novembro 23, 2015

10 anos de Xbox 360!

22 de novembro de 2005 marcou o lançamento de um dos consoles mais populares de nossa indústria, o Xbox 360. Novembro é mesmo um mês especial para a Microsoft: o primeiro Xbox foi lançado nesse mesmo mês (dia 15 de 2001), assim como o Xbox One, em 2013. E para nós, brasileiros, o gostinho é ainda mais especial, afinal de contas, o Xbox 360 é comercializado oficialmente por aqui desde dezembro de 2006, além de ser produzido na nossa Zona Franca de Manaus desde 2011.

São 10 anos de evolução constante, pioneirismo, títulos surreais e periféricos incríveis. Quem ligou o 360 lá na época de seu lançamento, sabe bem a evolução da dashboard do console. O sistema de Conquistas (Achievements ou “Acheevos” para os íntimos) dos jogos se tornou padrão na indústria, criando uma pontuação – o dito Gamerscore – para cada usuário, atrelado a sua Gamertag. Cada jogo acompanhava e acompanha pontuação máxima de mil de Gamerscore (mil G) e “milar” ou “miletar” (conquistar os mil pontos em questão) se tornaria prática entre os aficionados por Xbox.

avatars-1

Atualizações na dash nos trouxe os Avatares! Recentemente, nossos queridos bonequinhos personalizados retornaram com A Nova Experiência do Xbox One, mas quando surgiram, lá em 2008, foram sucesso total. O mais legal em criar uma versão digital e cartunesca de si mesmo era poder utilizar esse bonequinho em diversos títulos, como Doritos Crash Curse, Guitar Hero 5 ou A World of Keflings.

xbox_360_faceplate_contest_by_tigermave

 

Estão lembrados dos faceplates? O Xbox 360 nasceu com o conceito de personalização. Era possível retirar a frente do console e trocá-la por algo mais estilizado, mais próprio. Diversas faceplates dedicadas a determinados jogos foram comercializadas e muitas outras foram criadas por fãs. Vou confessar que até hoje busco por uma de Lost Odyssey!

Xbox-360-Wireless-Controller-White

O controle do 360 trouxe diversos novos conceitos, como o botão Guide, direcionando o console diretamente a sua dashboard assim que pressionado. Como evolução natural da segunda versão do controle do Xbox original, os gatilhos LT e RT apresentam precisão milimétrica com seus níveis de pressão e a disposição dos analógicos, posicionamento perfeito para os mais diversos títulos dos mais diversos gêneros.

E por falar em títulos, o acervo de jogos do segundo console da Microsoft é mesmo de fazer inveja. Introduzindo a série Gears of War a uma geração que se tornou fã de jogos de tiro em terceira pessoa, foi aqui que acompanhamos a evolução de franquias super importantes e populares, como Halo e Forza Motorsport, além do surgimento de diversas outras novas, como Forza Horizon, Crackdown, Dead Rising, Viva Piñata (e todos os demais jogos da Rare!), só para citar alguns.

xbox-arcade

Tudo isso sem citar a Live Arcade, parte importantíssima do Microsoft Marketplace. Lá, jogos digitais, em sua maioria independentes, e que se tornariam clássicos da mídia, poderiam ser adquiridos por preços acessíveis e de forma rápida e fácil. Super Meat Boy, Limbo, Braid, Shadow Complex, Fez e uma infinidade de outros surgiram primeiro – e vários continuam exclusivos – na badalada Live Arcade.

As capacidades multimídia do 360 atraíram muitas pessoas. A possibilidade de ler vídeos em WMV, MPEG-4 e diversos outros formatos, além da facilidade no uso de pendrives e HD externos levavam o console para outros caminhos. A integração com serviços de TV, filmes, animes e por aí vai, algo tão recorrente em todos os consoles hoje em dia, surgiu de forma acessível no 360.

8991d7b5-c14f-4b30-9b89-deb3ba52069c

E como resposta aos controles de movimento, a Microsoft apostou no Kinect. Desenvolvido pelo brasileiro e engenheiro Alex Kipman, o periférico foi um sucesso absurdo. Jogos como Dance Central, Kinect Sports, Kinect Adventures e Just Dance popularizaram o console ainda mais, pois eram acessíveis e conversavam com outro mercado, mais casual. O Kinect passou a ser utilizado das mais diversas formas, como o fisioterapêutico e personal trainer, com jogos e programas criados especificamente para exercitar o corpo.

Foram 10 anos espetaculares, de evolução e aprendizado constante. Acompanhamos o Inside Xbox do Major Nelson se tornar totalmente brasileiro, com apresentação quinzenal de Nelson Alves Jr, Thais Matsufugi e Mariana Ayres, vivenciamos localizações para nosso idioma com qualidade cada vez maior e mais competente, lutamos diariamente para aumentar nosso Gamerscore, desbloqueando conquistas mais e mais impossíveis, e, acima de tudo, nos divertimos com um catálogo absolutamente espetacular, com tanto jogo bom que é difícil dar conta de tudo, mesmo em 10 anos. Parabéns, Xbox 360! E que venham mais 10, 100, mil anos!

voltar