setembro 30, 2016

Insidecast #16 [profissão] Gerente de Produto

insidecast-16

Continuando nossa temática acerca de profissões no mercado de games, convidamos o Gerente de Produtos da Warner Brasil, Marcos Pereira (e grande fã de Xbox – sério, a história épica de como ele ganhou um 360 é maravilhosa, você precisa ouvir!) para um bate papo bem descontraído e elucidativo acerca de seu trabalho. Podcast especial pra todos que querem trabalhar nesse mercado. Ouve aí!

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #16 [profissão] Gerente de Produto

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

Fica a dica:

Thais: (canal de Youtube) Kinoshita Yuka

Mari: (banda) Deb and The Mentals

Nelson: (jogo) Pac-Man Championship Edition 2

Bruno: (jogo) FIFA 17 (mais especificamente o modo A Jornada)

Makson: (jogo) Virginia

Marcos: (filme) Kung Fury – legendado; Kung Fury – dublado (esporte) Wakeboard

******

setembro 29, 2016

Embarque na aventura espacial de Everspace

blog-do-xbox-everspace-capa

O estúdio localizado em Hamburg, Rockfish Games, acabou de lançar seu jogo de estreia, Everspace, através do programa Prévia de Jogo no Xbox One. Essa é a primeira vez que um jogo dentro do programa chega ao Windows 10, com suporte ao Xbox Play Anywhere, cross-saves e sistema de “compre uma vez, jogue em qualquer lugar”.

“Estamos muito entusiasmados em mostrar Everspace em vários eventos de uns tempos pra cá – da E3 a Gamescom”, disse Chris Charla, Diretor do ID@Xbox na Microsoft, “e o jogo sempre consegue chamar a atenção dos jogadores. Estamos muito felizes que o jogo chegou ao Windows 10 e Xbox One através de Prévia de Jogo e é incrível que esse seja o jogo de estreia do ID@Xbox dentro desse programa.”

blog-do-xbox-everspace-01

Como um Prévia de Jogo, Everspace ainda está em desenvolvimento e terá atualizações regulares. No lançamento, uma nova batalha contra chefe, alguns diálogos dublados, um novo planeta e estações espaciais adicionais, assim como muitas melhorias nos controles, foram adicionadas. Mais implementações e melhorias incluem as mais pedidas, como opções para desligar o v-sync, configurações para gráficos mais granulares e suporte para monitores widescreen.

blog-do-xbox-everspace-02

Nos próximos meses, duas naves serão adicionadas: a Colonial Scout – bem menor que a Colonial Interceptor, trará controle extremo, velocidade alta, mas escudo mais frágil. A nave vem com um adereço de capa de proteção e snipers como equipamentos iniciais. A outra nave, Colonial Gunship, será a mais lenta das três, mas compensará com um escudo bem mais forte e uma turreta na parte de cima.

O lançamento completo está programado para o final do primeiro semestre de 2017 e trará uma história totalmente dublada, com personagens bem estruturados e diversos eventos, assim como Modo Hardcore e total suporte a VR.

blog-do-xbox-everspace-03

“Graças a nossos amigos no ID@Xbox, tivemos a fantástica oportunidade de demonstrar Everspace no Xbox One e Windows 10 em praticamente todos os grandes eventos de games, desde a GDC no começo do ano.” comenta Michael Shade, CEO e co-fundador da Rockfish Games. “Mal podemos esperar para lançar nosso primeiro jogo em console no Xbox One e proporcionar aos jogadores a oportunidade de jogá-lo tanto no Xbox One, quanto no Windows 10 via o programa Xbox Play Anywhere.”

Embarque em Everspace agora e fique esperto para a versão de Windows 10 chegando nas próximas semanas!

setembro 27, 2016

Tenha uma experiência única e inesquecível com Firewatch

blog-do-xbox-firewatch-capa

Por Sean Vanaman, co-fundador da Campo Santo

Com o lançamento de Firewatch no Xbox One, nós da Campo Santo gostaríamos de compartilhar com você um pouco sobre o jogo, que traz algumas características bastante únicas. E pra começar: que tipo de jogo é Firewatch?

blog-do-xbox-firewatch-02

Firewatch é um título de mistério em primeira pessoa ambientado nas florestas de Wyoming. Caso fosse um filme, você o consideraria um thriller psicológico. Mas não é um filme, é um videogame. Então nos prontificamos a fazer um jogo onde você constrói relacionamentos com outros personagens enquanto continua a ser surpreendido pela história, mas sem ser interrompido por várias cutscenes (porque trata-se de um videogame e você deveria se divertir jogando, não assistindo). Nós amamos jogos como BioShock, Half-Life e Full Throttle e trazemos um pouco de cada um deles em Firewatch. É assustador e pode se tornar bem sério, mas também há espaço para piadas sobre guaxinins e dejetos, então há um balanceio interessante.

blog-do-xbox-firewatch-01

Certo, então eu e você queremos que você sinta que seu dinheiro foi bem gasto com Firewatch no Xbox One. E eu acho que vamos conseguir fazer isso.

Primeiramente, quando você terminar Firewatch, imaginamos que seria interessante apresentar os bastidores da produção, revelando o máximo possível do processo. E nesses bastidores você encontrará uma maneira totalmente nova para experimentar a história completa de Firewatch: com coleta de colecionáveis pela floresta, todos cheios de tramas próprias e segredos. Somado a isso, um novo modo de exploração com ciclo de noite e dia foi adicionado, e com ainda mais segredos. Há muito para desvendar. Mesmo.

blog-do-xbox-firewatch-03

Em segundo lugar, nossos camaradas no Blog do Xbox nos pediram para dar algumas dicas para Firewatch e eu disse: “Sério, precisamos mesmo?”. Sendo assim, na intenção de sentir que seu dinheiro foi valorizado, vamos deixar aqui algumas dicas que nosso time reuniu.

Agora, falando sério, nós acreditamos que você irá se divertir muito com Firewatch no Xbox One. Caso você tenha um amigo que gosta de assistir outras pessoas jogarem, esse é um ótimo jogo para fazer isso ou, caso você prefira, desligue as luzes, explore e veja o que acontece, sozinho mesmo. Nós nos divertimos muito fazendo o jogo e esperamos que você se divirta muito jogando. Obrigado e aproveite!

setembro 26, 2016

Inside Xbox 54 já está no Youtube!

blog-do-xbox-inside-xbox-54

Depois das 12 horas ininterruptas de Forza Horizon 3 com o pessoal do Inside, temos a melhor sugestão pra você: novo episódio do Inside Xbox, com ainda mais Forza Horizon 3! O jogo sai amanhã e as expectativas estão altíssimas. Mas antes disso, que tal reviver as memórias do clássico Worms? Em W.M.D., sua experiência nos mais de vinte anos de franquia é posta à mesa. Diversão (nem noção) garantida.

Quer terror? Então toma terror. Claire: Extended Cut acompanha uma garota bem problemática. Os gráficos são em pixel e até coloridos demais, mas não se engane: tem muita coisa macabra esperando por você nesses becos escuros e corredores de hospital. Saindo dos pesadelos pessoais de Claire, chegamos até a base espacial de The Turing Test, novo jogo enigmático dos mesmos criadores de Pneuma. O clima é de Portal mas o tom é bem menos cômico. E sabia que The Turing Test é um teste real feito por astronautas? E para manter o clima sci-fi, continuamos no espaço, mas agora com as navinhas de Solar Shifter EX. O negócio é o posicionamento na tela, pois os inimigos são muitos e implacáveis! E use bem seu teleporte, pois é ele quem vai lhe salvar de diversas enrascadas.

E agora sim! Depois do apanhado de jogos independentes, chegamos ao momento mais esperado: Forza Horizon 3. Nelson, Thais e Mari dão o tom exato dessa aventura em alta velocidade pelas estradas australianas. Descontração e diversão ditam as regras do jogo. E olha esses gráficos! Impossível não se impressionar, não é verdade?

setembro 22, 2016

Forza Horizon 3 – todos os carros secretos de celeiros

blog-do-xbox-forza-horizon-3-capa

Preparem seus motores! Forza Horizon 3 está chegando, e com ele seus mais de 350 carros — a maior lista da série até hoje! Entre essas máquinas incríveis, há modelos especiais que precisam ser encontrados em celeiros escondidos pelo imenso mapa da Austrália, local em que se passa o jogo.

Como novidade na série, você agora pode usar um drone para facilitar a busca pelos segredos. O radialista avisou sobre o celeiro? Nem pense duas vezes: vá ao local indicado, acione o drone e faça a busca pelo terreno até o ícone do carro abandonado surgir. Daí é só dirigir até o lugar e resgatar seu prêmio. São 15 máquinas no total. Abaixo você conhece todas elas.

Dodge Charger Daytona Hemi
Ano: 1969
Categoria: Classic Muscle

blog-dodge-charger-daytona-hemi-captura-de-tela-18_09_16-13-57

Ferrari Dino 246 GT
Ano: 1969
Categoria: Rare Classic

blog-ferrari-dino-246-gt-captura-de-tela-18_09_16-13-59

Ford XB Falcon GT
Ano: 1973
Categoria: Classic Muscle

blog-ford-xb-falcon-gt-captura-de-tela-18_09_16-14-01

Ford Super Deluxe Station Wagon
Ano: 1946
Categoria: Classic Muscle

blog-ford-super-deluxe-station-wagon-captura-de-tela-18_09_16-14-03

Holden Sandman HQ Panel Van
Ano: 1974
Categoria: Vans & Utility

blog-holden-sandman-hq-panel-van-captura-de-tela-18_09_16-14-05

Holden HQ Monaro GTS 350
Ano: 1973
Categoria: Classic Muscle

blog-holden-hq-monaro-gts-350-captura-de-tela-18_09_16-14-07

Holden 50-2106 FX UTE
Ano: 1951
Categoria: Vans & Utility

blog-holden-50-2106-fx-ute-captura-de-tela-18_09_16-14-09

Jaguar MK II 3.8
Ano: 1959
Categoria: Classic Racers

blog-jaguar-mk-ii-3-8-captura-de-tela-18_09_16-14-11

Lamborghini LM 002
Ano: 1986
Categoria: Offroad

blog-lamborghini-lm-002-captura-de-tela-18_09_16-14-12

Maserati A6GCS/53 Pininfaria Berlineta
Ano: 1953
Categoria: Rare Classics

blog-maserati-a6gcs_53-pininfaria-berlineta-captura-de-tela-18_09_16-14-14

Meyers Manx
Ano: 1971
Categoria: Cult Classics

blog-meyers-manx-captura-de-tela-18_09_16-14-16

Nissan Skyline GT-R V-Spec
Ano: 1993
Categoria: Asian Sports Cars

blog-nissan-skyline-gt-r-v-spec-captura-de-tela-18_09_16-14-17

Reliant Supervan III
Ano: 1972
Categoria: Cult Classics

blog-reliant-supervan-iii-captura-de-tela-18_09_16-14-19

Toyota FJ40
Ano: 1979
Categoria: Offroad

blog-toyota-fj40-captura-de-tela-18_09_16-14-21

Ferrari 166MM Barchetta
Ano: 1948
Categoria: Classic Racers

blog-ferrari-166mm-barchetta

setembro 22, 2016

Games With Gold para outubro de 2016

XboxLive_GamesWithGold_EN_RGB

Para o mês de setembro, membros Xbox Live Gold irão receber quatro novos jogos grátis – dois para Xbox One e dois para Xbox 360 – como parte do programa Games With Gold. Você pode jogar ambos os títulos de 360 no Xbox One como parte da retrocompatibilidade.

No Xbox One, membros Xbox Live Gold podem fazer o download de Super Mega Baseball: Extra Innings (R$ 39,00) de graça durante o mês de outubro. The Escapists (R$ 39,00) estará disponível como download grátis de 16 de outubro até 15 de novembro.

No Xbox 360, a partir de sábado, 01 de setembro, MX vs ATV Reflex (R$ 89,00) estará disponível como download gratuito para membros Xbox Live Gold até 15 de outubro. A partir do dia 16 de outubro, membros Xbox Live Gold poderão fazer o download grátis de I Am Alive (R$ 30,00)  até dia 31 de outubro.

setembro 21, 2016

Conheça o LaunchPad, aplicativo exclusivo de conteúdo do Xbox Brasil

blog-do-xbox-launchpad-capa

Sempre preocupada em manter o fã como protagonista de sua experiência com jogos, a divisão de Xbox no Brasil dá início a uma nova fase de interação entre jogador e videogame. Lançado esta semana, o aplicativo LaunchPad é um forma divertida de interagir com os principais títulos da plataforma Xbox.

blog-do-xbox-launchpad-01

A partir de agora, os grandes lançamentos de Xbox são acompanhados de ações exclusivas no aplicativo, com recursos personalizados para cada um deles. Por exemplo, é possível fazer fotos incríveis com os filtros exclusivos de Gears of War 4 ou compartilhar com os amigos vídeos criativos com o Forza Horizon 3. Além disso, passada a temporada de novidades, os recursos permanecem ativos para o uso no dia a dia.

blog-do-xbox-launchpad-02

Reafirmando ainda o compromisso de trazer sempre o melhor valor aos fãs de Xbox, o LaunchPad traz também um sistema inédito de recompensas. O jogador ganha pontos ao utilizar o aplicativo. Ao compartilhar seus vídeos e fotos é possível receber DLCs e prêmios exclusivos dos seus jogos favoritos. Quem mais se engajar, mais pontos ganha. E isso significa conseguir até um exclusivo Xbox One Elite.

blog-do-xbox-launchpad-03

O Launchpad é gratuito e já está disponível nas plataformas Windows, Android e iOS.

setembro 20, 2016

Gears of War 4 – tatuagens, cover de Metallica e todo aquele amor (e sangue)

blog-do-xbox-gears-of-war-4-capa-2

Tatuagens são uma tradição no universo de Gears of War: os desenvolvedores dos jogos tem várias, os personagens também e não foi muito tempo depois do Gears of War original ser lançado, em 2006, para que os fãs começassem a compartilhar suas próprias tatuagens inspiradas em Gears.

Ainda mais marcante que as tatuagens são as histórias que elas contam: histórias de devoção não só ao jogo, mas a amizade, relacionamentos e casamento de pessoas que se conheceram jogando online.

O Inside Xbox aproveitou o lançamento da edição Ultimate Edition do primeiro Gears para “remasterizar” a tatuagem de dois fãs da franquia. O resultado você relembra logo abaixo. Foi um momento muito emocionante tanto para a equipe do Inside, quanto para o artista e, claro, os fãs, irmãos e apaixonados por Lancers.

Esse ano, com o lançamento de Gears 4, o tatuador Steve Soto conta uma nova história juntamente com os irmãos, também brasileiros, Ariel e Ricardo, assim como Brennon O’Neil e Geo Garramore, que se conheceram e se tornaram amigos jogando Gears.

E a contagem regressiva para o dia 11 de outubro começa oficialmente com o trailer de lançamento de Gears of War 4, que inclui várias cenas nunca antes vistas, além de várias surpresas.

25 anos atrás, Marcus Fenix e seu Esquadrão Delta tornaram Sera um lugar seguro para futuras gerações. Seu filho, JD, viveu essa paz. Até agora. Uma nova ameaça, os Swarms, emergiram e agora, JD e seus amigos Del e Kait, devem lutar juntos para sobreviverem.

Com lançamento previsto para 11 de outubro, Gears of War 4 encoraja os jogadores a “Nunca Lutarem Sozinhos”, se juntando com seus amigos para encarar esses novos terrores, esteja você no Xbox One ou no Windows 10, pois Gears 4 é um título dentro do programa Play Anywhere.

Para mais informações sobre Gears 4, fique ligado aqui no Blog do Xbox e também no Inside Xbox – muitas surpresas para os fãs estão por vir!

setembro 19, 2016

Inside Xbox 53 já está no Youtube!

blog-do-xbox-inside-xbox-53-capa

Perdeu o último Inside na dash de seu Xbox One? Nada tema! Ele já está disponível no Youtube e já adianto a maior novidade: o Inside Xbox agora é semanal! Overdose de Mari, Thais e Nelson no seu console. Maravilhoso, diz aí?

Nessa nova edição, muita coisa boa, começando com aquele que o Nelson considera uma das surpresas do ano: Oceanhorn – Monster of Uncharted Seas. RPG de ação bem divertido e leve, com trilha sonora do mestre Nobuo Uematsu, de Final Fantasy. Curte hack ‘n slash, tipo Diablo? Dê uma olhadinha em Jotun. Aqui, a mitologia nórdica coloca nossa viking heroína a prova contra gigantes medonhos! Agora, se o seu esquema for point ‘n click, especialmente o das antigas, Armikrog vai fundo em seu coração. Além dos quebra-cabeças super elaborados, dos personagens esquisitos e carismáticos e da história maluca, é tudo em stop motion! E outra boa surpresa: Valley. Explore esse mundo fantástico fazendo usa da L.E.A.F. suit, capaz de conceder super-poderes a seu usuário, como tirar e dar a vida a árvores e animais.

Para fechar a celebração de 20 anos da franquia Resident Evil, o quarto capítulo numerado da série chegou ao Xbox One, remasterizado, assim com os Resident 5 e 6. Leon enfrenta aldeões enlouquecidos numa recôndita vila da Espanha. Excelente para reviver diversos momentos desse que é considerado um dos melhores jogos de todos os tempos.

E finalizamos com um apanhado bem elucidativo de ReCore, a inusitada parceria de Keiji Inafune e Mark Pacini. Tá curioso pra conhecer mais sobre a Joule, o mundo de Éden Distante e os incríveis nucleobots? Assiste aí!

setembro 16, 2016

Insidecast #15 – O que estamos jogando – parte I

insidecast-15-o-que-estamos-jogando

É bem comum a seguinte perguntar acontecer: “e aí, o que você anda jogando?” O mais novo Insidcast coloca os já familiares participantes para responder essa indagação quintessencial a existência humana. E teve de tudo: jogo de RPG, de quebra-cabeça bizarro no melhor estilo carneiro/ovelha, indie que ninguém nunca ouviu falar e triple A de respeito. Curioso pra saber o que o pessoal do Insidecast anda jogando? Então ouve aí, e conta pra gente lá no nosso grupo do Facebook o jogo que tem acalentado vosso coração. Última coisa: eventualmente voltaremos a esse assunto!

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #15 – O que estamos jogando – parte I

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

Fica a dica:

Thais: (mangá) Fullmetal Alchemist

Mari: (banda) Zander (e o novo disco Flamboyant)

Nelson: (exposição) Beatlemania Experience – The Beatles Biography

Bruno: (jogo) NBA 2K17: The Prelude 

Makson: (jogo) Claire: Extended Cut

******

setembro 15, 2016

The Witness (O Observador) está disponível no Xbox One

blog-do-xbox-the-witness-capa-2

Por Jonathan Blow, Presidente da Thekla Inc.

The Witness (O Observador) está disponível no Xbox One! Trabalhamos muito duro nesse jogo (levou mais de seis anos para ficar pronto!) e disponibilizá-lo para toda comunidade de Xbox traz uma sensação realmente boa!

blog-do-xbox-the-witness-03

The Witness é um jogo onde você explora uma ilha abandonada e resolve quebra-cabeças espalhados por lá. Alguns deles são fáceis e outros são bem difíceis. Caso você fique preso, não se preocupe: você pode sair por aí e ver outras coisas, para então voltar aquele ponto complicado mais tarde. Nesse meio tempo, você provavelmente desvendará outras coisas que o farão lembrar daquele quebra-cabeça no qual você empacou, e isso pode servir de inspiração.

blog-do-xbox-the-witness-04

Outra coisa: é bom dar uma pausa de vez em quando! Os jogadores de The Witness nos contam que, do nada, chegam a conclusão de um quebra-cabeça depois de se afastar um tempinho do jogo para um lanche ou ao acordar de manhã. O jogo é feito para funcionar dessa forma – a realização súbita que você terá nesses momentos é a filosofia por trás do jogo!

blog-do-xbox-the-witness-05

Eu desencorajaria você a assistir vídeos ou ler detonados do jogo, porque isso pode estragar a experiência toda, além de ser muito fácil acabar vendo mais informações do que você deveria por aí. Tudo isso pode arruinar uma grande surpresa.

Boa sorte!

setembro 13, 2016

Joseph Staten, roteirista de ReCore, conta mais sobre o jogo

blog-do-xbox-recore-capa-02

Feliz dia de lançamento de ReCore! A inusitada parceria entre o pai de Mega Man, Keiji Inafune e o diretor da saga Metroid Prime, Mark Pacini, finalmente está aqui. E para celebrar esse dia tão especial, o Blog do Xbox traz uma entrevista com o roteirista do jogo, Joseph Staten. E saibam vocês do seguinte: o Sr. Staten é veterano da indústria e é o responsável pelo roteiro dos jogos da saga Halo, ou seja, tem todo nosso respeito. Confere aí!

Quando o projeto ReCore de fato começou?

Começou há uns 2 anos e meio e desde aquela época, nós passamos muito tempo na pré-produção e fase de esboços para ter certeza de que todas as coisas sairiam bem conectadas e interligadas entre si.

ReCore Inquisitive Mack

Como os dois times se juntaram, a Comcept de Keiji Inafune e os caras que faziam parte do Retro Studios?

Bom, o pessoal da Retro era da Nintendo e depois viraram a Amarture. Eles queriam conhecer o Inafune-san. Desde aquela época, eles sempre quiseram trabalhar juntos e já estavam tentando realizar isso há um tempo e com este projeto que trouxeram para a Microsoft, a ideia foi: “Hey, vamos pegar o Inafune-san com suas ótimas ideias criativas e os principais líderes da série Metroid e juntá-los nesse jogo que queremos fazer! ” A Microsoft viu o projeto original e disse: “Isso é ótimo! Nós adoraríamos trabalhar com vocês, pessoal!” Então, eles se dirigiram a nós como um time.

Você, como roteirista de ReCore, poderia falar um pouco mais sobre a protagonista Joule?

Então, o nome dela é Joule Adams. Ela é forte, cheia de vida e essa característica pode ser sentida na maneira que você joga, a maneira que você controla como ela se sente. A história da Joule é: ela veio da Terra para o planeta chamado Éden Distante, que fica a anos-luz de distância da Terra, porque algo terrível aconteceu ao nosso planeta. Então, nós temos que colonizar este novo mundo. Joule faz parte da primeira onda de colonizadores e vai dormir por algumas centenas de anos e enquanto ela dorme, ela espera que esse novo terreno se estabilize, que todos os robôs construam estruturas para o ser humano sobreviver e, quando ela desperta, o mundo ainda é um deserto, os robôs enlouqueceram, está tudo um inferno e ela está completamente sozinha. Talvez tenham outros humanos, mas até onde ela sabe, não tem ninguém ali. Cada humano no mundo de Éden Distante tem um corebot para ajudar em seu trabalho. O corebot da Joule é o Mack, um cachorro com um núcleo azul. Então, quando Joule acorda, ela já tem esse ajudante, mas no decorrer do jogo ela adquire outros como Seth e Duncan. Os corebots têm duas partes distintas: o núcleo colorido e a estrutura, que são as partes que revestem o núcleo. Você pode pegar qualquer núcleo de qualquer estrutura e colocar em qualquer outra. Por exemplo, você começa com o Mack tendo um núcleo azul, mas você pode pegar este núcleo e colocar em uma estrutura de aranha ou gorila. Em Recore, você mescla as estruturas e núcleos de acordo com a sua necessidade nos combates ou plataformas no cenário.

blog-do-xbox-recore-04

Muito do jogo nos remete a Mega Man. Isso foi proposital? Por favor, diga que sim!

Com toda certeza! Pensamos muito nisso. Se as pessoas que jogarem ReCore estiverem familiarizadas com Mega Man ou Metroid, queríamos que sentissem aquele ar clássico de plataforma mas com uma engine e gráficos modernos. Tivemos a preocupação de deixar clássico e moderno ao mesmo tempo. E essa é a parte divertida no polimento do jogo, que é deixar tudo da melhor maneira que conseguimos.

O jogo tem elementos de RPG? Notei vários números referentes a dano surgindo sempre que atingiam os robôs inimigos!

