junho 2, 2017

É Hora de Aventura no Minecraft

Por Tom Stone

É HORA DO QUÊ? Bem, são 3 da manhã quando escrevo isso, então é hora de dormir? Não, porque estou muito animado pra dormir, porque agora é… HORA DE AVENTURA!

Sim! Finn, Jake, Rei Gelado, Marceline e muitos outros personagens da excelente série animada chegaram ao Minecraft. Mas esse não é apenas outro pacote de skins – não mesmo – porque toda Terra de Ooo vai tomar conta do mundo de Minecraft! Leve Fionna e Cake por uma viagem pelo Reino Doce, enfrente o Rei Gelado no Reino Gelado ou até dê uma voltinha com a Princesa de Fogo no Reino de Fogo. E muito mais que isso ainda!

Não é fã do desenho? Você não tem alma. Desculpe, mas isso é um fato.

O pacote já deve estar disponível no Xbox One agora mesmo. Joga no Windows 10 ou portátil? Não se preocupe que logo estará disponível lá também.

Foi difícil encontrar alguém mais empolgado que eu com esse pacote, mas Marsh (nosso editor), conseguiu: ele entrevistou Pendleton Ward, o criador de Hora de Aventura. QUÊ!

Marsh: Gosta muito de jogos?

Pendleton: Muito. Tenho mergulha em realidade virtual ultimamente. Eles fazem com que eu me sinta em outro lugar… o primeiro que joguei foi The Blu, que me enviou pro fundo do oceano para beijar o olho de uma baleia, e Tilt Brush, que me enviou ao espaço para pintar com arco-íris… mas ando empolgado em estar dentro de espaços virtuais abstratos que fazem com que eu sinta não estar mais nessa dimensão. Realidade Virtual me leva até aquele episódio de Além da Imaginação que a garotinha se perdia na Quarta Dimensão onde tempo e espaço se fundiam em um só. Eu quero ser aquela garota!

M: Você tem um período específico nos videogames que mais gosta, ou uma série em particular?

P: Meu jogo favorito é o MYST. Quando eu era pequeno, eu deixava o jogo rodando no meu computador só pra ouvir os efeitos de vento, imaginando estar lá na ilha. Os personagens em MYST tem a habilidade de criar mundos os descrevendo em livros, fazendo uso de tinta e papel especiais, para então se teletransportarem para esses mundos colocando suas mãos nolivro… isso realmente mexeu comigo.

M: Hora de Aventura tem muitas referências diretas a videogames, mas você sente que algum jogo em particular tem tido uma influência mais forte?

P: Hora de Aventura é muito inspirado em Dungeons and Dragons. Eu amava mergulhar no Livro dos Monstros do D&D quando era moleque… e eu ainda faço isso como adulto! Eu jogo D&D regularmente e curto o tanto de atenção que é colocado em criar um mundo completo. Todos os monstros tem cultura e hábitos; parece que eles existem fora da história. Num pano de fundo de um dos episódios de Hora de Aventura, Jesse Balmer desenhou uma pequena porta ao lado de uma escadaria… quem vive naquela escadaria?! Esse é o tipo de coisa que eu amo, coisas que fazem com que o mundo pareça maior ainda.

M: O quanto você ama Minecraft numa escala de “muito” até “quase em quantidade ilegal”?

P: Eu passei muito tempo jogando Minecraft. Eu realmente amo muito. Passei muito tempo jogando num servidor temático de DayZ. Tinha o comando “/sussurro”, então você podia digitar a dois quadrados de um amigo e ninguém mais ouvia você… isso era legal. Você tinha que se esconder dos outros jogadores e construir tudo em segredo, ou então eles roubariam suas coisas. Então eu construí um barco e naveguei até encontrar um buraco no fundo do oceano. Quebrei meu barco para esconder meu caminho e nadei até o buraco e ele se tornou uma cachoeira, indo até o oceano em uma caverna. Gosto como em Minecraft o importante é a criatividade, suas construções e fazendas. Acho isso maravilhoso.

M: Hora de Aventura parece muito Minecraft. Ou talvez seja o contrário! Não só criou terras maravilhosas e coloridas, como a atitude dos personagens é bem positiva. Queremos isso para nossos jogadores também. Você vê essas similaridades?

P: Gosto de me perder em jogos e histórias, e fiz muito isso em Minecraft e criando Hora de Aventura. Eu também amo o quão sereno Minecraft pode ser – ver o pôr-do-sol é tão legal. Eu espero que Hora de Aventura seja tão agradável de se assistir.

voltar