus, Ignis e Prompto entraram num desafio maior do que poderiam dar conta. Os quatro dão de cara com o ser gigantesco, um colosso de proporções faraônicas. É um tipo de luta diferente para quem está acostumado a Final Fantasy, mas tão engajante quanto os confrontos mais épicos da franquia.

E a ação é tão intensa e tão rápida, que certamente terá apelo para quem considera o gênero RPG meio lento. (Caso você seja um fã tradicional, que curte batalhas por turno, não se preocupe: Final Fantasy XV também contava com o “Modo de Espera” na demo. Com essa opção, era possível pausar o jogo entre os ataques, permitindo Noctis tomar fôlego e analisar o campo de batalha antes de tomar alguma decisão.)

blog-do-xbox-final-fantasy-XV-03

A batalha contra o Titã demandou várias etapas. Primeiramente, Noctis precisou se defender dos punhos do Titã apertando o botão certo na hora certa. Então, quanto a cavalaria chegou, Noctis e seus amigos se uniram para arrancar um dos enormes braços do gigante. Finalmente, foi hora de usar mágica e Noctis invocou uma nevasca para congelar o Titã. O dia estava ganho e os quatro amigos puderam voltar para sua jornada na estrada – pelo menos por enquanto.

Foi só uma luta, mas caso Final Fantasy XV consiga manter esse mesmo nível de intensidade e fazer jus a todas as promessas de misturar exploração e combate estratégico, esse pode ser um dos grandes jogos da história da franquia quando chegar ao Xbox One dia 30 de setembro.

voltar