Definitivamente existem novos sistemas aplicados ao jogo e um deles é a experiência. Quando você destrói os inimigos, você adquire pontos de experiência para evoluir coisas para a Joule e você também pode construir partes para os seus robôs. Os inimigos destruídos derrubam materiais que você pode coletar para depois construir novas partes para os seus robôs, como braços e pernas que, além de deixarem a aparência diferente, darão novos atributos a eles. No começo do jogo você vê lugares com inimigos que são muito fortes ou áreas que você não tem acesso por não possuir o robô correto, então você deve retornar posteriormente para explorar. Não sei se chamaria isso de RPG, mas definitivamente temos um grande sistema de coletar e construir.

blog-do-xbox-recore-05

Então existe um pouco da mecânica de Metroid pelo fato de voltar em áreas e explorar outras novas depois de conseguir poderes novos?

Com certeza. Não dá pra ver nesta demo, mas tem uma porta que se você se aproximar, ela vai dizer: “Você não pode passar por esta porta agora, mas volte depois com a estrutura de gorila. Ele pode destruir esta porta para que você tenha acesso a esta nova área”. Existem áreas à serem exploradas por todo o jogo que nem sempre estarão disponíveis logo de cara, mas você pode ver que estão bloqueadas por algo ou muito altas para serem alcançadas. É tudo muito parecido com Metroid, mas tudo foi planejado para que você evolua e volte para poder explorar um pouco mais.

setembro 12, 2016

O episódio 52 do Inside já está no Youtube!

blog-do-xbox-inside-xbox-52-capa

Com saudades da BGS? Nós aqui do Blog do Xbox também estamos (mas continuamos bem cansados em decorrência da quantidade de trabalho!). Você chegou a acompanhar nossa cobertura de todos os dias do evento? Espero que sim! E o mais novo episódio do Inside Xbox mostra os bastidores desses dias, aquilo que a BGS tentou esconder mas que o Inside faz questão de mostrar. Lamúrias a parte, ficou bem divertido – tem participação de todo mundo da equipe em momentos célebres e muito engraçados. Sério, você não vai querer perder. Assiste aí!

setembro 9, 2016

O sci-fi The Turing Test já está disponível no Xbox One

blog-do-xbox-the-turing-test-01

Por Howard Philpott, Produtor Criativo na Bulkhead Interactive

Estou muito feliz em anunciar aqui no Blog do Xbox que nosso jogo, The Turing Test, já está disponível no Xbox One! Tivemos muitas sessões de testes com o público e a imprensa em eventos ao redor do mundo com jogo. Os comentários nos permitiu refinar a experiência como um todo para esse lançamento final. Felizmente, você verá esse esforço nos controles e na refinada curva de aprendizado. Realmente gostaríamos que os jogadores conseguissem começar e aprender sem tutoriais de nenhum tipo. Resolver os quebra-cabeças em The Turing Test diz respeito a confiar em seus instintos como jogador, especialmente porque esses quebra-cabeças foram desenvolvidos de forma que apenas um ser humano conseguiria resolvê-los.

blog-do-xbox-the-turing-test-capa

Temos trabalhado nesse jogo há mais de um ano, o que é bem rápido em termos do tamanho da produção. É uma necessidade para nós como desenvolvedores independentes, sermos espertos com nosso tempo de desenvolvimento para maximizarmos a quantidade de conteúdo que você receberá. Sendo assim, é ótimo ver os jogadores se engajando com a história e o mundo de The Turing Test.

blog-do-xbox-the-turing-test-02

Nosso primeiro jogo de quebra-cabeças, Pneuma: Breath of Life, foi o primeiro na Unreal Engine 4 no Xbox One. Tomou seis meses para desenvolvê-lo num escritório pequeno enquanto trabalhávamos feito malucos para pagá-lo. Pessoas o suficiente gostaram do jogo e nos permitiram continuar a existir como um estúdio, largando nossos empregos em bares, então sabíamos que após esse lançamento, queríamos mesmo aproveitar essa segunda oportunidade para realizar algo verdadeiramente único e melhorar nossos esforços passados em todas as formas possíveis. Isso significou desenvolver uma curva de gameplay super-refinada, gráficos belos e polidos, e controles tangíveis, trazendo uma história forte e bons personagens. Mal podemos esperar para que você entre de cabeça na resolução dos quebra-cabeças de The Turing Test para descobrir as reviravoltas na história.

blog-do-xbox-the-turing-test-04

Como um bônus aos jogadores, todo dinheiro das vendas de The Turing Test irá diretamente para o orçamento de nosso próximo jogo, o shooter inspirado na Segunda Guerra Mundial, Battalion 1944.

setembro 8, 2016

Ansioso por ReCore? Confira o novo trailer!

blog-do-xbox-recore-capa

Sobrevivência começa dentro de cada um e a Microsoft revelou novas informações sobre o mundo cheio de aventuras de ReCore, o Far Eden, e sua heroína, Joule Adams. Narrado pelo pai de Joule, Dr. Thomas Adams, o vídeo traz um olhar mais aprofundado da jornada de Joule, revelando novo gameplay e personagens da história cinematográfica de ReCore, assim como as qualidades herdadas por Joule de seu pai; qualidades essas que ajudarão tanto ela quanto a seus companheiros Corebots, a trazer nova vida e esperança a Far Eden.

Somado a essas novas informações sobre a história e o gameplay de ReCore, também estamos felizes em revelar alguns dos atores que ajudarão a trazer o jogo a vida: Joule (Erika Soto, Halo Wars 2), Dr. Adams (Connor Trinneer, Stargate: Atlantis e Star Trek: Enterprise) e o misterioso Kai Brehn, que faz sua primeira aparição nesse novo trailer (Harry Shum Jr., Shadowhunters: The Mortal Instruments e Glee).

blog-do-xbox-recore-01

Desenvolvido pelo lendário criador Keiji Inafune e Armature Studio, o time por trás da série Metroid Prime, ReCore é uma nova franquia exclusiva do Xbox One e Windows 10 que casa ação e plataforma com visuais incríveis, arte única e trama emocional e engajante. ReCore é o primeiro jogo a fazer parte do programa Xbox Play Anywhere, com uma compra, você terá acesso ao jogo tanto no Xbox One quanto no Windows 10 e seu progresso é compartilhado entre as plataformas para que você continue de onde parou, não importa onde escolha jogar.

blog-do-xbox-recore-02

ReCore estará disponível em 13 de setembro no Brasil e estará completamente localizado para nosso idioma. Para saber ainda mais sobre o jogo, visite: http://www.recoregame.com/.

setembro 5, 2016

BGS 2016 – todo conteúdo do dia 5

Untitled-1

Chegamos ao fim de mais uma BGS! O Blog do Xbox e o Inside Xbox gostariam de agradecer a cada um de vocês, responsáveis pela nossa existência, e que demonstraram tanto carinho para conosco nesses dias de evento. Como muito obrigado, aquela camaradagem em reunir todo conteúdo desse último dia de feira num só lugar. Divirta-se e até ano que vem!

BGS 2016 – DIA 5

Entrevista – André Sapuca (Xbox Brasil)

Entrevista – Mauro Beting (comentarista – PES 2017)

Entrevista – Danny Bélanger (game director – Watch Dogs 2)

Entrevista – Marcelo Tavares (criador da BGS)

Insidecast na BGS – Luciano Amaral (apresentador)

Para fazer o download do episódio em mp3, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Ou você ainda pode ouvir o áudio aqui mesmo:
Insidecast na BGS – Dia 5

setembro 5, 2016

BGS 2016 – Dia 5!

Inside Xbox_20160904_BGS 2016_B_0075

A edição 2016 da BGS, a maior feira de games da América Latina, chegou ao fim. E que maravilha de evento! O estande da Microsoft manteve o alto nível de empolgação com todos os campeonatos diários de Killer, Gears e Rocket League, além de sorteios de vários Xbox One. E o que dizer das dezenas e dezenas de estações para jogar? ReCore, Dead Rising 4, FIFA 17, Forza Horizon 3, o Modo Horda 3.0 de Gears 4 e diversas outras – diversão sem limites!

Inside Xbox_20160905_BGS 2016_B_0103

agência WTF/divulgação

Como uma última surpresa, Jonathan Taylor e Blake Vetter, da The Coalition, apresentaram (e jogaram MUITO!) um novo modo multiplayer, o Arms Race, do aguardadíssimo Gears of War 4. A demonstração foi toda feita no nosso esquema, ou seja, piscina de bolinha verde neles assim que a disputa terminou! Todos os fãs de uma boa partida entre Lancers ficaram completamente alucinados com a habilidade dos dois. Sério, quem perdeu, perdeu um dos momentos mais legais do evento.

Inside Xbox_20160904_BGS 2016_D_0222

agência WTF/divulgação

E como despedida, o Blog do Xbox gostaria de agradecer a todos que passaram por aqui no estande para conversar conosco. É sempre muito gratificante receber o carinho de vocês, assim como ouvir as críticas construtivas também. Puxões de orelha nos colocam no melhor caminho, afinal de contas, todo esse conteúdo é feito pra você, fã de Xbox. Nos vemos no ano que vem? Sem dúvida nenhuma que sim!

setembro 5, 2016

BGS 2016 – todo conteúdo do dia 4

Inside Xbox_20160904_BGS 2016_A_0270

Conteúdo fresquinho diariamente saído diretamente da minha, da sua, da nossa BGS 2016. Um oferecimento: Inside Xbox. E aqui está a seleção de tudo isso, num só lugar:

BGS 2016 – DIA 4

Entrevista – BRKsEDU (youtuber)

Entrevista – Graeme Jennings (produtor executivo – Halo Wars 2)

Entrevista – João Barão (produtor – FIFA 17)

Insidecast na BGS – Eduardo Giordano (team Xbox)

Para fazer o download do episódio em mp3, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Ou você ainda pode ouvir o áudio aqui mesmo:
Insidecast na BGS – Dia 4

setembro 4, 2016

BGS 2016 – DIA 4!

Inside Xbox_20160904_BGS 2016_A_0017

Pra quem pensou que todos os ingressos vendidos de sábado era pouco, então segura esse domingo com ainda mais gente! Penúltimo dia de BGS com atividades no estande da Microsoft em ritmo intenso. Dois Xbox One foram sorteados e diversos torneios de Gears, Rocket League e Killer foram suficiente pra todo mundo ficar maluco! Tem gente aqui que joga muito bem Killer – teve até Ultra Combo de 102 hits de algum Shadow Jago!

Inside Xbox_20160904_BGS 2016_C_0038

agência WTF/divulgação

Uma passadinha no espaço reservado aos indies aqui no estande nos revelou maravilhas. ID@Xbox com jogos nacionais espetaculares. Duvida? Experimente Shiny, Rocket Fist, Chroma Squad e vários outros e tire suas próprias conclusões. Só cuidado pra não viciar. Outra coisa: bem atrás do estande da Microsoft há muitas estações de jogos independentes totalmente brasileiros. Você aí, entusiasta de produções novas e diferentes, precisa jogar tudo aquilo.

Inside Xbox_20160904_BGS 2016_A_0029

agência WTF/divulgação

Tá sabendo que são muitas estações de Dead Rising 4 pra jogar, né? Quer experimentar todo poderio bélico natalino de Frank West antes do jogo chegar? Então aqui é seu lugar, também aberto aos fãs de uma bela carnificina morta-viva na forma da mais pura galhofa. Porque Dead Rising é isso aí: gargalhadas e muita tripa!

setembro 4, 2016

BGS 2016 – todo conteúdo do dia 3

Inside Xbox_20160901_BGS 2016_A_0479

Tá meio difícil de acompanhar tanto conteúdo produzido pelo Inside Xbox, né? Mas aqui nós facilitamos sua vida, separando todos os links de todos os vídeos, tudo organizadinho. Se liga aí!

BGS 2016 – DIA 3

Entrevista – Milton Leite (narrador do PES 2017)

Entrevista – Thiago Onorato (Xbox Brasil)

Entrevista – Shinji Hashimoto (produtor do Final Fantasy XV)

Insidecast na BGS – Matando Robôs Gigantes

Para fazer o download do episódio em mp3, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Ou você ainda pode ouvir o áudio aqui mesmo:
Insidecast na BGS – Dia 3

setembro 3, 2016

BGS 2016 – Dia 3!

Inside Xbox_20160903_BGS 2016_C_0022

Sábado de BGS, também conhecido como o dia mais intenso do ano! Terceiro dia da feira e o estande a Microsoft não poderia estar mais lotado. E você tá sabendo que rola sorteio de Xbox One todo dia aqui, né? Venha, jogue e se divirta! E não esquece de tirar aquela foto com o pessoal do Inside, heim.

Inside Xbox_20160902_BGS 2016_E_0061

agência WTF/divulgação

Vou ter que confessar: o estande de Gwent tá inacreditável. Ainda estamos surpresos com a dimensão que a CD Projekt Red está dando a esse jogo. Era pra ser apenas uma distração de Geralt entre uma matança e outra e agora é um dos mais aguardados por nós aqui no Blog do Xbox. E ter curtido o carteado fantástico aqui na feira só confirmou isso.

Inside Xbox_20160903_BGS 2016_C_0052

agência WTF/divulgação

Momento Gears (mais um, sabe como é): galera toda do Inside curtindo o Modo Horda de Gears of War 4 (e disponível pela primeira vez no mundo!) foi divertido ao extremo. Muitas novidades, como as diferentes classes para os combatentes e os inimigos robôs, e aquela carnificina tão característica.

Inside Xbox_20160902_BGS 2016_A_0003

agência WTF/divulgação

E vou terminar de escrever aqui e voltar lá pra jogar mais!

setembro 3, 2016

BGS 2016 – todo conteúdo do dia 2

Inside Xbox_20160902_BGS 2016_D_0121

Novo dia, muitos vídeos novos! BGS 2016 aberta ao público e todo conteúdo produzido pelo Inside Xbox nesse dia maravilhoso aqui, num único lugar. Tá preparado? Então, receba agora:

BGS 2016 – DIA 2

Entrevista – Gustavo Petró e Bruna Penilhas (jornalistas do IGN Brasil)

Entrevista – André Bronzoni (gerente de PES para as Américas)

Entrevista – Chris Bishop (Marketing Manager – Forza)

Insidecast na BGS – Eduardo Rocha (fã de Xbox e editor do Nós Nerds)

Para fazer o download do episódio em mp3, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Ou você ainda pode ouvir o áudio aqui mesmo:
Insidecast na BGS – Dia 2

setembro 2, 2016

BGS 2016 – Dia 2!

dia-02-blog-capa

Segundo dia de BGS, primeiro dia aberto ao público e estande da Microsoft lotado! A nossa já tradicional piscina de bolinha continua fazendo sucesso. Acha que é bom em Rocket League, Killer Instinct, Gears ou Guitar Hero? Então vem pra cá mostrar suas habilidades pra todo mundo ver. Ao perdedor? Um mergulho sem volta na imensidão das bolinhas verdes.

Inside Xbox_20160902_BGS 2016_B_0183

agência WTF/divulgação

A Thais realizou o sonho de todo fã de Final Fantasy: conheceu e entrevistou Shinji Hashimoto, um dos produtores mais importantes da famosa saga de RPG da Square Enix. Hashimoto-san apresentou um novo vídeo do universo do aguardadíssimo Final Fantasy XV a todos os presentes, além de presentar os fãs com pôsteres autografados. Foi um belo momento.

Inside Xbox_20160901_BGS 2016_A_0549

agência WTF/divulgação

Dando uma voltinha pela feira, acabamos no estande da Ubisoft, que está cheio de estações para jogar. Um dos jogos mais divertidos, Steep, leva o método Ubi para a ideia dos esportes radicais de inverno. Espere explorar as montanhas geladas dos Alpes e entrar em disputas acirradas com seu ski e diversas outras modalidades. Friozinho na barriga, pelo clima e pela altura, fazem parte da experiência.

Inside Xbox_20160901_BGS 2016_A_0541

agência WTF/divulgação

setembro 2, 2016

BGS 2016 – todo conteúdo do dia 1

Inside Xbox_20160901_BGS 2016_A_0668

Para que você não perca nada do que o Inside Xbox está realizando aqui na BGS 2016, vamos organizar direitinho todo conteúdo de cada dia em posts específicos. É sempre mais legal (e bonito, né?) ver tudo isso na dashboard do seu Xbox One, mas caso você prefira assistir tudo pelo Youtube, aí vão os links:

Inside Xbox na BGS 2016 – Dia 1

Mari e Thais mostram pra você tudo que tem aqui no estande da Microsoft. Ou quase tudo, porque tem tanta coisa, que vamos precisar de muitos programas pra isso!

Entrevista – Bertrand Chaverot (Managing Director Latin America – Ubisoft)

Entrevista – Chuck Osieja (Diretor Criativo – The Coalition)

Entrevista – Anderson Kanno (Diretor de Marketing – Acer Brasil)

Insidecast na BGS – Willen Puccinelli (Gerente de Xbox no Brasil)

Para fazer o download do episódio em mp3, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Ou você ainda pode ouvir o áudio aqui mesmo:
Insidecast na BGS – Dia 1

setembro 1, 2016

BGS 2016 – Dia 01!

dia-01-blog-capa

Começou a maior feira de videogames da América Latina! BGS 2016, estamos prontos pra você. E claro que o Blog do Xbox está por aqui, juntamente com todo mundo do Inside Xbox. E pensar que faz quase um ano das nossas primeiras postagens e que elas aconteceram por aqui, na BGS. Muita emoção envolvida.

Inside Xbox_20160901_BGS 2016_A_0473

agência WTF/divulgação

E pode acreditar: o estande da Microsoft está ainda maior que no ano passado. São muitas estações de jogos, indo dos últimos lançamentos, tipo Overwatch, até os mais esperados do ano, como ReCore, Forza Horizon 3, Dead Rising 4 e Gears of War 4. E vale dizer o seguinte sobre Gears 4: são duas experiências totalmente distintas e você vai fazer questão de experimentar as duas. Então corre pra cá assim que chegar!

blog-do-xbox-BGS-2016-dia-01-01

agência WTF/divulgação

Ainda sobre Gears 4, o Blog do Xbox teve a oportunidade de conversar com o diretor criativo do jogo, Chuck Osieja e é sempre muito legal sentir a empolgação de alguém tão importante envolvido com essa produção tão gigantesca. “Nelson me contou como os jogadores brasileiros são apaixonados pela franquia e fico muito feliz com isso!”, comentou Chuck. Quando perguntado sobre os novos monstros, os Swarms, ele foi enfático: “sabemos como os fãs curtem os Locusts e como superamos isso? Pensamos em termos de gameplay e dividimos os monstros por classes”. E pelo que vimos até agora nos trailers, os Swarms parecem ainda mais brutais. Se teremos algo parecido com o gigantesco Brumak? Vamos ter que esperar pra saber.

blog-do-xbox-BGS-2016-dia-01-03

agência WTF/divulgação

E pra fechar esse primeiro dia, tivemos aqui no estande da Microsoft a visita do nosso amigão, o Iarley. O fã número 1 de Xbox conheceu todo mundo do Inside e todo pessoal da Microsoft Brasil. E olha, acho que todos estavam ainda mais felizes que ele por compartilhar esse momento tão especial! Nos vemos amanhã!

agosto 30, 2016

Ramin Djawadi, compositor de Game of Thrones, é o responsável pela trilha de Gears of War 4

Composer Ramin Djawadi sideshot in studio

Por Adam Fletcher, Diretor de Comunidade na The Coalition

Cada trilha sonora de Gears of War tem sido uma experiência inesquecível e Gears of War 4 trará uma que vai levar essa ideia ainda mais longe. Estamos felizes em anunciar que a trilha do jogo será composta pelo maestro indicado ao GrammyEmmy e cujas faixas são amadas (e frequentemente, cantada) por milhares de pessoas ao redor do mundo: Ramin Djawadi.

Renomado por compor a trilha de grandes sucessos de Hollywood e de séries de TV, incluindo Game of Thrones, Homem de Ferro e Círculo de Fogo, Ramin está trazendo seu talento e visão única para criar composições que servirão de combustível a aventura fascinante de Gears of War 4.

blog-do-xbox-ramin-gears-of-war-4-01

As composições de Ramin, misturadas aos sons das icônicas Lancers, Gnashers e as vozes dos personagens da franquia, levarão o jogo a outro nível. Escute você mesmo assistindo ao vídeo logo abaixo, que conta com incrível material de bastidores de Ramin compondo, assim como comentários do Studio Head Rod Fergusson, do Diretor de Áudio John Morgan e do Engenheiro de Mixagem Alan Meyerson, discutindo o processo criativo e inspirações para os temas musicais diversos do jogo.

E nem é preciso dizer que todos na The Coalition e Xbox são grandes fãs do trabalho de Ramin e a música composta por ela para Gears of War 4 é algo realmente especial, trazendo uma dimensão incrível a experiência. Mal podemos esperar para ouvir essas faixas incríveis quando Gears of War 4 for lançado para Xbox One e Windows 10 no dia 11 de outubro.

Fique ligado aqui no Blog do Xbox e no perfil oficial de Gears of War no twitter para mais novidades excitantes nas próximas semanas.

agosto 29, 2016

O Inside Xbox 51 já está no Youtube!

blog-do-xbox-inside-xbox-51

Semana de BGS! É claro que o Inside Xbox, o Blog do Xbox e o Insidecast terão edições especialíssimas durante o maior evento de videogames da América Latina. Mas antes da chegada desse momento tão aguardado, que tal assistirmos ao mais novo episódio do Inside Xbox? Começando pela passagem da Mari pelas Olimpíadas! Ela e o Bruno, o cinegrafista do Inside e o anfitrião do Insidecast, prepararam uma matéria bem divertida lá no Rio de Janeiro.

No nosso apanhado de maravilhas indies da vez, temos jogos pra todo tipo de gosto. Em Anarcute, controlamos um grupo ensandecido de animaizinhos fofos e revoltados com a repressão do governo. Já em Grow Up, ajude nosso amigo robô Bud precisa reconstruir sua nave para voltar pra casa. Hyper Light Drifter é voltado a todos que curtem um belo desafio. É RPG de ação das antigas com pixel arte e trilha sonora maravilhosas. E que tal por em teste suas habilidades na cozinha? Overcooked convida você e seus amigos a prepararem os mais diversos pratos em condições totalmente malucas, além de muito divertidas, claro. Pra finalizar, In Between, jogo de plataforma e quebra-cabeças que promete agradar todo fã do já clássico Braid.

Curte o Batman? O pessoal do Inside também e a inusitada mistura do Homem-Morcego com a Telltale nos rendeu um jogo bem bom, como os três apresentadores comentam aí. Esse primeiro episódio de uma série de cinco, foca mais no Bruce Wayne e explora o relacionamento do magnata de Gotham com diversos figurões da cidade, como o advogado Harvey Dent e o mafioso Falcone.

No nosso momento dedicado a jogos de corrida, Nelson destrincha os dois mais novos lançamentos. Começando por Valentino Rossi The Game, que acompanha a carreira da lenda da motovelocidade. Daí, seguimos para Fórmula 1 2016, onde a última temporada da categoria chega completinha, com muitos modos de jogos e atualizações.

Mas se seu negócio não é velocidade, mas sim RPG de primeira linha, sem dúvida a expectativa por Deus Ex: Mankind Divided estava muito grande. Mas o momento de por as mãos nessa maravilha sci-fi finalmente chegou. A Mari jogou e te conta tudo sobre a nova super produção da Eidos e da Square Enix.

E pra fechar, vários recadinhos sobre a cobertura do Inside na BGS 2016, além de outro muito especial, dedicado ao nosso amigão, o Iarley! E ah, não esquece de conferir os bastidores da viagem olímpica da Mari e do Bruno durante os créditos. Nos vemos lá no estande da Microsoft na BGS!

agosto 26, 2016

Deus Ex: Mankind Divided – dicas diretamente dos desenvolvedores

blog-do-xbox-deus-ex-mankind-divided-capa

Por The Eidos-Montreál Team

Deus Ex: Mankind Divided já está disponível para Xbox One! Estamos extremamente entusiasmados para que todos vocês joguem nossa criação. Foi um processo de amor e paixão e estamos muito curiosos para saber as escolhas que todos farão e os estilos de jogo que adotarão. Gostaríamos de dizer que Deus Ex reside nos detalhes e, com isso em mente, aqui vão algumas dicas diretamente da equipe de desenvolvimento para você começar bem!

Jean-François Dugas, Diretor Executivo

“Em Deus Ex: Mankind Divided, trabalhamos no esquema ‘mostre, não diga’ e algumas coisas estão bem escancaradas. O lança-granadas está lá pra todo mundo ver em Praga – você é capaz de encontrá-lo sem atear fogo na cidade?”

blog-do-xbox-deus-ex-mankind-divided-01

Mary DeMarle, Diretora Executiva de Narrativa

“Não se esqueça de confrontar um ex-chefe e de manter contato com ele. Você pode descobrir coisas interessantes dessa forma.”

Patrick Fortier, Diretor de Gameplay

“Os controles em Mankind Divided permitem otimização para todas as características do jogo sem mover os dedos do controle, mas também oferecemos suporte para um esquema mais tradicional de um FPS.”

René-Martin Pauzé, Diretor Executivo de Gameplay

“A melhor dica que posso compartilhar é sobre manter os olhos abertos e sempre prestar atenção aos arredores. Cada área oferece muita coisa para apanhar, especialmente material para criar coisas novas. Você pode encontrar partes no cenário, e elas são essenciais para evoluir suas armas e criar itens úteis. Uma dessas partes é o Multitool, que permite destrancar portas com nível de segurança alto sem a necessidade de hackeá-las.”

blog-do-xbox-deus-ex-mankind-divided-02

Stéphane Roy, Produtora Executiva

“Tenho duas dicas pra você: primeiro de tudo… Lembre-se. Não esqueça nada. Colocamos muito tempo e esforço nos diálogos e traduções, então, definitivamente, recomendamos que você tome seu tempo e ouça esses diálogos.”

Olivier Proulx, Produtor

“Trabalhamos duro para fazer Mankind Divided um jogo denso e recompensador com muitos segredos. Certifique-se de explorar bem os cenários por todo jogo, dando a você mesmo a oportunidade de descobrir novos itens, realizar missões paralelas e descobrir novos trechos da narrativa – e se lembre: pense verticalmente!”

Fleur Marty, Produtor

“Na cerne de Deus Ex: Mankind Divided – Breach, nosso novo modo de jogo, ao invés de ir até a saída quando ela se torna disponível, tente pular no poço sem fundo. Pode ser que você tenha alguns segundos de seu tempo sobrando. Além disso, assim que você destravar novos aprimoramentos, não esqueça de revisitar servidores passados do Breach e experimentá-los com essas melhorias. Você pode encontrar novas formas de terminar aquele nível ou coletar ainda mais informação.”

E, acima de tudo, se divirta com Deus Ex: Manking Divided. Esperamos que você goste!

agosto 25, 2016

The Witness chegará ao Xbox One em 13 de setembro

blog-do-xbox-the-witness-capa

Por Jonathan Blow, Presidente da Thekla Inc.

The Witness é um jogo sobre exploração e resolução de quebra-cabeças. Levou muito tempo para finalizá-lo – sete anos! Ficamos um bom tempo lapidando cada detalhe da ilha a ser explorada, então tudo ali importa, normalmente de maneira surpreendente.

Recebemos muitos pedidos para trazer The Witness ao Xbox One. As pessoas me mandavam tweets sobre isso o tempo todo! Então, estamos felizes em dizer que isso vai acontecer em breve: The Witness estará disponível para download no Xbox One a partir do dia 13 de setembro de 2016.

blog-do-xbox-the-witness-01

The Witness é um jogo pouco convencional. Você vaga por um mundo aberto, assim é possível explorar o que chamar sua atenção. Através da ilha, você irá encontrar muitos quebra-cabeças, todos com temas diferentes. Mas esses quebra-cabeças não são apenas arbitrários e sem sentido, eles comunicam ideias. Conforme joga, você assimila uma linguagem não verbal e você vai saber o que fazer mesmo sem saber explicar direito o porquê.

No processo de realizar The Witness, aprendemos muito sobre a forma como as pessoas o jogam. Algumas pessoas resolvem tudo rapidamente, terminando o jogo em 25 ou 30 horas; outras pessoas tomam tempo, investigando cada detalhe e passam mais de 100 horas explorando, encontrando coisas novas o tempo todo. Para minha surpresa, The Witness é um jogo excelente para jogar com um amigo, mesmo que não tenha sido criado para isso; recebemos muitos comentários de pessoas que se divertiram muito jogando com seus maridos/esposas/namorados/namoradas.

blog-do-xbox-the-witness-02

Esse jogo contém muitas surpresas. Eu recomendo ir até ele sem saber de nada. Caso fique preso, ou algo pareça muito difícil, você pode explorar algum outro lugar e voltar para aquele problema mais tarde. Em algum ponto da ilha, você talvez encontre pistas para ajudar na resolução do seu enigma, tendo uma experiência muito gratificante quando fizer as conexões certas. Por outro lado, caso você procure por respostas em vídeos na internet ou em fóruns, terá uma experiência vazia – você saberá a resposta, mas terá perdido a parte divertida da experiência. A melhor parte desse jogo é o que acontece em sua mente quando conexões começam a acontecer.

Com esse pequeno conselho, direi adeus por ora, pois temos mais algumas semanas para otimizar o jogo. Nos vemos em 13 de setembro!

agosto 24, 2016

Games With Gold para setembro de 2016

XboxLive_GamesWithGold_EN_RGB

Para o mês de setembro, membros Xbox Live Gold irão receber quatro novos jogos grátis – dois para Xbox One e dois para Xbox 360 – como parte do programa Games With Gold. Você pode jogar ambos os títulos de 360 no Xbox One como parte da retrocompatibilidade.

No Xbox One, membros Xbox Live Gold podem fazer o download de Earthlock: Festival of Magic de graça durante o mês de setembro. Assassin’s Creed Chronicles: China estará disponível como download grátis de 16 de setembro até 15 de outubro.

No Xbox 360, a partir de quinta-feira, 01 de setembro, Forza Horizon estará disponível como download gratuito para membros Xbox Live Gold até 15 de setembro. A partir do dia 16 de setembro, membros Xbox Live Gold poderão fazer o download grátis de Mirror’s Edge até dia 30 de setembro.

agosto 23, 2016

Impressione os Deuses em Jotun: Valhalla Edition em 9 de setembro

blog-do-xbox-jotun-capa

Por William Dubé, Diretor Criativo na Thunder Lotus Games

Estamos extremamente entusiasmados em anunciar que Jotun: Valhalla Edition vai chegar ao Xbox One no mundo todo na sexta-feira, dia 9 de setembro! Jotun: Valhalla Edition contém o Valhalla Mode, além de um modo para enfrentar todos os chefões em versões ainda mais difíceis do jogo original.

blog-do-xbox-jotun-01

Jotun é um jogo de exploração todo desenhado a mão e inspirado na mitologia nórdica. Você joga como Thora, uma guerreira viking cuja morte não foi nada gloriosa e que agora precisa provar a si mesma aos Deuses para entrar em Valhalla. Explore vastas regiões do purgatório nórdico para encontrar runas, despertando assim os massivos elementais nórdico conhecidos como Jotuns. Lute contra eles usando seu machado de lâmina dupla, a bênção dos Deuses e todas as suas habilidades de guerreiro!

blog-do-xbox-jotun-02

A versão de Xbox One está sendo bastante esperada. Sabemos que muitos de vocês tem pedido pelo jogo já há algum tempo e posso dizer o quão incrível é finalmente poder dizer que o jogo está para ser lançado! Estamos absurdamente maravilhados com a jornada traçada por Jotun até aqui.

blog-do-xbox-jotun-03

Estamos realmente felizes por saber que fãs de Xbox One ao redor do mundo poderão jogar Jotun como ele deve ser experimentado: do conforto de seu sofá e com seu controle, em frente a uma HDTV e com excelente sistema de som.

Eu, sinceramente, espero que você goste de Jotun: Valhalla Edition porque, no final das contas, é você, nosso fã, a razão pela qual fazemos jogos.

Impressione os Deuses!

agosto 22, 2016

Earthlock: Festival of Magic nos Games With Gold de setembro

blog-do-xbox-earthlock-capa

A Snowcastle Games tem estado a todo vapor pelos últimos quatro anos em seu primeiro grande título, Earthlock: Festival of Magic, que está chegando ao Xbox One dia primeiro de setembro. E não apenas isso, mas o jogo será o primeiro dos quatro a fazer parte dos Game With Gold de setembro, com os títulos restantes a serem anunciados ainda essa semana.

blog-do-xbox-earthlock-01

Esse RPG ocidentalizado com batalhas em turno, sutilmente revelando suas origens escandinavas, começa como uma aventura simples, mas se desenvolve numa jornada muito mais profunda. Jogue como Amon e se una a diversos heróis nada convencionais para salvar Umbra, um belo mas difícil mundo que, misteriosamente, parou de girar há milhares de ciclos.

blog-do-xbox-earthlock-02

Misture e desenvolva estratégias para derrotar inimigos criando munição e materiais, colhendo plantas com capacidades elementais e personalizando a árvore de talento de seus personagens.

Traremos mais notícias sobre Earthlock: Festival of Magic e sobre os jogos de setembro do Games With Gold ainda essa semana!

agosto 19, 2016

Insidecast #14 – BGS 2016

blog-do-xbox-insidecast-14-capa

Tá chegando! Faltam poucos dias para a edição 2016 da BGS, o maior evento de videogames da América Latina. E aí, como está o coração? Ansioso? Ansiosa? Já esteve no evento? Está vindo pela primeira vez? É sua chance de jogar todos os jogos mais aguardados e espetaculares da temporada – e também, claro, conhecer (ou rever!) o pessoal do Inside! E caso você esteja curioso sobre a participação da Microsoft, do Inside Xbox e do Blog do Xbox na BGS, esse podcast foi mesmo feito pra você. E com a participação mais que especial de Thiago Onorato, vindo diretamente da Microsoft Brasil para revelar muita coisa pra todo mundo que não aguenta esperar (tipo a gente). Divirta-se e nos vemos lá!

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

Thiago Onorato
Twitter: @onorathi
Gamertag: onorathi

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #14 – BGS 2016

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

Links dos assuntos comentados no programa:

O Twitter da desenvolvedora de jogos e executiva da Microsoft, Shannon Loftis

******

 

agosto 18, 2016

Scalebound – personalize e crie vínculos com seu parceiro dragão

blog-do-xbox-scalebound-capa

Por Jean Pierre Kellams, Produtor Criativo na PlatinumGames

Desde que apresentamos Scalebound para o mundo, focamos em mostrar Drew e Thuban juntos. Na Gamescom 2016, fomos mais a fundo com os dragões. Especificamente, como será possível personalizar Thuban e o que significa trabalhar em equipe com ele no combate. O Diretor Criativo Hideki Kamiya (@PG_kamiya) e eu nos divertimos explicando às pessoas sobre isso no evento alemão.

DNA de Dragão é o sistema que aborda toda a personalização que você pode fazer em Scalebound: é composto de três diferentes ferramentas – transformação, partes e armadura – que permite a cada jogador construir um parceiro realmente único no mundo de Draconis.

blog-do-xbox-scalebound-03

Nós já mostramos os três tipos centrais de dragões para escolher – o Rex, Tank e Wyvern – mas as possibilidades são ainda maiores com as transformações. Esses tipos estão conectados por um círculo evolutivo e usando gemas no templo do dragão, os jogadores poderão misturar seus atributos físicos e visuais, seja a força de um Tanque ou a rapidez de um Wyvern. Você pode até fazer algo bem próprio, tipo um Rex gordo, por exemplo. Ele seria uma mistura de Tank e Rex, mas um pouco mais lento que um Rex normal, mas podendo aguentar bem mais dano.

Em seguida, partes do dragão. Essas são melhorias permanentes (você está mudando o DNA do dragão, afinal de contas) e que alteram a aparência física e trazem características elementais a Thuban (você verá um exemplo logo abaixo). No Modo Berserker, que é tipo um Dragon Form para Dragões, você pode imaginar essas partes como extensões orgânicas e animalescas do corpo de Thuban. Isso traz melhorias ofensivas enquanto a armadura traz melhorias defensivas.

blog-do-xbox-scalebound-01

Ao contrário da transformação das partes, armadura é feita por mãos humanas. Os jogadores poderão comprar armaduras com o dinheiro conseguido derrotando inimigos, completando missões ou encontrado-o pelo mundo do jogo, podendo assim criar misturas e combinações para aumentar as defesas de Thuban. Armadura também pode ser destruída na batalha, então é preciso arrumá-la durante o jogo. Uma das nossas armaduras preferidas é essa aqui:

blog-do-xbox-scalebound-02

Quando você configura Thuban ao seu estilo de jogo, como isso reflete no combate? É aí que o Dragon Link entra em cena. Estamos apresentando Dragon Link como uma forma de diretamente controlar Thuban através do ponto de vista de Drew, tornando seu dragão um personagem controlável. Com o apertar de um botão, será possível alterar entre os modos de jogos para explorar as fraquezas dos inimigos, encontrando aberturas para Drew atacar.

Essa colaboração com Thuban se traduz nessa ação estilosa que muitos fãs da Platinum Games já conhecem e amam. Ter total domínio do jogo acontece quando você toma controla de Thuban e o utiliza para complementar Drew; no entanto, quando Drew está usando o Dragon Link, ele está vulnerável, então você precisa saber bem o momento de usar essa técnica tão crítica. Isso também cria um jogo muito divertido no multiplayer, com os jogadores se ajudando e alternando o uso do Dragon Link.

É melhor pensar em Drew e Thuban como duas partes fundamentais de Scalebound. Tudo gira em torno de decidir qual usar para abrir passagem e prosseguir na jornada. Hoje, compartilhamos esses detalhes de como o DNA de Dragão e o Dragon Link tornam tudo isso possível e mal podemos esperar para revelar ainda mais no futuro!

agosto 16, 2016

A pancadaria 2D de Super Comboman está chegando ao Xbox One

blog-do-xbox-super-comboman-capa

Por Justin Woodward, Diretor Criativo e Proprietário na Interabang Entertainment

Nós aqui da Interabang somos um bando de desenvolvedores e artistas trabalhando em projetos que amamos. O time está espalhado por Oakland, San Diego, Chicago e Montreal, se unindo graças ao wi-fi e a paixão compartilhada por videogames.

O time, que cresceu jogando side-scrolling clássicos e obras-primas da pancadaria, tem trabalhado muito para entregar um jogo de ação 2D cheio de combos e porradas para os jogadores de Xbox One. O gameplay, a arte e o humor em Super Comboman prestam homenagem aos jogos de porrada 2D do passado e aos mangás e quadrinhos que acompanharam nosso crescimento.

blog-do-xbox-super-comboman-01

No nosso jogo, você controlará Struggles, fã do Super Comboman procurando por trabalho. Então, leve-o até o local de construção mais próximo, onde você pode conseguir seu pagamento distribuindo sopapos. O dia a dia de Struggles é cheio de inimigos pirados para combater, movimentos especiais para realizar e diversas novas combinações para aprender.

blog-do-xbox-super-comboman-03

Estamos muito empolgados por anunciar Super Comboman chegando a Xbox Live. Mal podemos esperamos para que todos vocês experimentem o jogo e todas as suas sequências alucinantes de ação. Nós enchemos Super Comboman com chefões saídos diretamente de mangás e movimentos clássicos de luta. Mas esteja avisado: não há caminho fácil pela pancadaria, então trate de exercitar seus dedos e nos dê o seu melhor!

agosto 15, 2016

O especialíssimo Inside 50 já está no Youtube!

blog-do-xbox-inside-xbox-50-capa

Fortes emoções no novo episódio do Inside Xbox. Para celebrar a quinquagésimo edição (não levamos em consideração os especiais nessa contagem), todos os envolvidos com a realização desse programa tão querido deram um depoimento, contando seu momento preferido em todo esse tempo de Inside. Prepare o lencinho e embarque nessa com a gente.

Dando continuidade as atividades, a importantíssima campanha GamerBlood é destaque. Que tal juntarmos nossa paixão por games para ajudar pessoas? Dá só uma olhadinha aqui no post para saber exatamente do que se trata. E para fechar esse episódio super especial, uma dica esperta para você que ainda não conseguiu atualizar o seu Xbox One.

Aproveitando a deixa, nós, do Blog do Xbox, gostaríamos de parabenizar a equipe do Inside Xbox por esse marco em sua história – foram cinquenta programas levando informação e diversão para toda comunidade Xbox. E que venham mais 50, 500, um milhão!

agosto 12, 2016

Não deixe o jogo acabar

blog-do-xbox-gamerblood-capa

A vida de todo gamer é marcada por diversos momentos como compartilhar uma vida extra com outros jogadores, acompanhá-los em uma fase mais difícil ou trocar energias e itens necessários para sobreviver e vencer as batalhas mais difíceis.

São essas atitudes solidárias que fazem com que inúmeras partidas não acabem antes da hora.

É esse espírito de solidariedade que iremos transportar do mundo virtual para o real através da campanha de doação de sangue GamerBlood, que vai ajudar milhares de pessoas em todo o Brasil a superar os desafios do maior jogo de todos: o jogo pela vida.

Embora desenvolvida pela Xbox do Brasil, essa campanha pioneira no país é voltada para todos os gamers do país e será divulgada nos principais canais de mídia e nas redes sociais da Microsoft, de Xbox e dos apoiadores, além de contar com a exposição proveniente de um time de embaixadores escolhidos entre celebridades e influenciadores da web, da TV e da indústria de games.

Para participar, o interessado deverá fazer uma doação em qualquer posto de coleta do país no período de 12 a 28 de agosto de 2016.

No dia 28 de agosto (domingo), será realizada na livraria Cultura, no Conjunto Nacional, na Av. Paulista, em São Paulo, a distribuição de um kit especial para os 300 primeiros doadores que comparecerem ao local munidos de documento de identificação e comprovante de doação. O kit será composto por: uma camiseta GamerBlood, um certificado de participação, um ingresso para a Brasil Game Show 2016 e um brinde dos apoiadores.

Os participantes que comparecerem à BGS 2016 utilizando a camiseta GamerBlood poderão desfrutar ainda de acesso VIP aos principais jogos e campeonatos realizados dentro do estande de Xbox.

Com o sucesso da campanha, mostraremos que a paixão pelo games também pode salvar vidas!

agosto 11, 2016

The Devil’s Daughter e um bate-papo sobre Sherlock Holmes

blog-do-xbox-the-devils-daughter-capa

Uma boa história de crime e mistério é sinônimo de Sherlock Holmes. O famosíssimo personagem criado pelo escritor britânico Sir Arthur Conan Doyle é protagonista de um sem fim de casos dos mais diversos tipos e representados nas mais diversas mídias. Há muito tempo, esses casos são também representados nos videogames e o estúdio europeu Frogwares, tem dedicado grande parte de sua existência a esse genial personagem. E é elementar, meu caro leitor e leitora do Blog do Xbox, que não poderíamos deixar de falar sobre The Devil’s Daughter, o mais novo título estrelado por Sherlock e seu fiel escudeiro, Dr. Watson. Para isso, conversamos com Aurélie Ludot, Narrative Designer & Project Manager da Frogwares, que (tentou) solucionar algumas de nossas dúvidas (e enigmas) sobre a série e o personagem. Confere aí!

Obrigado por nos conceder essa entrevista! Antes de falarmos de The Devil’s Daughter, nos fale um pouco sobre vocês. Como é a rotina da Frogwares como criadora e desenvolvedora de jogos?

Olá e obrigado por nos receber! Nós somos a Frogwares, um estúdio localizado em Kiev, a capital da Ucrânia. Temos nos dedicado a fazer jogos por quinze anos e somos famosos por nossa série estrelado por Sherlock Holmes. Na verdade, The Devil’s Daughter é nosso oitavo jogo do Sherlock! Há cerca de oitenta de nós trabalhando juntos nos jogos e uma das coisas que temos em comum é o fato de amarmos mistérios e o desconhecido.

blog-do-xbox-the-devils-daughter-01

Já que vocês fazem jogos do Sherlock há tanto tempo, como vocês sentem o personagem? Familiar, eu diria?

O interessante sobre Holmes é que, mesmo estando com ele por tanto tempo, ele continua sendo excitante para nós, tanto quanto quando lançamos nosso primeiro jogo de Sherlock Holmes em 2004. Ele é o personagem perfeito para servir como figura central em nossos jogos – um super-herói com poderes de super-herói (sua mente inquisitiva), personagens diabólicos com segredos e histórias que tangem redes de mentiras. E o fato de Sherlock ter um pouco de apatia perante a sociedade adiciona ainda mais tempero ao caldo. É a mistura perfeita de ingredientes para um jogo fantástico e não há como não se entusiasmar quando você entra nesse mundo.

blog-do-xbox-the-devils-daughter-02

Muitas mecânicas de jogo encontradas em Crimes and Punishments estão também em The Devil’s Daughter. Você poderia elaborar um pouco sobre novidades, de um ponto de vista dos controles?

Uma das maiores mecânicas, o Sistema de Dedução, continua presente em The Devil’s Daughter. E como em Crimes and Punishments, os jogadores tem a liberdade de escolha para decidir quem foi o culpado, assim como seu posicionamento moral ao julgamento. Entretanto, dessa vez queríamos que os jogadores realmente sentissem o imapacto de sua decisão, então as decisões tomadas em casos específicos tem um peso no todo também. Outra diferença que os jogadores vão perceber é que o mundo agora é muito maior, mais aberto e cheio de personagens e nuances. Os quebra-cabeças de lógica voltaram, porém, dessa vez com suas sutilezas próprias. Melhoramos o esquema de analisar suspeitos e, como um belo extra, é possível controlar outros personagens. Há muitas mecânicas novas para ver e jogar em The Devil’s Daughter e mal podemos esperar para saber o que os jogadores estão achando!

blog-do-xbox-the-devils-daughter-03

Como é pra vocês criar histórias protagonizadas por Sherlock e, ao mesmo tempo, manter o alto nível de Sir Arthur? É muito difícil?

Algo interessante de trabalhar com Sherlock é que é bem fácil fantasiar novas histórias, casos e roteiros que Watson e ele possam viver. Você acaba influenciado por outros textos, séries de TV, filmes, fan fictions, etc e não é possível não ser influenciado para criar aventuras. Entretanto, você também tem que pensar nos fãs e em todo respeito pelo mundo criado por Arthur Doyle – afinal de contas, enviar o Sherlock para o espaço pode não fazer sentido com o personagem e com o que os fãs esperam. Quando criamos histórias e novos casos para nossos jogos do Sherlock, sempre conversamos com a comunidade para nos certificarmos que a visão estão correta. Fazemos de tudo para ter certeza de que nosso mundo é crível, um mundo e história nos quais é possível viver neles.

blog-do-xbox-the-devils-daughter-04

Tanto Sherlock quanto Watson estão muito mais novos nesse jogo. É para ter algum apelo com uma audiência mais jovem? Por que essa abordagem agora?

Nossa maior razão para trazer Sherlock e Watson mais jovens está atrelado a história central de The Devil’s Daughter. Dessa vez, introduzimos um novo personagem a vida de Sherlock – sua filha Katelyn. Queríamos explorar um lado de Sherlock que não havíamos feito ainda. Ele é pai de uma jovem garota e, por mais que ele tente ser uma boa figura paterna, infelizmente nem sempre as coisas saem de acordo com o planejado. Então, para torná-lo um pai mais relacionável, tínhamos que tornar Sherlock mais jovem – um Sherlock mais velho e durão não nos ajudaria a criar imersão na história. É sobre essa construção emocional e os laços criados entre os jogadores e os personagens.

Qual o futuro de Sherlock e sua mente genial? Vocês já estão criando novos casos para resolvermos?

Sherlock está sempre em nossas mentes, mas vamos dar um tempo agora. Estamos trabalhando em um título original chamado The Sinking City. É um jogo ambientado no universo de Lovecraft, onde insanidade, terror e o cultismo dominam o mundo.

agosto 9, 2016

O jogo de ação e plataforma Unit 4 está chegando ao Xbox One

blog-do-xbox-unit-4-capa

Por Alberto Belli, Fundador e CEO na Gamera Interactive

Estou muito animado para compartilhar com você que nosso jogo de plataforma e ação pixelizado, Unit 4, vai chegar ao Xbox One no começo do ano que vem. Gamera Interactive é um estúdio de desenvolvimento totalmente novo e composto por veteranos da indústria, sendo Unit 4 nosso primeiro jogo. Estamos trabalhando duro para criar a melhor experiência possível no console, entregando um jogo de plataforma das antigas para você e seus amigos.

blog-do-xbox-unit-4-01

Um exército de aliens maldosos roubou um artefato sagrado enquanto invadia o seu planeta natal. Notícias similares tem surgido de vários outros planetas do Sistema Solar que está começando a decair sem o suporte vital desses artefatos. Nossos heróis começarão uma épica e perigosa jornada para descobrir a verdade por trás dessas invasões. Quem são esses alienígenas? O que estão tentando conseguir? Nossos heróis conseguirão evitar o colapso do universo? A Unit é a última esperança restante!

Unit 4 é sobre um time especial composto por quatro personagens diferentes vindos de uma galáxia (não tão) distante, cada um com suas próprias habilidades: agilidade, força, engenharia e misticismo. O jogo inclui gameplay intenso e altamente dinâmico baseado em experiências clássicas de jogos de plataforma. Cada um dos quatro personagens pode se mover e pular fazendo uso de habilidades únicas, permitindo movimento diferenciado e dinâmico. As fases estão cheias de criaturas estranhas, inimigos poderosos e perigosos, armadilhas mortais e quebra-cabeças de lógica e movimento.

blog-do-xbox-unit-4-02

Você pode curtir o jogo tanto sozinho, quanto em multiplayer cooperativo para até quatro jogadores. No modo para um jogador, é possível trocar entre todos os personagens instantaneamente, combinando a habilidade de cada um e criando um sistema de movimentação bem particular e profundo. Cooperação é chave no modo cooperativo já que os personagens não conseguem acessar todas as áreas de uma fase ou realizar todas as ações que outro personagem conseguiria. Os jogadores precisarão se ajudar, bolando meios de combinar as habilidades dos personagens de formas mais e mais complexas. Não há nenhum sistema de energia no jogo, sendo assim, o dano dos inimigos e armadilhas causarão a morte!

blog-do-xbox-unit-4-03

O universo também será a estrela do show em Unit 4: dedicamos muito tempo para criar esse cenário vasto, enquanto mantínhamos uma visão de narrativa para os diferentes mundos que você irá explorar. Planetas, campos de asteroides, estações espaciais e espaçonaves estão esperando para serem exploradas por você. Destravar minigames muito loucos e encarar desafios bem difíceis em batalhas incríveis contra chefões também serão parte do trabalho da Unit.

Nós adoramos manter esse contato com você, então nos acompanhe no Twitter, Facebook ou em nosso site oficial para mais informações sobre Unit 4 e outros projetos que estão a caminho!

agosto 8, 2016

Ganhe itens exclusivos com a pré-compra dos jogos mais aguardados do ano!

blog-do-xbox-pre-compra-capa

A gente sabe que as expectativas por ReCore, Forza Horizon 3, Gears 4, a terceira temporada completa de Killer Instinct e Dead Rising 4 estão gigantescas. Compartilhamos desse sentimento, pode acreditar. Para tornar a dor (deliciosa) da espera ainda maior, saiba que todos esses exclusivos chegam com ainda mais surpresas! A partir do dia 9 de agosto começa uma campanha de pré-compra especial de todos os títulos acima citados. E quer saber por que é especial? Porque ao fazer a compra antecipada você recebe itens exclusivos de cada jogo. Com um detalhe: esses itens são limitadíssimos, então corre pra não ficar chupando o dedo. O Inside já tinha antecipado, mas agora você confere tudo com mais detalhes:

• ReCore: código de Banjo-Kazooie: Nuts & Bolts do Xbox 360;

• Killer Instinct: adesivo personalizado Killer Instinct para controle de Xbox One;

• Forza Horizon 3:  carros exclusivos – Ferrari 488 GTB, Challenger SRT Hellcat, Audi R8 V10 plus, Jaguar F Type Project 7 e 63 AMG S Coupe;

• Dead Rising 4: tokens de Steam Punk Snowman Head, Candy Cane Crossbow e Slicecycle;

• Gears of War 4: skins exclusivas para Lancer, skin Vintage Del e 3 Bounty Cards. As skins variam de acordo com o varejista – confira em sua loja favorita; além disso, códigos de acesso a todos os outros jogos da franquia!

agosto 5, 2016

Insidecast #13 – Expectativas até o fim do ano

blog-do-xbox-insidecast-13-capa

Segundo semestre é mesmo complicado. E da melhor forma possível, afinal de contas, os grandes lançamentos do ano normalmente chegam nesse período e é bem difícil escolher o mais aguardado de 2016. A dificuldade é tanta, que rendeu um novo Insidecast, totalmente dedicado aos jogos mais aguardados de cada um dos participantes. Entre Forza Horizon 3, Final Fantasy XV, Gears of War 4 e Titanfall 2, são muitos os lançamentos, de todos os gêneros possíveis. E você? Quais são os que você está mais ansioso pra jogar?

Ah, só uma coisa: pouco tempo depois da gravação do podcast, Outlast II foi adiado para o ano que vem. É, Makson, vai ter que esperar um pouco mais pra embarcar nesse pesadelo.

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #13 – Expectativas até o fim do ano

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

Fica a dica:

Thais: (mangá) Orange; (restaurante) Delica Hatiko

Mari: (banda) Corona Kings; (HQ) Batman – Dia das Bruxas

Nelson: (filme) Caça-Fantasmas

Bruno: (jogo) Song of the Deep

Makson: (jogo) Hyper Light Drifter

******

agosto 4, 2016

Como ouvir música e áudio de fundo no Xbox One

blog-do-xbox-música-de-fundo-capa

Ouvir música e áudio de fundo já está disponível no Xbox One graças a última atualização e aqui ensinamos como funciona num passo a passo bem simples e direto.

1 – Primeiramente, faça o download de algum aplicativo que suporte essa função. Procure por Groove Music ou o Cast (para podcasts) na loja. Mais aplicativos que suportam a função estão a caminho, incluindo Pandora e mais;

blog-do-xbox-insidecast-fundo

2 – Utilizando o Cast como exemplo, abra o aplicativo para encontrar os podcasts (incluindo o nosso preferido, o Insidecast!) para ouvir usando a ferramenta de busca. Com o cursor, selecione “tocar”;

3 – Quando o áudio estiver tocando, você pode começar a realizar diversas outras funções;

4 – Para acessar o controle do áudio de fundo, aperte duas vezes o botão Xbox no seu controle. Isso abrirá o guia. Caso o áudio estiver rolando de fundo, o guia selecionará automaticamente a abra para multitarefa;

blog-do-xbox-multitarefas

5 – Desse menu, você pode pular faixas, ajustar o volume e selecionar a opção de tela cheia para voltar a página do aplicativo.

agosto 2, 2016

Inside Xbox 49 já está no Youtube!

blog-do-xbox-inside-xbox-49-capa

Mais um Inside Xbox saído diretamente da dashboard de seu Xbox One para o Youtube! E que tal começar com uma baita dica? Todos os grandes lançamentos do segundo semestre e exclusivos de Xbox One e Windows 10 chegarão com várias vantagens para quem fizer a pré-compra. Fique ligado nas redes sociais de Xbox para não perder.

Ansioso pelo novo Deus Ex? A Mari foi até São Francisco experimentar Mankind Divided em primeiríssima mão e contou tudo pra gente. Saindo de um dos triple A mais aguardados do ano, vamos para os independentes. Começando com a nova versão de Q*bert, clássico do Atari de 82. Caso queira continuar nos quebra-cabeças descabelantes, Lumo é uma ótima pedida. A Thais gostou bastante! Assim como a Mari gostou do indie japonês Kyub, que também não parece nada fácil, heim.

Agora, se seu negócio é se assustar jogando, Among the Sleep vai te surpreender. Já pensou em controlar um bebêzinho de dois anos cheio de pesadelos? Bem que os Ghostbusters poderiam dar uma mãozinha. Talvez se a mãe do neném soubesse a quem chamar…

Destruição e carnificina em quatro rodas? É isso que você quer? Então o novo Carmageddon é pra você. Max Damage apresenta uma enorme quantidade de veículos e pistas repletas de atividades nada civilizadas. Da mesma forma que a população tem se comportando no planeta Marte de The Technomancer, onde jogador deve tentar manter a ordem numa sociedade à beira da ruína, necessitada de seu líquido mais precioso: água.

E para fechar de forma mais relaxante, o novo jogo dos criadores de Sunset Overdrive. Song of the Deep coloca você no papel de uma garotinha atrás de seu pai. Mas não pense que essa será uma aventura qualquer, afinal de contas, você vai atrás dele no fundo do mar, a bordo de um submarino!

agosto 1, 2016

A nova atualização do Xbox One já está disponível

[IX49] dash Captura de Tela 01_08_16 11.15

Por Mike Ybarra, Head of Platform Engineering 

A última atualização do Xbox One e do Xbox app já está disponível, continuando nosso compromisso em entregar aos jogadores mais opções em como e onde querem jogar. Música de Fundo está disponível através de aplicativos como Pandora, estamos trazendo os títulos mais jogados no PC para a Xbox Live com seus próprios Game Hubs e estamos começando a combinar o melhor da Loja Xbox e da Loja Windows para uma simples e coesa experiência em ambas as plataformas. E, claro, essas atualizações estarão disponíveis no novo e altamente antecipado Xbox One S, quando a edição de lançamento de 2TB estiver disponível para compra. A atualização também estará pronta para os modelos de 1TB e 500GB do Xbox One S.

Praticamente todas as funções inclusas no Preview do começo de junho são parte dessa atualização e houve algumas adições desde então, como a Independência de Idioma e Região para o Xbox One e o lançamento recente do Xbox app para ambos iOS e Android. Aqui estão alguns destaques das novas funções no Xbox One e Xbox app:

Xbox One

• Música de Fundo: A atualização permite realizar uma das funções mais pedidas, ouvir música de fundo, o que permite ouvir as suas músicas ou podcasts favoritos enquanto você joga em seu Xbox One. O aplicativo Pandora, que chega em breve, é o primeiro de muitos parceiros que irão oferecer suporte a Música de Fundo, com Groove Music, iHeartRadio e outros aplicativos chegando em breve.

[blog] áudio segundo plano Captura de Tela 01_08_16 11.11

• Cortana no Xbox One: Cortana está disponível no Xbox One nos Estados Unidos e Reino Unido, ainda sem data para o Brasil. Com Cortana, os jogadores podem esperar mais comandos de voz no Xbox. Somado a isso e maior precisão com o linguajar natural, Cortana oferece a habilidade de usar headset ou o Kinect. Será possível usar Cortana para encontrar jogos, descobrir quem dos seus amigos está online, começar um grupo, realizar tarefas comuns como ligar seu Xbox One caso você esteja usando Kinect e muito mais. Continuaremos a desenvolver novas capacidades a Cortana com o passar do tempo como parte da visão que temos para Cortana como sua assistente digital para jogos.

• Coleção de Jogos melhorada: Nós atualizamos a interface da Coleção de Jogos para tornar mais fácil e rápido para encontrar e iniciar os jogos que você procura. Agora, será possível separar, ajeitar e ver toda sua Coleção de Jogos de forma mais fácil e rápida, assim como a aba “Pronto para Instalar”, atualizar seus jogos e aplicativos usando a nova aba “Atualizar” e obter mais informações sobre os jogos que estão sendo instalados.

[blog] jogos instalados Captura de Tela 01_08_16 09.37

• Independência de Idioma e Região: Baseado na quantidade enorme de pedidos, nós implementamos Independência de Idioma e Região para oferecer aos jogadores ainda mais controle sobre sua experiência em Xbox. Independência de Idioma e Região permite escolher qualquer idioma disponível no Xbox One, independentemente da localização. Por exemplo, caso você esteja nos Estados Unidos e se mude para a Alemanha, é possível manter o inglês como idioma no Xbox One e aproveitar sua experiência em inglês.

• Convergência da Loja Xbox e Windows: Estamos começando a combinar o melhor das Lojas Xbox e Windows para oferecer aos jogadores uma única e coesa experiência em ambas as plataformas. No Xbox One, simplificamos a experiência para ajudar os jogadores a encontrar os jogos que gostam mais rapidamente e pelos melhores preços. É possível filtrar o resultado das buscas por gênero, ler críticas escritas pelos amigos jogadores – incluindo aquelas votadas como “mais úteis” pela comunidade da Xbox Live – facilmente saber se os títulos estão em promoção e mais. Também adicionamos diversos novos canais para ajudá-los a descobrir novos conteúdos ainda mais rapidamente.

Na Loja Windows, estamos adicionando suporte para que os jogadores possam, em breve, adquirir pacotes, jogos episódicos, passes de temporada, dinheiro virtual e outros conteúdos via download de jogos. Também é possível resgatar códigos, assinaturas, jogos e DLC via Loja Windows. Desenvolvedores também podem disponibilizar seus jogos para pré-compra/pré-donwload para ser possível comprar o jogo antes do lançamento e jogá-lo assim que disponível, e você não será cobrado pela compra até pouco antes do jogo sair. Em breve, a integração das lojas fará o Xbox Play Anywhere possível, então, quando você comprar jogos digitais dentro do programa, será possível jogar tanto no Windows 10, quanto no Xbox One sem custo adicional.

• Encontre seu amigo do Facebook: Agora, no Xbox One, é possível conectar sua conta de Facebook a Xbox Live para encontrar seus amigos de Facebook que joguem no Xbox. Só é preciso conectar sua conta uma única vez; caso você já tenha feito isso através do aplicativo Xbox para Windows 10, iOS ou Android, então já está tudo pronto! Do contrário, agora você tem a opção de entrar com sua conta do Facebook em seu Xbox One, tornando mais fácil encontrar pessoas para jogar e se divertir.

[blog] Facebook finder Captura de Tela 01_08_16 09.42

• Compartilhamento melhorado no Xbox One: Nós tornamos mais fácil compartilhar fotos, clipes GameDVR e conquistas no Xbox One. Os jogadores agora podem compartilhar seus vídeos e fotos mais épicos com a comunidade. Nós também atualizamos as configurações do Feed de Atividade, assim é possível determinar o que será compartilhado automaticamente de antemão.

Xbox app e Windows 10 PC gaming

• Os melhores jogos de Windows 10 aparecem na Xbox Live: Estamos trazendo os melhores jogos de Windows 10 como League of Legends e XCOM 2 para próximo da comunidade Xbox Live. Isso significa que seus jogos favoritos de Windows 10 agora terão seus próprios Hubs de Jogo na Live. Esteja você em seu PC, Xbox One ou celular, será possível ver quais jogos seus amigos estão jogando no PC, compartilhar seus momentos de jogos de PC com a comunidade através de clipes e fotos e enviar mensagens para seus amigos na Xbox Live. Em ambos Xbox One e Windows 10, será possível entrar em chats com seus amigos não importa o que estejam fazendo.

• Gravações de jogos a 60 fps com o Game Bar: Fazendo uso da nova qualidade de vídeo “Muito Alta” no Xbox app, é possível fazer clipes de jogos a 60 frames por segundo com Game Bar (Windows + G) assim que a atualização do aniversário do Windows 10 estiver disponível.

• Game Bar do Windows melhorada com suporte a tela cheia: Um dos pedidos mais comuns da função Windows 10 GameDVR era a capacidade de utilizar o Windows Game Bar com mais jogos rodando em tela cheia. Nós adicionamos suporte para seis jogos adicionais em tela cheia com Windows Game Bar: League of Legends, World of Warcraft, DOTA 2, Battlefield 4, Counterstrike: Global Offensive e Diablo III. Com esses jogos, assim que o update de aniversário do Windows 10 estiver disponível, será possível fazer uso do Windows + G para trazer o Windows Game Bar para quando o jogo estiver rodando em tela cheia.

Xbox app em mobiles

• Xbox app no iOS e Android: Anunciado e lançado durante a E3, o Xbox app está disponível para iOS e Android. O Xbox app une seus amigos, jogos e conquistas em todos os seus dispositivos. Agora, você pode continuar conectado a comunidade da Xbox Live, ver o que seus amigos estão jogando, compartilhar clipes de jogos e fotos e ver conquistas através do Xbox app no Windows 10, iOS e Android.

[blog] Xbox app iPad Captura de Tela 01_08_16 10.59-2

Nosso time tem trabalhado duro para lançar todas essas funções para a comunidade e estamos ansiosos para saber o que você está achando – continue enviando suas sugestões e comentários via Xbox Feedback. E fique ligado para mais detalhes sobre a próxima atualização do Xbox: estamos planejando mais coisas para breve.

Nesse meio tempo, explore o novo conteúdo da atualização e se prepare para os próximos lançamentos matadores, incluindo ReCore, Forza Horizon 3 e Gears of War 4, todos chegando para Xbox One e Windows 10 como parte do programa Xbox Play Anywhere.

Obrigado mais uma vez pela ajuda em tornar o Xbox grandioso. Nos vemos na Xbox Live!

julho 29, 2016

A história de We Happy Few

blog-do-xbox-we-happy-few-capa-02

Por Sam Abbott, Chief Operating Officer na Compulsion Games

Olá do pessoal da Compulsion Games! Somos um time de vinte e uma pessoas e localizado em Montreal, Quebec, que pensou ser uma ótima ideia desenvolver um jogo ambientado numa cidade de geração procedural ambientada na sociedade inglesa dos anos 60, obcecada por drogas, negação e felicidade. E estamos nessa já há muito tempo – acabamos de lançar We Happy Few no Xbox One via Game Preview – e continuamos trabalhando sobre o que significa essa última sentença.

Foi na metade de 2013 quando começamos a pensar sobre We Happy Few. Alguns meses antes, tínhamos lançado nosso primeiro jogo, Contrast, e estávamos nos perguntando: “como podemos criar um jogo ainda maior, com a mesma qualidade ou ainda superior, mas mantendo nosso time relativamente pequeno?” Jogos lineares e da qualidade que queríamos fazer são, normalmente, feitos por times muito maiores. Então, isso nos levou a pensar seriamente sobre geração procedural.

blog-do-xbox-we-happy-few-04

Geração procedural em jogos existe há mais de trinta anos. Entretanto, sentimos que muito desse conceito sempre foi aplicado em ambientes selvagens ou espaciais. Queríamos fazer algo diferente. Que tal uma cidade? Que tipo de gameplay faria sentido numa cidade? Certamente não a sobrevivência – seria fácil sobreviver numa cidade. Exceto… e se não fosse? Não seria interessante?

Ao mesmo tempo, começamos a pensar onde e quando essa cidade existiria. Tínhamos alguns temas os quais gostaríamos de investigar – retrofuturismo, distopia, sociedades decadentes, máscaras, drogas, etc. A Inglaterra dos anos 60 parecia oferecer um cenário realmente interessante – um tempo de grande otimismo para com o futuro, diante uma sociedade que lidava com sérios problemas sociais e danos do passado. Assistimos a filmes como “Brazil” e “Hot Fuzz” e a séries de TV como “The Prisoner”.

blog-do-xbox-we-happy-few-05

Quando tínhamos o cenário em mente, o pedaço final do quebra-cabeça foi perguntar a nós mesmos: “Que tipo de história poderíamos contar num lugar desses?” Então decidimos por uma história alternativa, onde teríamos liberdade para controlar tudo no mundo. Isso seria um bom começo. E muitos de vocês podem pensar: “Uma história num jogo com geração procedural… ahm? Como isso funcionaria?” Bem, vamos mostrar pra vocês – mas ainda não. A história será uma grande surpresa com a versão 1.0 de We Happy Few. Nesse meio tempo, trabalharemos no gameplay e melhoraremos a geração procedural do mundo.

Como amostra, estamos realmente empolgados com o que alcançamos (você viu tudo na E3!) e até conseguimos criar umas justificativas bem interessantes pra toda essa geração procedural. Que tal uma história envolvendo perda de memória onde não é possível lembrar o caminho de volta pra casa? Ou até mesmo se lembrar em qual casa você vive? Ou onde você estava ontem?

blog-do-xbox-we-happy-few-06

Esse é We Happy Few. É um mundo bizarro e maravilhoso, e nós nos divertimos muito criando isso tudo. Esperamos que todos vocês também se divirtam com a primeira versão, já disponível no Xbox One.

julho 28, 2016

We Happy Few – segredos para o sucesso

blog-do-xbox-we-happy-few-capa

Conforme mergulhamos no mundo demente de We Happy Few (que já está disponível através do programa Game Preview no Xbox One), vamos percebendo que o jogo é um pouco diferente de outros dentro do gênero de sobrevivência. Então, para dar uma ajudinha, abaixo você encontra cinco dicas para tornar a estadia em Wellington Wells um pouco mais convidativa.

Acumule coisas

Sua vida depende do seu inventário. Procure cuidadosamente em todo canto. Caso você esteja sentindo que há pouca coisa para coletar, talvez você esteja deixando algo escapar. Por exemplo, caso perceba que há sempre pouca comida no Garden District, procure por frutinhas em regiões com mato. Da mesma forma, casas tem potencial de conter muitas coisas úteis, mas você vai ter que procurar bem – não basta apenas abrir algumas gavetas.

blog-do-xbox-we-happy-few-01

Seja engenhoso

Ao contrário de água, muitos recursos não se renovam. Acumule o máximo possível fazendo uso do cofre em seu abrigo – aquele item bizarro e sem utilidade nenhuma pode vir a se tornar seu item favorito no décimo dia, por exemplo. Da mesma forma, é possível trocar Sovereigns (o dinheiro do jogo) por vários itens na lojinha do vilarejo.

Esteja pronto para o combate

Por mais que seja divertido brigar, o custo é alto (suas armas irão quebrar) além de ser… perigoso. Caso você prefira formas mais diretas de convencer as pessoas, você pode atacar, bloquear e arrumar confusão. Caso você realize um bloqueio no momento exato, seu adversário irá recuar, dando espaço para que você respire.

blog-do-xbox-we-happy-few-03

Segurança através do silêncio

Furtividade pode ser extremamente útil caso você saiba como usar. Agachar reduz o barulho feito por seus passos, porém você será visto como alguém suspeito. Tente manter o contexto, se camuflando com as pessoas – essa é a melhor forma de ser furtivo. O campo de visão dos moradores de Wellington Wells se torna limitado a noite, sendo assim, fique longe da luminosidade de seus lampiões e faça o mínimo de barulho possível. Dessa forma, você nunca será visto.

É uma armadilha!

Finalmente, armadilhas tem um papel importante no jogo e você precisará encontrar maneiras de desarmá-las. Você pode criar ferramentas para desconstruir armadilhas ou usar o cenário ao seu redor para cair fora de situações cabeludas. Também é possível usar essas armadilhas a seu favor, então sempre fique atento aos fios de aço presos a paredes da vila para saber onde elas estão.

E boa sorte! Não tenha medo de morrer e nada afortunados são aqueles que escolhem o caminho da morte permanente.

julho 26, 2016

Insidecast – A Pesquisa

blog-do-xbox-insidcast-pesquisa

Nós queremos que o Insidecast tenha mais a sua cara! Para isso, criamos essa pesquisa de opinião para entendermos melhor nossos erros e acertos, além de saber o que você quer ver, ou melhor, ouvir, no podcast do Inside. Qual quadro é seu preferido? Qual é aquele que você simplesmente não faz questão? E que tipo de informação ou comentário você gostaria de ouvir? Para participar, basta clicar aqui nesse link e nos ajudar nessa empreitada por um podcast divertido e informativo. Desde já, nosso muito obrigado!

julho 26, 2016

Games With Gold para agosto de 2016

XboxLive_GamesWithGold_EN_RGB

Para o mês de agosto, membros Xbox Live Gold irão receber quatro novos jogos grátis – dois para Xbox One e dois para Xbox 360 – como parte do programa Games With Gold. Você pode jogar ambos os títulos de 360 no Xbox One como parte da retrocompatibilidade.

No Xbox One, membros Xbox Live Gold podem fazer o download de Warriors Orochi 3 Ultimate de graça durante o mês de agosto. WWE 2K16 estará disponível como download grátis de 16 de agosto até 15 de setembro.

No Xbox 360, a partir de sexta-feira, 01 de agosto, Spelunky estará disponível como download gratuito para membros Xbox Live Gold até 15 de agosto. A partir do dia 16 de agosto, membros Xbox Live Gold poderão fazer o download grátis de Beyond Good and Evil HD até dia 31 de agosto.

julho 25, 2016

Desafie seu cérebro com o sci-fi The Turing Test

blog-do-xbox-the-turing-test-capa

Por Howard Philpott, Produtor Criativo na Bulkhead Interactive

Nós aqui da Bulkhead Interactive estamos muito felizes em anunciar a data de lançamento para nosso jogo de quebra-cabeças em primeira pessoa, The Turing Test. No dia 30 de agosto, você vai entender o que é transcender a linha entre homem e máquina ao resolver quebra-cabeças que apenas um ser humano conseguiria.

blog-do-xbox-the-turing-test-01

Temos trabalhado para refinar o jogo por mais de um ano, e após receber muitas críticas construtivas dos jogadores em eventos como EGX Rezzed em Londres, GDC em São Francisco e durante a E3 em Los Angeles, conseguimos melhorar o jogo ao ponto que as pessoas simplesmente pediam para ver e jogar mais… e você pode! The Turing Test estará jogável na gamescom em agosto. Caso você esteja em Cologne, teste sua inteligência com o jogo e conversa conosco, os desenvolvedores de The Turing Test!

Não estará em Cologne? Tudo bem, nós entendemos. Acabamos de lançar um trailer novo, mostrando um pouco dos quebra-cabeças complexos de The Turing Test e dando um aperitivo do lado negro da história do jogo, que gira em torno do que significa ser humano.

blog-do-xbox-the-turing-test-02

Em The Turing Test, você funde seu cérebro enquanto descobre a verdade da base de pesquisas humanas em Europa (a lua de Júpiter, não o continente) e resolve quebra-cabeças com seu EMT (Energy Manipulation Tool) para passar energia de um objeto para outro. Evolua e controle máquinas com inteligência artificial, manipule estruturas gigantescas e resolve tarefas bem complexas. Tudo isso se junta para forma um história com muitas camadas, baseada no esforço do ser humano para conseguir poder e que só poderia ser possível através da interatividade dos videogames.

E como um bônus para os fãs de jogos de tiro inspirados na Segunda Grande Guerra Mundial, todos os fundos angariados com as vendas de The Turing Test irão direto para o orçamento de Battalion 1944, nosso próprio jogo de tiro baseado na Segunda Guerra que deve chegar no final de 2017.

julho 22, 2016

Insidecast #12 – Inside

blog-do-xbox-insidecast-12-inside

Momento mais Inception da história do Insidecast: teorias, confabulações, estratagemas, críticas e elogios para a nova obra-prima da desenvolvedora dinamarquesa Playdead, Inside. Insidecast sobre o jogo de plataforma/puzzle/terror Inside, com a ilustre presença dos apresentadores do Inside Xbox além, claro, do anfitrião de todas as horas Bruno e do chatão de todas as horas, Makson.

SPOILER ALERT!

Só ouça caso tenha terminado Inside. Sério.

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #12 – INSIDE

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

Fica a dica:

Thais: (mangá) Elfen Lied

Mari: (banda) Water Rats; (HQ) Daytripper

Nelson: (artista) Man Ray

Bruno: (HQ) Maravilhoso

Makson: (jogo) The Magic Circle: Gold Edition

******

julho 21, 2016

Rise of the Tomb Raider – comemoração dos 20 anos da franquia

blog-do-xbox-rise-of-the-tomb-raider-capa

Por Will Kerslake, Senior Designer na Crystal Dynamics

Estamos celebrando os 20 anos da icônica aventureira Lara Croft e como parte dessa comemoração, estamos muito felizes em anunciar que traremos novo conteúdo para o aclamado Rise of the Tomb Raider.

Primeiramente, adicionaremos “Blood Ties”, um capítulo completamente novo no qual você irá explorar a Mansão Croft para recuperar o legado de Lara. Então, você deve defender sua propriedade de uma invasão zumbi em “Lara’s Nightmare”. Também traremos a nova dificuldade “Extreme Survivor”, roupa e arma comemorativas da celebração dos 20 anos, a possibilidade de jogar com modelos clássicos de Lara no modo Expedition e mais.

blog-do-xbox-rise-of-the-tomb-raider-01

Uma das maiores novidades é a possibilidade de se jogar em co-op no modo Endurance. Lançamos o modo Endurance para Rise of the Tomb Raider em dezembro de 2015 e, desde então, ficamos muito satisfeitos em vê-los caçando e lutando por mais de 600 mil dias de sobrevivência no jogo. Os fãs abraçaram a natureza selvagem de nossa Sibéria e a ideia de desafios mudando constantemente a paisagem.

Estamos felizes em anunciar que, em 11 de outubro, você não precisará mais sobreviver sozinho! Co-op Endurance oferece todos os desafios já presentes e permite que você chame um amigo ou amiga para desbravar tumbas e cenários implacáveis. Lara e Nadia terão que caçar para saciar a fome, encontrar lenha para acender a fogueira e manter longe o frio, além de sobreviver a armadilhas mortais para encontrar artefatos antes da organização Trinity. Você pode escolher trabalhar em equipe, dividindo recursos, ou se separar para cobrir mais terreno e de forma mais rápida. Só não se afaste muito ou não será possível ajudar seu amigo ou sua amiga a tempo, caso ele ou ela se meta em perigo – o que, sem dúvida, vai acontecer.

blog-do-xbox-rise-of-the-tomb-raider-03

O melhor disso é que o modo cooperativo é um upgrade totalmente grátis para todos que adquiriram o Endurance como DLC ou o receberam como parte do Passe de Temporada. Na verdade, caso você já tenha o Passe de Temporada, receberá todo o conteúdo comemorativo de 20 anos de graça no Xbox One e PC.

Estamos muito entusiasmados para dividir mais detalhes do modo Co-op Endurance, assim como todo conteúdo novo que chegará a Rise of the Tomb Raider dia 11 de outubro como parte da comemoração de 20 anos da franquia.

julho 19, 2016

A versão completa de The Solus Project chega ao Xbox One

blog-do-xbox-the-solus-project-capa

Por Petr Ciesarik, Marketing e PR na Grip Digital

Trago boas novas! The Solus Project deixou o programa Xbox Game Preview e foi lançado em seu formato completo no Xbox One! Queremos agradecer à todos pelos comentários e sugestões após terem jogado a versão Xbox Game Preview. Nós ouvimos atentamente e corrigimos o máximo de problemas possível para melhorar o jogo. Foi uma experiência incrível para todos nós fazer parte do programa Xbox Game Preview e a hora chegou, então aproveite a versão final de The Solus Project!

blog-do-xbox-the-solus-project-01

Caso você nunca tenha ouvido falar do nosso jogo ainda, The Solus Project é um adventure de exploração focado em história e com elementos de sobrevivência. A Terra foi destruída e a raça humana sobrevive em pequenas espaçonaves perto de Plutão. Como a última esperança da humanidade, você é enviado para um planeta distante com potencial para ser colonizado. Depois de anos de viagem espacial, desastre acontece e sua espaçonave é destruída ao se aproximar do planeta.

blog-do-xbox-the-solus-project-02

Com os membros de sua tripulação mortos e seu equipamento perdido, não há meios de se comunicar ou conseguir qualquer tipo de ajuda. Você está completamente sozinho no planeta deserto de Gliese-6143-C. Você terá que desbravar os mistérios envolvendo o desaparecimento de uma raça alienígena, sobreviver à fauna e flora do planeta e encontrar alguma forma de enviar um sinal para casa, para assim conseguir salvar a humanidade.

Para mais informações sobre The Solus Project, nos siga no Twitter, curta nossa página no Facebook e visite nosso website.

Vejo você no Gliese-6143-C, astronauta!

julho 18, 2016

O episódio 48 do Inside Xbox já está no Youtube!

blog-do-xbox-inside-xbox-48-capa

Tá preparado pra quantidade de jogos sensacionais presentes nesse novo episódio do Inside? É bom que esteja mesmo, pois esses últimos quinze dias nos trouxe inúmeras surpresas incríveis. Começando já por aquele que vem sendo eleito jogo do ano (ou, ao menos, indie do ano ou bizarrice do ano), Inside. Dos mesmos criadores de Limbo, essa aventura macabra e altamente interpretativa intrigou tanto os apresentadores do Inside, que o próximo Insidecast será todo dedicado a Inside. Inside o jogo, não Inside o programa. Mas acho que deu pra entender, né?

Mas não pense que só Inside vai tentar lhe surpreender com seu clima e trama esquisita – The Magic Circle: Gold Edition é um dos jogos mais peculiares dos últimos anos. Dúvida? Então dá uma olhada. Outro inusitado vem da mistura da franquia Trials com o spin-off de Far Cry, Blood Dragon. A Ubisoft tem umas ideias muito loucas de vez em quando e Trials of the Blood Dragon é prova contundente.

Com saudades de O Despertar da Força? Querendo o novo filme de Star Wars mais do que tudo? Então apazigue esses ânimos com Lego Star Wars O Despertar da Força! E já vou dizendo que o Nelson elegeu esse seu favorito dos títulos da franquia Lego. Alto nível!

No rotineiro apanhado de jogos independentes, o free-to-play de batalhas com robôs gigantes Hawken; um outro bem interessante, focado em narrativa e resolução de quebra-cabeças em primeira pessoa, Soul Axiom; e, por fim, mas não menos charmoso, Grim Legends: The Forsaken Bride, também repleto de quebra-cabeças, mas com gráficos bem coloridos e clima de fantasia medieval.

Num papo descontraído no estúdio, Nelson, Thais e Mari discutem um pouco sobre mais lançamentos: o novo jogo de Keiji Inafune, Mighty No. 9, o relançamento de Resident Evil 5 no Xbox One e o novo Mirror’s Edge, o Catalyst. Para fechar esse Inside abarrotado de jogos espetaculares, a mais nova empreitada de crime e mistério do maior detetive do mundo, Sherlock Holmes. Em The Devil’s Daughter, o intrépido investigador londrino e seu fiel comparsa, Watson, embarcam em uma das histórias mais intrigantes já vividas por eles. E pensa que acabou? Só depois dessa maravilha de Red Dead Redemption recém-chegado a retrocompatibilidade no Xbox One!

julho 15, 2016

O insano Mantis Burn Racing chega ao Xbox One ainda esse ano

blog-do-xbox-mantis-burn-racing-capa

Por Sean Walsh, Marketing e PR na VooFoo Studios

Hoje é um grande dia para o VooFoo Studios. É um retorno aos arcades de corrida clássicos em top-down, porque Mantis Burn Racing está chegando. Com previsão para ser lançado ainda em 2016, Mantis Burn Racing leva em conta o que era divertido em tantos arcades antigos de corrida e traz essa ideia emocionante e competitiva para os dias atuais.

blog-do-xbox-mantis-burn-racing-01

Nosso destemido líder, Mark Williams, desenvolveu Max Rally há muito tempo, no Amiga. Nosso objetivo com Mantis Burn Racing é levar o gênero de corrida top-down para a próxima geração, mantendo a perspectiva e tudo que era único nesse tipo de jogo. MBR é onde corridas rápidas e de encontro se combinam com gameplay intuitivo e visuais incríveis, num dos mais imersivos e bonitos jogos de corrida top-down já criados.

blog-do-xbox-mantis-burn-racing-02

Dirija veículos feitos para velocidade por pistas muito detalhadas, e tudo em corridas de alto risco e alta velocidade, onde vencer é tudo. Prove suas habilidades no extenso modo carreira e vença de seus amigos em corridas locais para até quatro jogadores ou online, para até oito jogadores, num estilo competitivo bem próprio. Com personalização profunda, os jogadores terão muitas opções táticas e diversas escolhas, aumentando o valor replay do jogo.

blog-do-xbox-mantis-burn-racing-03

Essa semana, lançamos Mantis Burn Racing em acesso antecipado no Steam para servir como um beta, com a versão final do jogo chegando ao Xbox One ainda em 2016. Para mais informações sobre Mantis Burn Racing, ou caso você esteja curioso para conhecer os outros jogos da VooFoo, visite nosso website!

Mal podemos esperar para que todos vocês entrem de cabeça em Mantis Burn Racing, tire seus amigos da pista, evolua e colecione veículos. Será uma corrida das mais insanas!

julho 14, 2016

O desafiante Kyub já está disponível para Xbox One

blog-do-xbox-kyub-capa

A desenvolvedora japonesa de jogos Ninja Egg, está feliz em anunciar que seu título de quebra-cabeças hardcore e com visual fofinho, Kyub, já está disponível no Xbox One.

Kyub era, originalmente, o projeto de um estudante da Isart Digital, um colégio de videogames em Paris, e que ganhou o prêmio da escola. Em 2012, o projeto foi selecionado para competir no Independent Games Festival em São Francisco.

blog-do-xbox-kyub-01

Desde então, muita coisa aconteceu: o projeto foi abraçado pela Ninja Egg e entrou para o programa ID@Xbox! O jogo foi completamente refeito em Unity e melhorado com novo estilo de arte, novos cenários e controles ainda mais profundos. Mas o que é Kyub, exatamente?

Jogos de quebra-cabeças tem visto um renascimento através da cena independente de uns anos pra cá. Com Kyub, os desenvolvedores pretendem expandir o gênero, misturando enigmas e sequências de ação de forma que os desafios mexam com todos os lados de seu cérebro.

blog-do-xbox-kyub-02

Como o diretor Martin Schemidt colocou, “Os jogos mais simples são, normalmente, os mais profundos. Kyub oferece desafios criativos para utilizar a direita e esquerda do cérebro. Significa que é divertido. Todo mundo pode experimentar Kyub, porém dominá-lo é uma outra história.”

Simplificando, você vai ter que fundir seu cérebro para resolver os quebra-cabeças enquanto movimenta seu Kyub pelas fases labirínticas, escapando de armadilhas ardilosas, escalando paredes com combinações de botão tipo jogo de ritmo e ativando botões para acionar novas passagens.

blog-do-xbox-kyub-03

Para fazer isso tudo, você pode mudar as capacidades de seu Kyub para se tornar imune a certos elementos e utilizar outros cubos para lhe ajudar. Você pode escolher uma jornada mais lenta ou então, algo mais ritmado e acelerado. Tudo depende de você, mas é sempre preciso ser criativo, porque memória, reflexos e execução rápida são primordiais para completar os desafios apresentados.

Você provavelmente vai morrer muito, da forma como os desenvolveres pretendiam, especialmente quando tentar competir em painéis de líder para se tornar o mais rápido entre seus amigos. E por último, mas não menos importante, o mundo misterioso de Kyub tem mais de oitenta fases, então esteja preparado para um longa jornada.

Jogue Kyub, da Ninja Egg, no Xbox One hoje mesmo!

julho 12, 2016

Encarando o desafio do Titã em Final Fantasy XV

blog-do-xbox-final-fantasy-XV-capa

Final Fantasy XV, o novo título da icônica franquia de RPG da Square Enix, é um jogo que terá apelo tanto para veteranos, quanto para pessoas que nunca jogaram nada da série. Na E3 2016, tivemos a oportunidade de colocar nossas mãos nessa maravilha. Numa demo exclusiva do evento, enfrentamos uma das ameaças mais intimidadoras que já passou por esses quase trinta anos de história: o Desafio do Titã.

Esse conclave contra uma ameaça aparentemente impossível de ser derrotada, nos fez lembrar de humanos confrontando deuses do Monte Olimpo da mitologia grega, e foi uma batalha digna do espetáculo que é a E3.

blog-do-xbox-final-fantasy-XV-01

Quando a briga começa, parece que Noctis e seus companheiros Gladiolus, Ignis e Prompto entraram num desafio maior do que poderiam dar conta. Os quatro dão de cara com o ser gigantesco, um colosso de proporções faraônicas. É um tipo de luta diferente para quem está acostumado a Final Fantasy, mas tão engajante quanto os confrontos mais épicos da franquia.

E a ação é tão intensa e tão rápida, que certamente terá apelo para quem considera o gênero RPG meio lento. (Caso você seja um fã tradicional, que curte batalhas por turno, não se preocupe: Final Fantasy XV também contava com o “Modo de Espera” na demo. Com essa opção, era possível pausar o jogo entre os ataques, permitindo Noctis tomar fôlego e analisar o campo de batalha antes de tomar alguma decisão.)

blog-do-xbox-final-fantasy-XV-03

A batalha contra o Titã demandou várias etapas. Primeiramente, Noctis precisou se defender dos punhos do Titã apertando o botão certo na hora certa. Então, quanto a cavalaria chegou, Noctis e seus amigos se uniram para arrancar um dos enormes braços do gigante. Finalmente, foi hora de usar mágica e Noctis invocou uma nevasca para congelar o Titã. O dia estava ganho e os quatro amigos puderam voltar para sua jornada na estrada – pelo menos por enquanto.

Foi só uma luta, mas caso Final Fantasy XV consiga manter esse mesmo nível de intensidade e fazer jus a todas as promessas de misturar exploração e combate estratégico, esse pode ser um dos grandes jogos da história da franquia quando chegar ao Xbox One dia 30 de setembro.

julho 11, 2016

Dome o velho oeste de Red Dead Redemption no Xbox One

blog-do-xbox-red-dead-redemption-capa

Red Dead Redemption, a obra-prima da Rockstar sobre os últimos dias do Velho Oeste norte americano, foi um dos títulos mais importantes da geração passada. E começando na última sexta, você pode reviver a jornada épica de John Marston no Xbox One via retrocompatibilidade – ou, finalmente, jogar pela primeira vez, caso tenha deixado o jogo passar em 2010, quando foi lançado.

Com isso em mente, reunimos algumas das coisas mais legais que você pode fazer em um dos jogos de mundo aberto mais incríveis da história dos videogames – e, sem dúvida nenhuma, o maior já visto num jogo sobre o Velho Oeste.

blog-do-xbox-red-dead-redemption-01

Mergulhe na história

Parcialmente um fora da lei reabilitado, John Marston é um dos pistoleiros mais casca grossa a cruzar pela fronteira. Sua missão é encontrar e eliminar sua antiga gangue de marginais, para assim conseguir sua liberdade e a de sua família (e esse acordo foi feito com certos agentes inescrupulosos do governo dos Estados Unidos). E essa missão é daquelas cheias de tensão, momentos épicos e reviravoltas dramáticas tão características da Rockstar. A campanha de Redemption é considerada uma das melhores histórias encontradas num videogame – e aquele final, meus amigos e amigas, o que é aquele final?!

Explore o decadente velho oeste

Das colinas frias do norte até as vastas planícies da fronteira com o México, Red Dead Redemption é rico com vida e detalhes. Derrube esconderijos de gangues, encontre criminosos procurados, cace tesouros enterrados ou simplesmente cavalgue a esmo, indo de cidade em cidade e conhecendo personagens tão incríveis quanto inescrupulosos.

blog-do-xbox-red-dead-redemption-04

Caça ou caçador

Dizer que Red Dead Redemption tem fauna e flora impressionantes não faz jus. O jogo traz mais de quarenta tipos diferentes de animais, de cascavéis a bisões e leões da montanha, cada um com seu habitat natural e comportamentos próprios, todos lutando por sobrevivência. Caçar esses bichos selvagens pode trazer grandes recompensas. Só tenha certeza do que está fazendo antes de enfrentar algo muito maior que você, porque ursos nesse jogo são tipo ursos de verdade e vão acabar com você.

blog-do-xbox-red-dead-redemption-02

Aquela difamada justiça de fronteira

Vez ou outra, é matar ou morrer no mundo traiçoeiro e imprevisível de Red Dead Redemption. Esteja você caçando homens maus ou animais selvagens, é bom saber como usar uma arma. Quando um conta precisa ser acertada, é possível entrar em duelos um-contra-um, no melhor estilo bangue-bangue. O jogo então entra em câmera lenta e você tenta sacar sua pistola e acertar seu adversário o mais rápido possível – e um duelo bem-sucedido terminar com John Marston ainda de pé, vitorioso.

blog-do-xbox-red-dead-redemption-05

Undead Nightmare

E não podemos esquecer de um dos conteúdos via download mais completos dos últimos anos, onde uma praga cai sobre o mundo de Red Dead Redemption, transformando todo mundo em zumbis sedentos por carne humana. Com uma história sobrenatural e totalmente original, novos elementos de gameplay, animais infectados e os quatro míticos cavalos do apocalipse para domar e cavalgar, Undead Nightmare é uma visão destorcida e original do mundo do Velho Oeste.

Red Dead Redemption já está disponível para Xbox One via retrocompatibilidade.

julho 8, 2016

Insidecast #11 – Conquistas

blog-do-xbox-insidecast-11-capa

Conquista desbloqueada: você chegou ao podcast mais legal sobre esse vício moderno dos videogames! O (assumidamente) maluco por Gamerscore e também anfitrião, Bruno, conduz uma conversa sobre esse recurso tão amado nascido no 360. Ou nem tão amado assim? Tem gente que gosta, tem gente que odeia e tem gente que nem se importa – seja lá qual for sua opinião, as conquistas mudaram a forma como jogadores encaram os jogos. Qual é a mais difícil? A mais fácil? Qual o maior Gamerscore do mundo? Ouve aí pra saber!

E para os aficionados pelo assunto, eis aqui dois sites úteis:

www.xboxachievements.com

www.trueachievements.com

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #11 – Conquistas

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

Fica a dica:

Thais: (mangá) Chobits

Mari: (banda) Filtra; (HQ) Retalhos

Nelson: (jogo) Grim Legends: The Forsaken Bride; (livro) 52 Mitos POP

Bruno: (jogo) In Between

Makson: (jogo) Inside

******

julho 7, 2016

Sea of Thieves: uma vida de pirata pra você, pra mim, pra todo mundo

blog-do-xbox-sea-of-thieves-capa

De vez em quando, jogos são tão charmosos e cheios de vida que simplesmente transcendem seus controles, se tornando imersivas experiências sociais, mais sobre as pessoas ao seu redor do que apertar botões. Sea of Thieves é exatamente esse tipo de jogo. É um jogo onde ganhar é tão divertido quanto perder.

Colocando de forma simples, Sea of Thieves é sobre ser pirata e tudo que vem daí – além de ser um mundo compartilhado onde encontraremos outros grupos. Na demo que jogamos na E3, três times de piratas exploravam uma ilhota e todos podiam fazer o que bem entendessem.

Então, fizemos exatamente isso!

blog-do-xbox-sea-of-thieves-01

Embarcamos num navio, subimos a âncora, içamos as velas e partimos em busca de aventura. Quando encontramos uma ilha que parecia ter algum tesouro, nosso grupo desembarcou. Apreciamos o pôr do sol do alto de uma montanha e enchemos a cara. Daí começamos a tocar uma versão bucaneira de Cavalgada das Valquírias.

Então, outro navio surgiu e começou a nos atacar!

Ainda meio tontos da bebida, voltamos correndo para nossa embarcação e nosso capitão já dava ordens para subir a âncora e corrermos para os canhões. Uma batalha nervosa começou, com balas de canhão zunindo pelos ares e caindo sobre nós. Quando nosso casco ficou danificado, alguém correu para o porão para tapar aqueles buracos, evitando que afundássemos. Tínhamos que manter comunicação constante com todo time, afinal, havia muito a ser feito ao mesmo tempo. É meio difícil imaginar jogar Sea of Thieves com menos de quatro pessoas em seu navio, apesar da Rare afirmar que o jogo terá suporte para grupos menores, de uma ou duas pessoas por navio.

blog-do-xbox-sea-of-thieves-02

Infelizmente para nosso time, o ataque do navio rival foi muito forte e mais e mais água entrava pelo casco, e foi aí que começamos a afundar. Abandonamos o navio e assistimos nossa linda embarcação afundando até as profundezas do oceano. Então, nadamos até a praia mais próxima e continuamos bebendo e tocando. O caos da experiência apenas acrescentou a diversão e demonstrou o quanto Sea of Thieves pode ser um jogo calmo ou maluco, só depende de você.

Apenas com esse gostinho do que está por vir em Sea of Thieves, já nos divertimos muito. Ainda sem data de lançamento, Sea of Thieves pode estar longe de chegar, mas esse é um jogo muito promissor. Mal podemos esperar para aprender como funciona a briga de espadas, para enterrar tesouros, encontrar cidades portuárias para beber e fazer tudo isso com amigos, vivendo essa vida de pirata juntos!

julho 5, 2016

Titanfall 2 traz novas classes de Titãs para os combates

blog-do-xbox-titanfall-2-capa

Nós aqui do Blog do Xbox temos muitas memórias queridas de Titanfall: controlar mechas massivos e causar a maior destruição possível estão entre elas. E se você, como nós, anda com um buraco enorme em seu coração, daqueles com o formato de um robô gigante, saiba que ele será preenchido quando Titanfall 2 chegar.

Na E3 de 2016, EA e Respawn Entertainment nos mostraram algumas das novidades de Titanfall 2, em especial as novas classes de Titãs. No lugar de Titãs totalmente personalizáveis, os jogadores podem escolher entre seis classes com suas próprias forças e habilidades. Os soldados também estão divididos em classes e encontrar a combinação certa entre os dois, piloto e Titã, pode fazer toda diferença entre vitória e derrota.

blog-do-xbox-titanfall-2-02

Na E3, dois dos dos seis novos Titãs estavam disponíveis: um com seu poderoso canhão laser e outro capaz de bombardar seus adversários, além de trazer um medonho lança-chamas. Ambos apresentavam forças e estilos totalmente diferentes, fazendo Titanfall 2 parecer bem mais um jogo de tiro baseado em classes do que um FPS com mechas mais tradicional.

O novíssimo gancho com corda de Titanfall 2 é um de nossos equipamentos preferidos do jogo, permitindo aos jogadores uma mobilidade e rapidez de locomoção muito maiores. Prendê-lo ao Titã, para assim escalá-lo e arrancar dele uma bateria de força é algo bem excitante e enervante de se fazer. O uso no momento certo do gancho pode tornar pilotos que acabaram de ejetar de seus Titãs, em verdadeiras plataformas para alcançar locais antes inatingíveis. Tudo isso combinado com as corridas pelas paredes e o jetpack nas costas, tornam a liberdade de movimentação de Titanfall 2 algo bastante incrível.

blog-do-xbox-titanfall-2-01

E por mais que não tivemos a chance de experimentar, a promessa da campanha em Titanfall 2 também nos deixou bem felizes. Ela acompanha a relação de um piloto e seu Titã localizado em território inimigo e estamos certos que a Respawn está trabalhando duro para entregar algo bem diferente de outros FPS.

Felizmente, não temos que esperar muito para jogarmos: Titanfall 2 chega ao Xbox One e PC no dia 28 de outubro.

julho 4, 2016

Inside Xbox 47 no ar!

blog-do-xbox-inside-xbox-47-capa

Novo Inside no Youtube e são fortes as emoções nesse episódio, por isso, cuidado! Pra começar, uma incrível visita a sede da Blizzard, na Califórnia. Sempre sonhou em saber como é dentro de uma das mais incríveis desenvolvedoras de videogames do mundo? Nelson, Thais e Mari mostram pra você.

Fã de One Piece? Então você precisa experimentar One Piece: Burning Blood. O primeiro jogo inspirado no mangá de Eiichiro Oda a chegar no Xbox entrega nervosas batalhas de até 3 contra 3 e um modo história que garantirá dezenas de horas de diversão. Para manter o alto nível, três jogos indies: o primeiro é um de plataforma com controles bem interessantes, Kick and Fennick. Saindo das aventuras desse menininho simpático, vamos até os labirintos descabelantes de Fenix Furia, recomendado apenas àqueles com nervos de aço. E pra finalizar, a nova aventura do mascote número 1 dos videogames, Pac-Man 256. E por que 256? Assiste aí!

Depois dessa batelada de novos lançamentos, uma matéria bem legal por diversas lojas nerds lá de Los Angeles. A visita a E3 rendeu muita coisa legal! Conhece a Game Dude? Ou a Hot Topic? Recomendamos muita moderação, ou todo seu dinheiro vai embora! E pra fechar da melhor forma possível, os bastidores da viagem do pessoal do Inside e de toda equipe pelos oito dias que passaram lá em Los Angeles. Tem gente emocionada, explodindo de alegria e com tosse!

julho 1, 2016

Ghost Recon – Wildlands é sobre trabalho em equipe e escolhas

blog-do-xbox-ghost-recon-wildlands- capa

Depois de impressionar todo mundo com a demo durante sua conferência na E3 2016, Ubisoft nos permitiu experimentar Tom Clancy’s Ghost Recon Wildlands – e ficamos ainda mais surpreendidos!

Situado numa Bolívia tomada por todo tipo de cartel de drogas, você e mais três amigos assumem o papel de soldados de elite. Seu trabalho é usar qualquer meio necessário (e Wildlands coloca muitas ferramentas a sua disposição) para acabar com os cartéis, dando controle do país de volta aos bolivianos.

blog-do-xbox-ghost-recon-wildland-01

Wildland é um jogo de mundo aberto e esse mundo é o maior já criado pela Ubisoft. Durante nossa sessão de jogatina, o time da Ubisoft nos encorajou a conferir o tamanho do mapa. É algo realmente gigantesco. Também tivemos um senso de escala quando viajamos na cadeira do atirador num helicóptero. Foi aí que o poder da engine de Wildlands foi posta a prova: conforme decolávamos, os objetos saíam de sua escala natural para algo menor e, então, se tornando realisticamente diminutos, criando um senso de escala e proporção quase sem igual.

Mas não ficamos apenas apreciando a vista – nossa sessão envolveu derrubar um cartel de produção de drogas e capturar seu comandante, o El Pozolero. Começamos sorrateiramente, nos aproximando da base inimiga, entrando em posição e, após avisarmos uns aos outros, simultaneamente derrubando vários dos bandidos. Então, quando o inimigo tentou fugir, entramos nos veículos e os perseguimos até um posto de gasolina, onde começou o tiroteio. Quando derrubamos todos eles, incluindo nosso alvo, voltamos para o helicóptero e nos dirigimos até o local apontado pelas novas informações que conseguimos.

blog-do-xbox-ghost-recon-wildland-02

Lá, foi tudo coordenado: dois dos nossos entraram furtivamente na base, enquanto outro assegurava a saída estratégica e o quarto oferecia cobertura com um poderoso sniper. Como estávamos jogando pela primeira vez, é claro que deu tudo errado – mas ainda assim completamos a missão graças a nossa comunicação constante e adaptabilidade (leia-se: lançar o helicóptero na torre de guarda depois de cair fora via paraquedas). Os veículos e armas em Wildlands são variados e realistas, assim como os meios táticos necessários para vencer, genuinamente fazendo com que o jogador se sinta em seu próprio thriller militar.

Mas você pode jogar Wildlands sozinho, se quiser, ou pode fazer uso do sistema “entre e saia” no modo cooperativo das missões. Esse jogo é sobre opções, acima de tudo: embarcar nas várias missões disponíveis da forma que quiser, quando quiser, com quem quiser e com o arsenal que quiser. Da breve sessão que tivemos durante a E3 desse ano, ficamos malucos para colocar nossas mãos em Wildlands em março de 2017 no Xbox One e Windows.

junho 30, 2016

O maravilhosamente macabro INSIDE

blog-do-xbox-inside-capa

Em 2010, a dinamarquesa Playdead nos trouxe o sombrio, macabro e criticamente aclamado LIMBO. E agora, via ID@Xbox, o estúdio nos apresenta outra obra de arte na forma de side-scrolling, INSIDE, estreando exclusivamente no Xbox One.

blog-do-xbox-inside-02

INSIDE acompanha a jornada de um garoto por um projeto absolutamente sombrio. E não se trata de qualquer jogo de plataforma com quebra-cabeças aqui e ali. Cada passo é cheio de angústia e aflição, onde você irá encontrar obstáculos totalmente inesperados, desde escapar de cães raivosos até investigar o experimento científico em si. INSIDE é uma jornada absolutamente única – assustadora, inteligente, confusa e gratificante, tudo isso ao mesmo tempo.

blog-do-xbox-inside-01

Você vai querer manter as luzes acessas enquanto joga esse aqui, e não vamos apontar dedos ou atribuir culpa. Os pesadelos surgidos com a tensão causada por INSIDE são mera consequência, mostrando o quanto a espera pelo sucessor de LIMBO valeu mesmo a pena.

junho 28, 2016

Games With Gold para julho de 2016

XboxLive_GamesWithGold_EN_RGB

Para o mês de julho, membros Xbox Live Gold irão receber quatro novos jogos grátis – dois para Xbox One e dois para Xbox 360 – como parte do programa Games With Gold. Você pode jogar ambos os títulos de 360 no Xbox One como parte da retrocompatibilidade.

No Xbox One, membros Xbox Live Gold podem fazer o download de The Banner Saga 2 de graça durante o mês de julho. Tumblestone estará disponível como download grátis de 16 de julho até 15 de agosto.

No Xbox 360, a partir de sexta-feira, 01 de julho, Tom Clancy’s Rainbow Six Vegas 2 estará disponível como download gratuito para membros Xbox Live Gold até 15 de julho. A partir do dia 16 de julho, membros Xbox Live Gold poderão fazer o download grátis de TRON: Evolution até dia 31 de julho.

junho 28, 2016

Koji Igarashi ressurge com Bloodstained: Ritual of the Night

blog-do-xbox-bloodstained-capa

O desenvolvedor mais empolgado no estande da Microsoft era, sem dúvida nenhuma, Koji Igarashi. O homem que expandiu o universo de Castlevania para novos caminhos há quase 20 anos com Symphony of the Night – um jogo absolutamente revolucionário na sua época – está pronto para trazer de volta sua marca com seu projeto de Kickstarter, mostrando que continua a ser um dos mestres de design 2D com a demo disponível na E3.

Igarashi, chamado carinhosamente por seus fãs como IGA, está há mais de meia década afastado do gênero que tanto ama. Bloodstained: Ritual of the Night vai chegar ano que vem via ID@Xbox e IGA está muito orgulhoso – e fervorosamente apaixonado – com o seu jogo e o que esse jogo significa para ele como desenvolvedor.

blog-do-xbox-bloodstained-02

“Faz mais de cinco anos desde que alguém jogou algo dentro desse gênero feito por mim,” Igarashi disse. “Meu objetivo principal é solidificar os fundamentos do que tornam um ‘Igavania’ tão bom – e construir sobre essa ideia, com melhores controles, melhor design de inimigos e melhores efeitos.”

Muitas demos na E3 pareciam projetos em construção e que poderiam alcançar seu potencial completo eventualmente – mas não Bloodstained. O que jogamos já estava extremamente bem polido e deve só melhorar com os próximos nove meses até o lançamento do jogo.

blog-do-xbox-bloodstained-01

No momento que assumimos os controles da protagonista gótica e bela Miriam, já podíamos sentir os dedos de IGA por todo jogo – e da melhor forma possível. Movimentação é absolutamente fundamental num jogo do estilo Igavania e controlar a Miriam é como se sentir um dos Belmont de Castlevania, apesar de seus golpes, que misturam graciosos movimentos de espada com chutes punitivos, trazerem mais opções à mesa. De acordo com IGA, a experiência de seu time ajudou a, rapidamente, identificar quais áreas precisariam de melhorias, assim como os elementos que são bons como são.

“Meu time fez tantos jogos dentro desse gênero que entendemos o que é fundamental para o gameplay – e como fazer do jeito certo,” ele disse. “Provavelmente temos mais experiência conjunta fazendo esse tipo de jogo que qualquer outro time no mundo. Essa experiência afeta como olhamos para Bloodstained como criadores.”

blog-do-xbox-bloodstained-03

Dito isso, IGA está certo sobre o que traz inovação a Bloodstained – é sua busca por perfeição. Ele está focado em moldar e aperfeiçoar de forma bastante apaixonada aquela fórmula clássica que o tornou famoso, não necessariamente construindo uma experiência totalmente nova. O resultado já estava posto para todos com a demo da E3, especialmente para quem jogou as obras de IGA no decorrer dos anos. Fãs de side-scrolling clássico com elementos de ação, coloquem Bloodstained: Ritual of the Night em seu calendário, pois o jogo deve chegar ao Xbox One via ID@Xbox em março de 2017.

junho 24, 2016

Insidecast #10 – [Especial E3] Raspando o tacho da E3 2016

blog-do-xbox-insidecast-10-capa

O último e derradeiro Insidecast sobre a E3 2016 está aqui! E quer saber? Aconteceu tanta coisa incrível naquele Convention Center de Los Angeles, que o papo poderia se estender até a E3 do ano que vem. Os convidados comentam mais jogos testados na feira e contam alguns causos também, assim como respondem perguntas dos ouvintes. Já está com saudades da E3, né? Nós também. Mas fique sabendo que sua participação e carinho tornou essa cobertura possível, seja via Inside Xbox, Insidecasts ou posts aqui no Blog do Xbox. E ano que vem tem mais, muito mais!

PS.: Tá aqui a foto tirada lá na Amoeba Music, a loja preferida do Bruno!

blog-do-xbox-insidecast-amoeba

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #10 – [Especial E3] Raspando o tacho da E3 2016

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

Fica a dica:

Thais: (HQ) Soppy

Mari: (banda) The Descendents; (HQ) Magnéticos 90

Nelson: (jogo) The Park

Bruno: (filme) Diretor Makoto Shinkai no Netflix

Makson: (jogo) Among the Sleep

******

junho 24, 2016

Agents of Mayhem traz mais loucuras dos mesmos criadores de Saints Row

blog-do-xbox-agents-of-mayhem-capa

O trabalho mais famoso da produtora Volition, Saints Row, é sobre escolhas do jogador – e entrega mais possibilidades de causar caos e disseminar loucuras do que qualquer outra franquia desde seu lançamento no Xbox 360 há mais de uma década.

Agents of Mayhem acontece no mesmo universo de Saints Row e traz mudanças significativas à sua fórmula maluca e exagerada. Os jogadores exploram uma versão futurista de Seoul, capital da Coreia do Sul, com um time de agentes numa missão para por fim nos planos de supervilões. “Mas por que Seoul?”, perguntamos a empolgada e divertida Elizabeth Zelle, uma das produtoras do jogo. “Por que queríamos algum lugar que combinasse com as cores vivas e fortes de Agents of Mayhem. E também um lugar bem moderno, futurista.” Funcionou perfeitamente. Pense num thriller de espionagem dos anos 60 misturado com as loucuras já esperadas da Volition. E como esse é um jogo da Volition, não pense nem por um segundo que os agentes são os “caras bonzinhos”.

blog-do-xbox-agents-of-mayhem-01

Durante o tempo que jogamos recentemente, tivemos a oportunidade de controlar os agentes Hollywood, Fortune e Rama – e descobrimos que a diversidade de habilidade dos personagens criam um sistema de time que rivaliza os toques pessoais vistos em Saints Row.

Hollywood é a estrela de qualquer filme de ação saído diretamente dos anos 80, com atitude (e um poderoso lança-foguetes) característica. Fortune, uma ex-pirata de Columbia, usa duas pistolas e um drone matador para transformá-la na melhor escolha para momentos difíceis – ela, definitivamente, foi nossa preferida quando ondas de inimigos surgiam na tela. Finalmente, Rama, a arqueira camuflada da Índia, mestre de tiros a longa distância, perfeita para limpar o caminho para que Hollywood faça sua parte depois.

blog-do-xbox-agents-of-mayhem-03

De certo modo, Agents of Mayhem parece um jogo de luta de times. Você pode trocar entre os agentes a qualquer momento e parte do desafio é criar um grupo que dê cabo dos desafios presentes na missão escolhida.

Evidentemente que não teríamos aqui algo no mesmo universo de Saints Row sem as maluquices da Volition. E Agents of Mayhem entrega muito disso também. Na missão que jogamos, o objetivo era encontra Aisha, uma inteligência artificial disfarçada como uma diva do K-pop – e, naturalmente, as coisas ficaram ainda mais engraçadas a partir daí. Vamos deixar os detalhes para você mesmo descobrir. Como em Saints Row, Agents of Mayhem é uma aventura que você precisa experimentar por conta própria, e você terá essa oportunidade em 2017, quando o jogo chegar ao Xbox One e PC.

junho 23, 2016

Traição. Gangues. 1968. Uma briga de faca no pântano. Mafia III

blog-do-xbox-mafia-III-02

Fãs de Mafia aguardaram seis anos pelo anúncio da terceira iteração dessa série de crime e mundo aberto da 2K, e por tudo que foi mostrado durante a E3 2016 – incluindo aquele estande espetacular, saído diretamente de Mardi Gras em New Orleans – parece que a espera vai mesmo ser recompensada.

Como em jogos passados, os jogadores irão explorar uma cidade com quantidade insana de detalhes e inspirada numa metrópole norte-americana real. A New Bordeaux de Mafia III é composta pela paisagem diversificada de Louisiana e o ano de 1968 oferece uma potente mistura entre política e briga entre gangues. E durante a demo apresentada, descobrimos que a icônica música da época também terá grande importância: algumas faixas de Creedence Clearwater Revival, “Bad Moon Rising” e “Green River”, realmente ajudaram a criar o clima certo.

blog-do-xbox-mafia-III-01

“Nós criamos New Bordeaux como um dos personagens principais e trabalhamos duro para que a sensação de tempo e espaço estivesse presente”, disse o produtor executivo Andy Wilson. “A cidade é composta de 10 distritos no total, cada um com suas características e atividade criminosa próprias.”

O fim dos anos 1960 foi bastante turbulento, para dizer o mínimo, e Mafia III realmente captura o sentimento – e isso começa com o próprio protagonista. Lincoln Clay é um veterano da Guerra do Vietnã que passou bastante tempo em terras estrangeiras. Agora, ele voltou a New Bordeaux e encontrou a cidade em meio a uma guerra entre várias facções criminosas.

blog-do-xbox-mafia-III-03

E para dar conta desses bandidos, é claro que Lincoln precisará de uma gangue própria, mas será preciso se certificar da satisfação de seus subordinados. Durante a demo, o irlandês cabeça quente Thomas Burke, rei do ferro-velho local, acreditava não estar recebendo o seu pedaço de bolo e fez questão de que Lincoln soubesse de sua insatisfação.

Não vamos estragar muito sobre detalhes da demo, mas vamos contar que culminou numa briga de faca no pântano, sinal de que os desenvolvedores da Hangar 13 estão mesmo tirando proveito de todas as possibilidades do cenário. Depois de ver tudo que Mafia III tem a oferecer, o jogo rapidamente subiu em nossa lista de mais esperados do ano. Qualquer fã de jogos de tiro e mundo aberto devem estar prontos para cair de cabeça em New Bordeaux quando o jogo chegar ao Xbox One e Windows PC dia 7 de outubro.

junho 21, 2016

Resident Evil 7 biohazard chega ao Xbox One dia 24 de janeiro de 2017

blog-do-xbox-resident-evil-VII-capa

A série Resident Evil estabeleceu os fundamentos do survival horror quando foi criada em 1996. E por mais que Resident Evil 6 tenha levado a franquia para caminhos mais frenéticos há quatro anos, o novo jogo, Resident Evil 7 biohazard, parece querer voltar aos sustos pesados lá da metade dos anos 90. E a melhor parte? Esses sustos vão chegar bem antes do antecipado. O novo jogo da franquia está previsto para chegar ao Xbox One dia 24 de janeiro de 2017.

blog-do-xbox-resident-evil-VII-01

Evocando um simples, porém efetivamente assustador, clima de “não vá até o porão”, o trailer de gameplay demonstrado pela Capcom introduz uma casa abandonada, possivelmente localizada em Louisiana – isso se a notícia em um dos jornais, “FANTASMAS AVISTADOS NO BAYOU”, servem de apontamento. Apresentado numa perspectiva pensada em imersão máxima e muitos sustos, a primeira pessoa, o gameplay demonstra um homem falando ao telefone (e um desses telefones que nos remetem a metade dos anos 90, devemos dizer) com uma mulher com sotaque sulista.

A mulher misteriosa dá um aviso a nosso protagonista: “Se você não cair fora daí, eles vão te matar! Saia daí agora!”. A partir daí, é um susto atrás do outro, seja por conta de uma figura misteriosa surgindo repentinamente na casa, ou por conta de uma fita de VHS posicionada sobre uma mesa – e, claramente, nada de bom pode sair dessa fita!

blog-do-xbox-resident-evil-VII-02

O subtítulo do jogo, biohazard, evoca um retorno aos títulos clássicos da franquia. Biohazard é como Resident Evil é conhecido no Japão e isso significa que esse sétimo título terá sim conexões com jogos passados – ou será uma reimaginação da franquia que estabeleceu o gênero survival horror como o conhecemos hoje? Descobriremos tudo isso em sete meses e mal podemos esperar para aquele que já aparenta ser um dos mais assustadores e excitantes títulos na consagrada franquia Resident Evil.

junho 20, 2016

Os mistérios da estação espacial Tacoma

blog-do-xbox-tacoma-capa

É difícil não pensar em 2001: Uma Odisseia no Espaço ao chegar na estação espacial Tacoma. A homenagem é evidente e cheia de propósito; Tacoma está desfuncional e apresenta uma inteligência artificial falante. Mas há muito mais nessa história do que um computador enlouquecendo. Tacoma trata-se de pessoas e relacionamentos – mesmo você estando completamente sozinho.

O segundo jogo da Fullbright, o time por trás do criticamente aclamado Gone Home, Tacoma, coloca você no controle de Amy Ferrier, uma contratante enviada a estação espacial para recuperar dados para seu empregador. No processo, ela descobre como o tive de seis cientistas ocupantes da estação desapareceram misteriosamente, coletando pistas e desvendando o que exatamente aconteceu de errado enquanto explora. Como em Gone Home, Tacoma é um jogo que você tira detalhes da narrativa dos cenários.

blog-do-xbox-tacoma-01

A estação espacial está equipada com dispositivos de realidade aumentada e gravações feitas pelos cientistas podem ser acessadas. As cenas se desenvolvem ao seu redor, com “fantasmas” coloridos do time se movendo pelas salas da estação. Todas essas cenas podem ser pausadas e rebobinadas, e você pode se mover através delas, conferindo a habilidade de observar cada ação e aprender mais sobre os personagens. Esses momentos são realmente divertidos e cada personagem é distinto e complexo.

Na demo que experimentamos durante a E3, aprendemos pouco sobre o destino do time: seu sistema de comunicação foi cortado e houve problemas com o oxigênio. Misterioso, sem dúvida, e a Fullbright não tem revelado se Tacoma é mesmo um jogo de horror ou um puramente de ficção-científica, um drama, romance ou uma combinação de todas essas coisas. Steve Gaynor, co-fundador da Fullbright, disse que Tacoma é “reconhecer esses preceitos (do gênero) e então ir para algum lugar interessante daí.”

blog-do-xbox-tacoma-02

A Fullbright já demonstrou sua habilidade em criar histórias imersivas contadas através de seus mundos lapidados cuidadosamente. Tacoma é um projeto muito maior, então estamos excitados para ver como essa trama se desenvolve e aprender mais sobre as pessoas que viveram, trabalharam e amaram no espaço.

Tacoma está previsto para ser lançado em 2017. Você pode conferir o jogo anterior da Fullbright, Gone Home, no Xbox One e PC.

junho 17, 2016

Insidecast #9 – [Especial E3] Tudo que rolou no estande da Microsoft

blog-do-xbox-insidecast-09

A E3 2016 acabou mas o Insidecast continua explorando o maior evento de videogames do mundo! Nessa nova edição, Bruno encabeça um papo sobre os jogos que os participantes mais gostaram na feira. É claro que o Nelson falou de Forza Horizon 3, que a Mari falou de Dead Rising 4, que a Thais falou do Ed Boon e de Injustice 2, que o Bruno falou do novo FIFA e que o Makson falou de algum jogo de terror bastante esperado, sabe? Mas não foi o suficiente! É assim entra em cena o intrépido Filipe Dal Gallo, editor dos episódios do especial E3 2016. Mas e você, qual foi seu jogo favorito do evento?

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

Filipe Dal Gallo
Twitter: @filipeg165
Gamertag: filipeg165

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #9 – [Especial E3] Tudo que rolou no estande da Microsoft

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

junho 17, 2016

[E3 2016] – Testes, entrevistas e o que vem por aí

blog-do-xbox-fachada-convention-center-660x280

Dizem que a primeira E3 a gente nunca esquece. O Blog do Xbox consolida o ditado, cobrindo o evento de forma um tanto diferente daquela que você deve estar habituado. Lado a lado com o pessoal do Inside Xbox, a ideia sempre foi trazer o leitor/espectador/ouvinte para próximo da gente. Caso você tenha se sentido como se estivesse ao nosso lado, curtindo cada momento, vibrando com cada anúncio e enlouquecendo com os estandes maravilhosos e os jogos incríveis, então nosso objetivo foi cumprido.

blog-do-xbox-tchau-e3-2016-02

Foram dezenas de desenvolvedores entrevistados, de jogos indies a produções gigantescas, e todo esse conteúdo será publicado a medida que o lançamentos dos jogos se aproximarem. Dessa forma, mantivemos a proposta do blog em cada post: manter um laço exclusivo entre nós, aqui deste lado, e você. 

Foi uma experiência indescritível conferir as conferências, visitar os estandes e experimentar os jogos, assim como conversar com seus respectivos criadores. Foi deslumbrante poder encontrar colegas trabalhando duro, mas com um sorriso estampado no rosto; cruzar com figuras icônicas da indústria e poder conversar com todos; ou se deleitar ao testar algumas das produções mais aguardadas.

blog-do-xbox-tchau-e3-2016-03

O Blog do Xbox agradece imensamente a você, que nos acompanha nessa jornada de descobrimento e deslumbre, onde o profissionalismo caminha de mãos dadas com a paixão. Para fechar essa carta de amor à E3, à indústria de videogames e a você, leitor ou leitora, vamos conferir juntos o último episódio do Inside Xbox especial E3 2016. A determinação, gana e amor da equipe estão em cada segundo desse e de toda a série de vídeos da cobertura. Embora o clima seja de despedida da E3, saiba que ainda temos muito material para discutir, tanto aqui no blog quanto no Insidecast.

junho 16, 2016

[E3 2016] – Jogos, jogos e mais jogos!

blog-do-xbox-fachada-convention-center

A empolgação para o segundo dia de E3 segue ainda mais alta – assim como a dor nos pés. Mas isso a gente tira de letra, afinal, são tantos jogos para testar, tantas entrevistas para realizar, que nada poderia nos impedir.

O dia começou com uma conversa com Masayuki Hirano, produtor de Dragon Ball Xenoverse 2. Animado com o sucesso dessa nova franquia, Hirano comentou que muitas críticas dos fãs para o primeiro jogo foram ouvidas. “Manteremos as mesmas cinco raças do jogo original, mas as possibilidades de personalização serão ainda maiores”, falou sobre o processo de criação de seu Patrulheiro do Tempo. A entrevista completa você confere em breve aqui no blog, quando Dragon Ball Xenoverse 2 estiver para ser lançado!

blog-do-xbox-xenoverse-2jpg

Logo em seguida, uma viagem muito doida para um mundo onde humanos e demônios passaram a coexistir. Fomos até o irreverente estande da Devolver Digital, num estacionamento próximo ao Convention Center, para testarmos Shadow Warrior 2. “O jogo se passa cinco anos após os eventos do original e conseguimos colocar todo tipo de ideia insana aí no meio”, comentou Konrad Karkowski, produtor na Flying Wild Hog.

O mestre ninja e altamente zoeiro Lo Wang tem a sua disposição um arsenal dos mais espetaculares, incluindo katana cheia dos poderes místicos, lança-granadas e até uma serra-elétrica. E destroçar os demônios fica ainda mais divertido no modo cooperativo. “Você e mais três amigos podem embarcar em diversas missões, já que Shadow Warrior 2 é mais aberto e livre que o primeiro jogo”. Posso ser sincero? É bem mais divertido jogar assim, mesmo tendo experimentado com três desconhecidos. E ah, contei que o teste rolou dentro de um trailer? Espetacular!

blog-do-xbox-estande-devolver

Fãs da DC, uni-vos! Injustice 2 promete tornar realidade as batalhas entre seus super-heróis e super-vilões favoritos. Após uma apresentação a portas fechadas, onde pudemos saber mais das novidades do antecipado jogo de luta da NetherRealm, conversamos com o responsável pela bagaça toda: Ed Boon, o pai de Mortal Kombat e produtor de Injustice. “Pode acreditar, não é nada fácil escolher os personagens para o jogo!”, revelou Boon. “Equipar capacetes, armaduras e demais acessórios nos personagens é uma grande novidade para o novo jogo, e isso faz toda diferença nas batalhas”. Realmente, Superman parece imbatível com sua armadura overpower ao extremo, mas a Thais pareceu não se importar muito – ela estava emocionada demais na presença de seu ídolo (e não, não estou falando do alien de Krypton).

blog-do-xbox-ed-boon

No lado dos indies, muita coisa legal no estande da Microsoft. Os romenos da Sand Sailor Studio estavam por lá com seu primeiro jogo, o sombrio e altamente crítico Black: The Fall. “A ideia é criar um jogo de puzzle ambientado em nosso passado comunista”, contou Cristian Diaconescu. Após alguns minutos nos controles de um trabalhador revoltado contra a indústria que o emprega, já sentimos influências de clássicos como Another World. Na demo apresentada, os quebra-cabeças giravam em torno de controlar outros trabalhadores remotamente. O visual é em 3D, porém os controles são como em jogos de plataforma 2D, e alguns momentos requereram pulos bem precisos. Tentativa e erro aliado a puzzles engenhosos, num cenário diferente do habitual fazem de Black uma produção independente para manter no radar.

blog-do-xbox-black

E para fechar, que tal mais um Inside Xbox? Mari, Nelson e Thais dão uma voltinha pelos estandes de várias desenvolvedoras, mostrando tudo pra vocês. Desde o clima noire de Mafia III na 2K, até a mansão altamente macabra de Resident Evil VII biohazard na Capcom, você vai se sentir dentro da E3 com eles, então confere aí. Ah, mais uma coisa: amanhã tem novo podcast, com tudo sobre os jogos do estande da Microsoft!

junho 15, 2016

[E3 2016] – Tem início a maior feira de videogames do mundo!

blog-do-xbox-estande

Empolgação é a palavra de ordem aqui no imenso Convention Center, local onde acontece a E3, em Los Angeles. Grandioso ao extremo, o lugar faz jus ao tamanho desta indústria linda que tanto amamos. São jornalistas de todas as partes do mundo concentrados num só lugar, com um único objetivo: jogar videogame! E claro, nós aqui do Blog do Xbox e a galera do Inside Xbox estamos testando tudo o que for possível pra te deixar por dentro de todas as novidades!

blog-do-xbox-e3-2016-badges

Começamos o dia com o pessoal da Bandai Namco, que mostrou um bocado de novidades sobre Tekken 7: todos os novos personagens, diferenças no sistema de batalha e o modo história, cujo desfecho será definitivo na saga da sangrenta família Mishima. E depois daquele trailer incrível na conferência da Microsoft, Akuma tem grande importância nessa história. Para mais detalhes sobre Tekken 7, fique ligado aqui no Blog do Xbox, pois logo vamos publicar uma entrevista com o diretor da série, Katsuhiro Harada!

blog-do-xbox-tekken-7

Em seguida, para alegria dos fãs de Dragon Ball, fomos conhecer detalhes de Xenoverse 2, a aguardada continuação do jogo mais vendido da saga de Akira Toriyama. Com um sistema de personalização ainda maior, espere mais formas de criar seu personagem. O mundo a ser explorado também cresceu, assim como a quantidade de heróis e vilões possíveis para controlarmos. O primeiro jogo recria muito bem os eventos mais famosos de toda franquia Z, mas também conta uma história totalmente inédita. Em Xenoverse 2, a aventura de Goku e seus amigos continua de onde a trama anterior se encerra. Fãs das Esferas do Dragão, vocês não perdem por esperar!

blog-do-xbox-recore-estande

Depois de uma circulada pelos maravilhosos estandes da Bethesda, 2K, Capcom e de tantas outras gigantes dos videogames, focamos o primeiro dia no da Microsoft. E tem jogo pra dedéu ali! Testamos primeiro Recore, um dos mais esperados por nós aqui do blog. Curioso sobre o jogo? Relaxa que a gente conta. Produzido pelo pessoal envolvido em Metroid Prime e com a direção criativa a cargo de Keiji Inafune, o criador do Mega Man, Recore surge  para impressionar.

blog-do-xbox-recore

“O projeto do jogo nasceu da vontade dos desenvolvedores da antiga Retro Studios em trabalhar com Inafune, e isso aconteceu há cerca de dois anos e meio”, conta Joseph Staten, roteirista de Recore. “Os desenvolvedores levaram o projeto até a Microsoft e a ideia foi considerada excelente!”. Sorte a nossa que tanta gente talentosa se juntou ao projeto. Falando sobre a protagonista, Joseph diz ter criado Joule como uma aventureira determinada e cheia de vida, lutando num mundo desértico, onde os robôs fugiram do controle. Exceto aqueles ajudando Joule, cujas funções são bem variadas. “Após um longo período adormecida, Joule desperta já com um companheiro robô, Mack, o cachorro. E Joule encontra outros no decorrer da aventura”. Escolher o robô certo faz toda diferença não só nas batalhas, mas também na exploração dos cenários. O tiroteio é bem frenético, porém é necessário utilizar armas de acordo com as cores dos inimigos. O jogo é bem divertido e carismático – quem sabe uma nova franquia vem aí!

blog-do-xbox-bloodstained

De um ícone para outro, encontramos o lendário desenvolvedor Koji Igarashi e sua nova criação, Bloodstained: Ritual of the Night. Igarashi acompanha atentamente cada um que testa seu jogo. E caso você esteja familiarizado com os títulos da série Castlevania, especialmente Symphony of the Night, vai se sentir em casa com Bloodstained. A protagonista, Miriam, é uma experiente maga e espadachim, com movimentos ágeis e bastante graciosos. Nem mesmo as tenebrosas criaturas investindo contra ela num sombrio navio fantasma conseguem parear suas habilidades. Elementos de RPG como ganho de experiência e inventário bastante personalizável também estão presentes.

E para fechar esse primeiro dia de portas abertas de E3 2016, que tal conferir o mais novo episódio do Inside Xbox, totalmente dedicado ao evento? Tem o Nelson jogando Forza Horizon 3, a Mari contando o que achou de Song of the Deep, Thais visitando a lojinha da E3 e muito mais. Se liga aí!

Para quem perdeu o primeiro Insidecast, em que discutimos sobre os anúncios da conferência da Microsoft, basta clicar aqui. 🙂

junho 14, 2016

Insidecast #8 – [Especial E3] Conferência da Microsoft

blog-do-xbox-insidecast-8-conferência-da-microsoft

Alegria, euforia e excitação! Bruno tenta controlar os ânimos (os seus próprios e de todos os participantes) para conduzir uma conversa bem legal sobre as conferências dessa E3 2016. Mari, Nelson, Thais e Makson comentam rapidinho o que foi mostrado pela EA, Bethesda e Ubisoft, mas o foco ficou mesmo na espetacular conferência da Microsoft. Foram tantos jogos anunciados, tanta coisa legal mostrada, que foi difícil manter a compostura!

E para não perder nada da nossa programação para os próximos dias, fique ligado nesse calendário (inclusive para saber quando entrarão os Inside Xbox especiais na sua dash):

blog-do-xbox-cronograma-junho

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #8 – [Especial E3] Conferência da Microsoft

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

junho 13, 2016

[E3 2016] – Conferências da EA, Bethesda e a opinião do pessoal do Inside

blog-do-xbox-conferência-EA-02

Começa a E3 2016! Na verdade, as portas do Convention Center de Los Angeles só se abrem terça, mas as conferências que antecedem o maior evento de videogames do mundo deram o pontapé inicial no show. A Eletronic Arts foi quem deu a partida e o ronco do motor veio diretamente de um titã metálico dos mais furiosos!

Titanfall 2 chega ao Xbox One dia 28 de outubro e as novidades são muitas: modo história (e que promete desenvolver o laço entre o piloto e seu titã), novos titãs, mais personalização, o eficiente “grappler” (um gancho bem útil) e muitas outras coisas. O pessoal do Inside teve oportunidade de testar o jogo logo após a conferência e todos ficaram bem empolgados com a partida. “Eu queria morar naquele jogo”, disse a Mari sobre a experiência.

blog-do-xbox-conferência-EA-titanfall 2

Por falar em experiência, Nelson e Bruno, do Insidecast, gostaram muito de FIFA 17. Prometendo grandes revoluções para a consagrada franquia de futebol da EA, o novo título vai passar a fazer uso da poderosa engine Frostbite para criar gráficos ainda mais realistas, além de física aprimorada, principalmente no comportamento da bola. O inédito modo “The Journey” promete acompanhar a carreira de um jogador iniciante, rumo ao estrelato.

Quem marcou presença na conferência foi Jade Raymond, General Manager para os títulos de Star Wars da EA. E serão muitos: comandado pela veterana Amy Henning, o estúdio Visceral trabalha em um novo capítulo da saga espacial, assim como a DICE já prepara um novo Battlefront, enquanto a Respawn, de Titanfall, vai cuidar de outro título Star Wars.

A EA anunciou ainda um projeto de apoio aos desenvolvedores independentes chamado ” EA Originals”. O primeiro título do programa chama-se Fe. Vindo da Suécia, do estúdio Zoink Games, mostrou belo visual e uma premissa emocionantes, que agradou em cheio a nossa japinha Thais. Levando em consideração o quão espetacular foi Unravel, só é mesmo possível esperar grandes jogos saídos do EA Originals.

blog-do-xbox-conferência-EA-dogtags

Ah, não dá pra esquecer de algo muito legal: antes da entrarem para a conferência, o pessoal do Inside – e todos os presentes – receberam uma dog tag personalizada com suas gamertags! A ideia era recriar as mesmas tags utilizadas pelos soldados na Primeira Guerra Mundial, ou seja, todos já estavam sendo preparados para Battlefield 1, um dos grandes carros-chefes da EA para este ano!

blog-do-xbox-conferência-bethesda-01

Algumas horas mais tarde, foi a hora e a vez da Bethesda! Grande parte da conferência foi dedicada ao aguardadíssimo Dishonored 2. Para falar mais sobre ele, Harvey Smith, diretor do projeto, foi ao palco. O excelente visual dá vida ao clima steampunk da franquia. Muitas das habilidades da nova protagonista, chamada Emily, foram postos a prova – e parecem beeeem poderosas.

E que tal uma boa surpresa? Prey, que fez a cabeça de muitos jogadores no Xbox 360, ressurge com um episódio inédito, com uma aparência pós-apocalíptica que deixou todo mundo aqui ansioso pra jogar.

blog-do-xbox-conferência-bethesda-02

Além disso, novidades para Fallout 4 e Doom foram anunciadas. Ambos os jogos atingiram enorme sucesso e a Bethesda pretende continuar a fornecer novo conteúdo para ambos os títulos por muito tempo. E nós, Bethesda, pretendemos continuar a jogar seus jogos espetaculares até o fim dos tempos. Afinal de contas, olha só a alegria desse povo ao lado do Pip-Boy!

junho 10, 2016

Insidecast #7 – [Especial E3] Expectativas E3 2016

blog-do-xbox-insidecast-7-expectativas-e3-2016

Às vésperas da E3 2016, os participantes do Insidecast olham lá no fundo da bola de cristal para palpitar sobre o que veremos no evento! As expectativas não poderiam estar mais à flor da pele, e aposto que a de vocês também, certo? Então se prepare para muita especulação e sonhos compartilhados, porque E3 é isso aí mesmo: euforia!

Para não perder nada da nossa programação para os próximos dias, fique ligado nesse calendário (inclusive para saber quando entrarão os Inside Xbox especiais na sua dash):

blog-do-xbox-cronograma-junho

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #7 – [Especial E3] Expectativas E3 2016

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

junho 8, 2016

As melhores (piores) férias de sua vida em Dead Island: Definitive Collection

blog-do-xbox-dead-island-definitive-collection-capa

A desenvolvedora polonesa Techland e sua série Dead Island, o simulador de “pior férias de todos os tempos”, chega numa edição definitiva na forma de Dead Island: Definitive Collection. Já disponível, a coleção inclui ambos Dead Island e sua sequência, Dead Island: Riptide, juntamente com Dead Island: Retro Revenge. Essas edições totalmente remasterizadas incluem todos os respectivos conteúdos via download e patches, além de diversos upgrades. Já Retro Revenge é um título totalmente novo, um endless runner de ação estilo 16-bit, situado dentro do universo de Dead Island.

blog-do-xbox-dead-island-definitive-collection-01

Ah, e chamar de “remastered” realmente faz jus, pois os dois Dead Island chegam recheados de novidades. A Techland e a distribuidora Deep Silver melhoram os gráficos de forma bastante significativa no Xbox One. Texturas foram retrabalhadas em alta resolução, o que nos leva a um visual melhor no escopo geral do jogo.

Isso é intensificado por um novo sistema de luz fotorrealista, juntamente com técnicas de sombreamento inclusas na última iteração da engine própria da Techland, a Chrome Engine. Tudo isso combinado nos oferece uma qualidade visual muito maior, o que o jogo ainda mais realistas dadas tais condições de luz e sombra.

blog-do-xbox-dead-island-definitive-collection-04

Técnicas melhoradas de anti-aliasing tornam o visual ainda mais limpo (leia-se: sem serrilhados) e todos os modelos 3D de Dead Island também foram retrabalhados. Há novos efeitos de motion blur, assim como foi introduzido um ambiente de oclusão do horizonte – tudo isso dá vida nova a essas férias terríveis de forma que um final de semana chuvoso preso num hotel não poderia jamais.

blog-do-xbox-dead-island-definitive-collection-02

E isso não é tudo! A interface de usuário está melhorada e mais consistente entre os dois jogos, Dead Island e Dead Island: Riptide, ajudando a criar uma experiência mais uniforme em ambos os títulos. Os dois jogos oferecem co-op online para até quatro jogadores (assim você não precisa cruzar a ilha infestada por zumbis sozinho) e o mod não oficial de PC e também preferido dos fãs, “Power Fists”, também está incluso. O mod permite que os jogadores soquem zumbis na cara e causam uma carnificina mais próxima e pessoal. Esse paraíso tropical, sádico e sangrento já está disponível para Xbox One.

junho 6, 2016

Inside Xbox 46 no ar!

blog-do-xbox-inside-xbox-46

O último episódio do Inside antes da E3 já esta no Youtube! Depois de falarem sobre Doom e Battleborn, Mari, Thais e Nelson chegam com mais FPS. Que época maravilhosa pra ser fã desse gênero, heim. Começando pelo indie polonês Hard Reset Redux e seus robôs malvados num futuro totalmente Blader Runner. Mas caso seu estilo seja algo mais vida real e com um mundo aberto gigante pra explorar, Homefront: The Revolution traz alguns elementos interessantes.

No momento indie do programa, começamos com o simpático jogo de plataforma russo TurnOn! Esse aqui é feito pra você jogar tranquilão mesmo, sem altas dificuldades. Além dele, Anima: Gate of Memories é dedicado aos fãs de RPG de ação. A produção vinda diretamente da Espanha é bem ambiciosa para seu diminuto time de desenvolvimento. Vale conferir!

E pra fechar, um dos jogos mais esperados do ano – porque quando o assunto é Blizzard, até a Mari, que não curte muito FPS, dá o braço a torcer. Overwatch é a nova empreitada dos criadores de Diablo num gênero totalmente novo para a produtora, o FPS competitivo. Tá todo mundo jogando e imaginamos que você também! E é iso aí, nos vemos na E3!

junho 3, 2016

Controle um bebê no terror Among the Sleep

blog-do-xbox-among-the-sleep-capa

Por Kristina Halvorsen, Chefe de Marketing e Comunidade no Krillbite Studio

Nós somos o Krillbite Studio, desenvolvemos jogos indies e estamos localizados na Noruega. Nosso jogo, Among the Sleep, está chegando hoje ao Xbox One!

blog-do-xbox-among-the-sleep-01

Em Among the Sleep, você poderá jogar como uma criança de dois anos de idade dentro dessa realidade assustadora e obscura. Você acorda numa noite e descobre que a casa está toda escura e vazia. Vazia, na verdade, até você encontrar um ursinho de pelúcia falante. Ele revela que algo bem ruim está acontecendo. E é você quem vai cruzar pela escuridão, explorando locais saídos diretamente de pesadelos, para descobrir o que está acontecendo.

blog-do-xbox-among-the-sleep-03

Among the Sleep começou como um projeto de faculdade para nós e, após a graduação, decidimos formar o estúdio e continuar seu desenvolvimento. Em 2013, tivemos um Kickstarter bem sucedido e financiamos o jogo. E agora estamos muito felizes em trazê-lo para o Xbox One.

A edição de Xbox One incluirá escolhas de pijamas para o bebê! Isso significa que você poderá escolher qual pijama usar, sem nenhum custo adicional. Você pode vestir o personagem com algo inspirado em unicórnios – ou talvez você prefira ursos? Você pode até vesti-lo com uma temática bem especial, inspirada no Xbox One.

blog-do-xbox-among-the-sleep-02

Em Among the Sleep, tentamos fazer um jogo de terror que fosse algo além de assustador. O jogo recebeu boas críticas por sua temática e design, e estamos muito felizes pela recepção positiva de tantas pessoas diferentes.

junho 1, 2016

[indie da semana] – SUPERHOT

blog-do-xbox-superhot-capa

SUPER. HOT. SUPER. HOT. Imagino que essas palavras ressoem em sua mente de maneira bizarra. Na minha é assim, garanto. SUPERHOT foi um dos jogos mais diferentes dos últimos tempos – e fica a recomendação caso você nunca tenha jogado. Para tentar entender de onde surgiu tanta inspiração, entramos em contato com Piotr Iwanicki, diretor e designer dessa pequena grande produção vinda diretamente da Polônia.

Antes de falarmos sobre o jogo, nos conte um pouco sobre você! Como é sua rotina como parte do SUPERHOT Team?

Eu dirigi e fiz todo o design de SUPERHOT, além de escrever o jogo e trabalhar desenvolvendo seu estilo visual. Havia sempre muito trabalho a ser feito e eu ficava indo de uma coisa para a outra constantemente – mecânicas de gameplay, IA, história, fases, visual, replays, os menus no estilo DOS. Normalmente, eu preparava protótipos para tudo no jogo e então outros membros davam continuidade naquilo que eu começava.

blog-do-xbox-superhot-01

Muitos jogos fantásticos tem vindo da Polônia nos últimos anos. The Witcher e Layers of Fear são só alguns exemplos. Como é ser um desenvolvedor de games na Polônia?

Temos uma grande comunidade de desenvolvedores aqui, com alguns estúdios bem grandes e muitos pequenos. Todo tipo de jogo é feito. Você pode encontrar os mais famosos na internet, mas para realmente sentir como a coisa funciona, você teria que nos visitar mesmo. Prometo muita vodka e papo sobre videogame até bem tarde da noite!

SUPERHOT é bem único desde o primeiro minuto que começamos a jogar. O tempo é lidado como um bullet time constante de Matrix! É incrível de controlar. Como você criou esse conceito? Foi difícil implementá-lo?

Na verdade, a ideia é bem simples de implementar. Fico me perguntando porque não está em todo jogo, porque é muito mais divertido ter controle total e não ter que se preocupar tanto com seus reflexo – e também pela tática. O design veio da ideia de “FPS em turnos”. Quando você trabalha em jogos pequenos – e eu andava fazendo jogos em flash antes – você sempre precisa de ideias fortes e originais e uma boa forma de tê-las é, aleatoriamente, misturar várias coisas, de jogos totalmente desconexos.

O nosso esquema de “o tempo só passa quando você se move” é o resultado da mistura de gameplay em turnos e a perspectiva em primeira pessoa de shooters. Estava eu pensando nessas coisas dentro da minha cabeça quando percebi que a rodada poderia ser tão longa ou tão curta quanto o jogador quisesse. Fiquei me perguntando se isso funcionaria como um jogo e a única forma de testar foi fazendo.

blog-do-xbox-superhot-03

A narrativa de SUPERHOT parece algo proibido, que não deveríamos estar acompanhando. Além da estética totalmente não convencional dos trechos de história, como foi encorporar isso ao gameplay?

Quem você está fazendo jogos – e acredito que isso se aplique a qualquer criação artística – você sempre trabalha com algumas restrições. Toda glória das cutscenes dos FPS mais modernos é tão comum que é visto pelos jogadores como algo simples de ser feito. E não, não é. Precisávamos de uma história que fosse fácil de ser criada e eu queria que essa história se destacasse.

Conversas são mais eficazes em criar expressões, no entanto, em SUPERHOT mantivemos o foco mais no gameplay do que na narrativa. O estilo de história que criamos foi aquele que seria mais eficaz para nosso time criar. O alvo sempre foi fazer algo diferente que “desenvolvedores normais” fariam. Queríamos que todos os aspectos do jogo se destacassem, mas nunca que competissem com outros jogos tentando fazer igual, mas melhor.

E essa foi a razão por trás da narrativa esquisita.

E como foi a relação de vocês com a Microsoft? A propósito, o jogo ficou ótimo de controlar no Xbox One!

Tanto a Microsoft quanto o time do ID@Xbox, nos ajudaram muito desde o começo. Eles estão fazendo um ótimo trabalho com os desenvolvedores independentes.

Suporte a controle é ótimo e torna o jogo uma experiência bem diferente. Com movimentos delicados do analógico, você pode se mover bem devagar, então o tempo também passa bem lentamente. Você tem um controle mais sutil sobre o tempo. Com joystick, você normalmente joga com um tempo diferente, já no mouse e teclado, é uma experiência pare-vai-pare-vai, com pausas distintas entre os movimentos. É uma forma alternativa de jogar.

blog-do-xbox-superhot-05

Pra fechar, nos conte um pouco sobre suas influências. De filmes a outros jogos, o que serviu de inspiração para criar algo tão único e divertido?

Os filmes do diretor David Cronenberg foram uma grande inspiração para mim, em particular Videodrome. Eu vi esse filme quando era pequeno e, obviamente, ressonou em mim, mas esqueci completamente até revê-lo já totalmente compenetrado na produção de SUPERHOT e, do nada, descobri muitas similaridades. O controle de mente, a mídia, o vício a realidade de ficção – tudo isso é temática em SUPERHOT. Então, assista a essa filme! É uma viagem fantástica e totalmente estranha.

maio 30, 2016

[ID@Xbox creator spotlight] – Layers of Fear

blog-do-xbox-layers-of-fear-capa

Por Bloober Team, criadores de Layers of Fear

Nós somos o Bloober Team, uma desenvolvedora independente instalada em Cracow, Polônia, e você provavelmente nos conhece por Layers of Fear – o assustador e psicodélico jogo de terror sobre um pintor louco. Nosso jogo passou sua infância no programa Xbox Game Preview e, desde então, amadureceu e se tornou uma experiência completa de horror que assustou e entreteve milhares de fãs no Xbox. Você pode até pensar que quem está envolvido num jogo com esse só pode ser maluco, e você provavelmente não está assim tão longe da verdade! Mais de vinte pessoas compõe o time de desenvolvimento de Layers of Fear e o dobro disso teve algum tipo de envolvimento, sem mencionar a valiosa opinião dos fãs através do Xbox Game Preview, contribuindo para tornar o jogo ainda melhor.

blog-do-xbox-layers-of-fear-05

A jornada para Layers of Fear começou há oito anos quando um dos primeiros jogos do Bloober Team, um título de horror para um dos grandes consoles da época, foi lançado após o time ter investido tempo e dedicação nos controles e estilo do título. Apesar da dedicação, os cofundadores do Bloober Team, CEO Piotr Babieno e Piotr Bielatowicz pensaram afrente, utilizando aquela ideia e experiência como a identidade do Bloober Team. Depois de uma dúzia de jogos contratados, algumas IPs nada originais, muita ambição, sangue, suor e lágrimas, finalmente alcançamos Layers of Fear – o primeiro jogo do nosso novo portfólio e um retorno às raízes.

blog-do-xbox-layers-of-fear-04

Além de nossos destemidos líderes, devemos muito a tantas pessoas por terem ajudado na criação de Layers of Fear, o transformando numa obra-prima do terror. Os méritos do visual de Layers of Fear são de nosso Diretor de Arte Mateusz Lenart – um sujeito decente, casado e envolvido na indústria de jogos por mais de dez anos, que agora trabalha como nosso Diretor de Arte; e também vão para nossos level designer Bartosz Kaprón, cujo senso artístico ajudou a visionar a estética geral do jogo. Ambos receberam um prêmio do presidente da Polônia em pessoa por suas conquistas pessoais (wow!). Além disso, nosso programador veterano Mariusz Szaflik realizou nada além de magia negra e proibida para tirar o máximo das capacidades da engine Unity.

blog-do-xbox-layers-of-fear-06

E ainda nem mencionamos nossos contribuidores mais… desequilibrados! Michał Król, nossos designer, viciado em terror, com sua personalidade maluca e divertida, foi responsável pelas ideias de roteiro e teve participação em quase todos os aspectos de design de Layers of Fear. Jacek Zięba, tranquilo e calmo por fora, mas uma verdadeira besta emocional e responsável pela QA do jogo – ajudou a montar todas as peças do jogo; e o líder do projeto, Szymon Erdmański, um cara tranquilo, sempre feliz e bastante enérgico – ajudou na produção do projeto todo.

blog-do-xbox-layers-of-fear-07

Por fim, devemos muito de Layers of Fear a nossa comunidade e fãs. Vocês tornaram Layers of Fear o sucesso que é. Muito obrigado por ter jogado e curtido Layers of Fear. Mal podemos esperar para contar mais de nossos planos futuros!

maio 27, 2016

Insidecast #6 – [Especial E3] Retrospectiva

blog-do-xbox-insidecast-6-capa

Alguém aí ansioso pela E3 2016? Porque os participantes do Insidecast estão! Para apaziguar um poucos os ânimos, preparamos uma série [Especial E3], começando com uma retrospectiva sobre todas as feiras, começando lá no longínquo 95 e chegando até a última, a de 2015. Foram incontáveis momentos marcantes, então se prepare para muito papo, risadas e lembranças. Thais e Mari contam como foi sua primeira experiência no evento ano passado, enquanto o Nelson conta vários causos das E3 das quais já participou – e foram muitos!

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #6 – [Especial E3] Retrospectiva

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

maio 25, 2016

Desenvolvedores de Overwatch contam mais sobre o jogo

blog-do-xbox-overwatch-capa

É sempre assim: sai um novo jogo da Blizzard, todo mundo para seja lá o que estiver fazendo pra jogar. É exatamente isso o que tem acontecido com Overwatch. Não importa se você seja fã de FPS ou não, se seja fã de partidas altamente competitivas ou se prefira algo mais solitário, você vai precisar – tipo, necessidade mesmo – experimentar essa maravilha. E dentro desse clima de ansiedade, conseguimos uma entrevista exclusiva sobre Overwatch com diversos de seus desenvolvedores, entre eles Jeff Kaplan, Michael Chu, Bill Petras e Aaron Keller. Se liga aí!

blog-do-xbox-overwatch-02

Quase impossível não ter ouvido falar de Overwatch nos últimos meses, mas diz aí, qual a ideia por trás do jogo?

Overwatch é um shooter multiplayer baseado em times, com um elenco de 21 heróis dinâmicos. O jogo se passa num futuro não muito distante e no planeta Terra. Overwatch oferece aos jogadores habilidades para controlar o tempo, desafiar leis da física e fazer uso de poderes e armas sensancionais. Times de 6 contra 6 competem em mapas ao redor do mundo – você protegerá um templo antigo no Egito, escoltará acessórios EMP em Londres e batalhará pelo controle da Torre Lijiang na China, e muito mais. Mudar entre os heróis é a chave para contra-atacar seus oponentes e ganhar vantagem nas batalhas.

blog-do-xbox-overwatch-04

Foi difícil traduzir o esquema de mouse e teclado dos PCs para o controle do Xbox One? E o controle Elite, você teve oportunidade de jogar Overwatch com aquela maravilha?

Nós desenvolvemos Overwatch com o console em mente desde o começo do projeto. Do número de habilidades dos heróis, a interface minimalista, queríamos nos certificar ser algo acessível para os jogadores, seja lá em qual plataforma. O contrelo Elite é espetacular. Você realmente sente sua qualidade e as opções de personalização permitem inúmeras formas diferentes de jogar.

blog-do-xbox-overwatch-03

Os jogadores podem esperar todo esmero e cuidado de títulos passados da Blizzard com Overwatch? Anos de suporte ao jogo, balanceamento impecável entre os personagens e tudo isso?

O lançamento de Overwatch é só o começo do jogo. Assim como todos os títulos da Blizzard, Overwatch será tratado como um serviço vivo. Planejamos dar total suporte ao jogo com novo conteúdo, updates e balanceamentos. E, como sempre, amamos ouvir a opinião de nossos jogadores para continuar a tornar Overwatch melhor cada vez mais.

blog-do-xbox-overwatch-07

Nos fale um pouco sobre os planos para novos heróis! E também sobre a variedade sobre eles. Eles são bem diferentes entre si, certo?

São 21 personagens disponíveis no lançamento com muitos heróis a caminho após isso. Nossos heróis são de todos os lugares do mundo, cada um é único, poderoso e distinto. Também nos orgulhamos em dizer que todos os heróis e mapas novos serão grátis aos jogadores. Temos uma grande gama de heróis, de uma piloto de teste britânica e acrobata com poderes de teletransporte, de arremesso de bombas e reversão de tempo a um gorila gênio armado com jet pack e que consegue correr pelo teto. Overwatch é melhor aproveitado quando os times cooperam entre si e combinam essas habilidades únicas.

blog-do-xbox-overwatch-05

Vocês esperam que Overwatch seja tão grande quanto StarCraft II e Heroes of the Storm no meio competitivo? Há compeonatos já planejados?

Nosso time é composto por grandes fãs de eSports e jogatina competitiva. Acreditamos que Overwatch será um jogo excelente para jogar e assistir de forma competitiva. Esperamos fazer jus a popularidade a ao fandom de StarCraft e Heroes, mas nosso foco é fazer um jogo excelente. Temos planos para eSports no futuro mas ainda não estamos prontos para compartilhá-los ainda.

maio 24, 2016

Games With Gold para junho de 2016

XboxLive_GamesWithGold_EN_RGB

Para o mês de junho, membros Xbox Live Gold irão receber quatro novos jogos grátis – dois para Xbox One e dois para Xbox 360 – como parte do programa Games With Gold. Você pode jogar ambos os títulos de 360 no Xbox One como parte da retrocompatibilidade.

No Xbox One, membros Xbox Live Gold podem fazer o download de Goat Simulator (R$19,00) de graça durante o mês de junho. The Crew (R$130,00) estará disponível como download grátis de 16 de junho até 15 de julho.

No Xbox 360, a partir de quarta-feira, 01 de junho, Super Meat Boy (R$30,00) estará disponível como download gratuito para membros Xbox Live Gold até 15 de junho. A partir do dia 16 de junho, membros Xbox Live Gold poderão fazer o download grátis de XCOM: Enemy Unknown (R$199,00) até dia 30 de junho.

maio 24, 2016

Inside Xbox 45 no ar!

blog-do-xbox-insidexbox-45-capa

Quinze dias depois, um episódio novinho do Inside Xbox chegando ao Youtube! O programa começa um festival de jogos indies dentro do programa ID@Xbox, todos em promoção na Live. Tem Gone Home, SUPERHOT, Oxenfree e uma atençãozinha especial pra essa beleza aqui: Lovers in a Dangerous Spacetime.

Indo dos independentes, o Inside passa para Forza Motorsport 6 Apex no PC. A série de alta velocidade chega ao Windows com sua edição mais refinada e popular – e falando em computadores, que tal acompanharmos o lançamento do Alienware no Brasil?

E você? Aprendeu a dizer adeus ao bruxo mais famoso dos videogames? Com a expansão Blood and Wine, a CD Projekt Red se despede de seu personagem mais famos, e o Inside tem uma entrevista bem legal com o quest designer desse último capítulo da carreira do bruxo nos Xbox One.

Momento dica: aprenda a usar o Whatsapp e Telegram do conforto do seu console favorito. E para fechar essa edição em altíssimo nível, dois dos FPS mais esperados do ano: o divertido e colorido Battleborn, da Gearbox, e o sangrento e frenético reboot do todo-poderoso Doom! Ah! Mais uma coisinha: tá sabendo que Deus Ex: Human Revolution é o primeiro jogo multidisco na retrocompatibilidade?

maio 20, 2016

Doom: não adianta correr nem se esconder

blog-do-xbox-doom-capa

Doom é uma das mais importantes e famosas franquias da história dos videogames. Mas, olhando em retrospecto para a evolução dessa série que mudou os videogames para sempre, percebemos que já faz mais de 10 anos do último jogo lançado. Levando em consideração esse lapso de tempo, é bem possível que alguns leitores nunca sequer jogaram algum Doom em suas vidas.

A desenvolvedora id Software levou essa mudança em consideração ao pensar o novo Doom. Eles, sem dúvida, pensaram esse jogo levando jogadores das antigas em consideração, mas também procuraram abriram a ação para jogadores que não tem a menor ideia do significado de “BFG” (dica: a primeira coisa que veio a sua cabeça é a certa!). Você não tem pra onde correr e nem onde se esconder nessa última iteração desse clássico jogo de tiro em primeira pessoa – e é precisamente isso o que torna o novo Doom tão intenso.

Explosões do passado

Não se preocupe com a ideia desse novo Doom parecer datada: grandes demônios, grandes armas e grandes explosões são atemporais e esse jogo faz uma transição muito bem-vinda para 2016 ao colocar esses elementos no centro das atenções.

blog-do-xbox-doom-01

Quando você encontra um inimigo num FPS mais convencional recente, qual sua primeira reação? Bem, os mais corajosos certamente irão correr em direção ao adversário – e você talvez pague por isso com uma resposta a altura. O resto de nós, no entanto, vai encontrar a coberta mais próxima e mais segura para derrubar o inimigo com uma série de tiros calculados, sempre objetivando o acerto na cabeça.

Doom não tem nada disso.

Os desenvolvedores da id Software nos levam de volta aos tempos mais livres de FPS, quando os jogadores só tinham duas opções: lutar ou fugir (e essa última só mesmo em caso de emergências).

blog-do-xbox-doom-03

O diretor de Doom, Marty Stratton, disse que essa ideia sempre foi o diferencial entre Doom e outras franquias de tiro e é, sem dúvida, a única maneira de lidar com as hordas amedrontadoramente letais de demônios surgindo sem parar. Mas Doom é construído de forma a oferecer ao jogador ferramentas para lidar com as lutas. Você não precisa se preocupar em recarregar e Doom encoraja o “sentar o dedo” em todos os demônios infernais – nada de racionar mísseis por aqui. E se por acaso você estiver com pouca munição, é só correr em direção aos monstrengos com sua fiel serra-elétrica para realizar ataques corporais e brutais. Mais uma vez, é tudo sobre forçar o jogador a confrontar os inimigos cara-a-cara, sem dar espaço para ninguém se esconder atrás de rochas ou árvores, esperando o momento certo de contra-atacar.

Essa série sempre foi sobre armas grandes e bombásticas em cenários de combate, e veteranos de Doom ficarão felizes ao notarem ser esse o foco desse novo jogo, particularmente quando se trata das Mortes Gloriosas – movimentos violentos e estilosos para acabar com os confrontos com um toque especial. E mais: o sistema de progressão do jogo permite aos jogadores personalizar em força, velocidade ou estabilidade, e é possível mudar as coisas dependendo da situação.

Libere o verdadeiro inferno

blog-do-xbox-doom-05

Mais de duas décadas atrás, Doom se tornou um dos primeiros FPS a construir uma comunidade online de jogadores competitivos – e suas influências ainda pode ser notada em cada aspecto da jogatina online até hoje. Esses pioneiros traçaram um caminho e a id sabe bem o legado que precisa manter quando se trata do multiplayer de Doom. E ao invés de tentar copiar a grande maioria dos jogos de tiro da atualidade, os desenvolvedores deram as boas-vindas ao passado.

O multiplayer de Doom é rápido, frenético e criado tendo em mente confrontos entre dois jogadores igualmente balanceados. Você está cansado de jogos multiplayer onde um único tiro pode acabar com tudo, um tiro saído de lugar nenhum? Doom entende o lado tenso do combate competitivo vindo do confronto direto entre dois rivais, e esses duelos um-contra-um não vai terminar num instante.

blog-do-xbox-doom-02

Não queremos dizer com isso que não será possível disseminar terror num oponente desavisado. Na verdade, o multiplayer de Doom oferece um dos modificadores de jogo mais intimidadores já visto num shooter online. Ao invés de simplesmente batalhar demônios na campanha, Doom permite que você se torne um e descarregue toda sua fúria no campo de batalha caso você seja sortudo o bastante ao encontrar uma Runa de Demônio.

E não se trata de alguma ocasião rara ou especial. Doom oferece diversos tipos de demônios, e todos pedem por diferentes estratégias tanto para presa, quanto para predador. O Baron of Hell se parece com Lúcifer em pessoa e acaba de entrar na arena – e quando você avistar essa ameaça chifruda vindo em sua direção, é melhor correr sem parar, a menos que você conte com alguns camaradas para ajudar. Enquanto isso, o Prowler se rasteja pelas sombras e assusta com seus saltos rápidos, fazendo dos jogadores presas fáceis. Isso sem contar o corpo massivo e intimidador do Mancubus, familiar a qualquer jogador dos títulos antigos. E, por último, Revenant oferece uma bela velocidade a equação – além de contar com seu jet pack, permitindo voos rápidos pelo campo de batalha.

Resumindo: mesmo se você nunca jogou Doom na vida, essa é sua chance de investir pesado contra seus inimigos encarnando um demônio gigantesco. Talvez você associe Doom a algo do passado, mas esse novo jogo está muito disposto a entregar inovação e atrair a atenção de novos fãs no Xbox One e PC. Doom já está disponível, bem-vindo ao inferno!

maio 18, 2016

A Expansão NASCAR para Forza Motorsport 6 já está disponível

On the track with NASCAR Expansion

A forma mais popular de motorsport dos Estados Unidos chegou a franquia mais vendida de jogos de corrida da geração, com mais de 11 milhões de jogadores no Xbox One. A Expansão NASCAR para Forza Motorsport 6 já está disponível, trazendo NASCAR para o world stage. Essa é uma expansão que apenas o mundo expansivo de Forza Motorsport poderia entregar. A expansão contém um novo modo carreira, o NASCAR World Tour, com mais de 10 horas de corridas.

E como stock cars americanos se sairiam contra V8s australianos em Bathurst, ou contra protótipos WEC no Le Mans? Com o modo carreira NASCAR World Tour, jogadores serão capazes de viver essas fantasias e responder essas questões por conta própria, competindo em eventos únicos através da seleção de pistas e circuitos em Forza Motorsport 6. Seja competindo contra GT ou corredores de resistência das maiores ligas do mundo, compartilhar a pista com pilotos de IndyCar e Formula E, ou testando seus limites em clássicos ovais como Indianapolis e Daytona International, isso é NASCAR como você nunca experimentou antes.

A intensidade de dirigir esses carros de corrida quintessenciais americanos está no coração da experiência da Expansão NASCAR. Jogadores podem pilotar 24 modelos da temporada 2016 da NASCAR e de times como Joe Gibbs Racing, Chip Ganassi Racing, Stewart-Hass Racing, Hendrick Motorsposrts e o Team Penske, incluindo carros de pilotos vencedoras da NASCAR como Jimmie Johnson, Kyle Busch e Chase Elliott. Johnson, Busch e Elliott também são as estrelas do “Voice of Motorsport” na Expansão NASCAR, introduzindo fãs a história e tecnologia de NASCAR.

blog-do-xbox-Forza-6-NASCAR-01

Juntamente com esse modo carreira e os carros novos, a Expansão NASCAR também inclui um novo destino – Homestead-Miami, disponível em todos os modos de jogo – assim como NASCAR-themed Rivals, Ligas e hoppers multiplayer, oferecendo ao jogador a chance de experimentar NASCAR de todas as formas possíveis em Forza Motorsport 6. E com adição de características totalmente novas como a rolling starts, um novo modo Quick Stop e um modo mais complexo de drafting, a Expansão NASCAR adiciona novos níveis de estratégia e tensão às corridas.

“A Expansão NASCAR prioriza o poder e a paixão de ambos Forza Motorsport e NASCAR”, diz Dan Greenawalt, diretor criativo na Turn 10 Studios. “Com a adição da Expansão NASCAR, Forza 6 agora oferece mais de 600 carros Forzavista para coletar, personalizar e correr. Jogadores poderão competir em pistas do mundo todo com uma grande variedade de disciplinas internacionais motorsport. Trazer esse tipo de fantasia automotiva à vida é a razão de ser da série Forza Motorsport.”

Conteúdo da Expansão NASCAR

A Expansão NASCAR para Forza Motorsport 6 contém 24 carros NASCAR da temporada 2016 de NASCAR, representando cinco dos mais celebrados e consagrados times da história. Seguem mais detalhes:

Chip Ganassi Racing

Chip Ganassi tem uma história profunda com corridas, vencendo sua primeira corrida aos 18 anos de idade no Fórmula Ford. Ganassi correu em CART e em carros esportivos com sucesso antes de entrar no Patrick Racing em 1988 e formar seu próprio time de corrida, o Chip Ganassi Racing (CGR), em 1990. Desde então, o time cresceu de um simples CART para dois carros na NASCAR Sprint Cup e dois na NASCAR XFINITY Series, quatro carros na IndyCar Series, dois carros na WeatherTech United SportsCar Championship, dois na World Endurance Championship e dois no time Global Rallycross. Juntos, esses times conquistaram 18 campeonatos e mais de 160 vitórias. Em NASCAR, você vai encontrar Jamie McMurray pilotando o Chevrolet #1 McDonald’s/Cessna Chevrolet SS e Kyle Larson atrás do volante do #42 Target Chevrolet.

Joe Gibbs Racing

Mesmo que você associe Joe Gibbs a sua carreira de técnico de NFL – onde ele conseguiu três títulos do Super Bowl pelo time Washington NFL – ou a seus times de corrida na NASCAR que conseguiram quatro campeonatos, vencer é um fator comum. Joe Gibbs Racing opera quatro carros na NASCAR Sprint Cup com Denny Hamlin dirigindo o #11, o campeão da Sprint Cup 2015 Kyle Busch atrás do volante do Toyota #18 Camry, Carl Edwards no #19 e Matt Kenseth no #20.

NASCAR racing on Rio

Stewart-Haas Racing

Estreando em 2009 como piloto proprietário, o tri-campeão da NASCAR Tony Stewart fez parceria com Gene Haas, fundando o maior CNC construtor de máquina de ferramenta da América do Norte, para formar o Stewart-Haas Racing. O time se construiu para correr quatro equipes na série NASCAR Sprint Cup. Danica Patrick é, atualmente, a única pilota na NASCAR Sprint Cup Series, pilotando o #10, Stewart corre com o #14, Kevin Harvick com o #4 e Kyle Busch com o #41. Todos os Chevrolets são equipados com motores Hendrick Motorsports.

Hendrick Motorsports

Desde 1984, Hendrick Motorsports se tornou recordista com 11 veículos na divisão premier da NASCAR, o Sprint Cup Series. A organização comporta quatro times formados só por Chevrolet no circuito Sprint Cup com os motoristas Kasey Kahne (No. 5), Chase Elliott (No. 24), Jimmie Johson (No. 48) e Dale Earnhardt Jr. (No. 88).

Team Penske

Team Penske é um dos times mais bem sucedidos da história esportiva profissional, com 28 National Championships conquistados em open-wheel, stock car e competições de corridas esportivas. Conhecido pelo apelido “O Capitão”, Roger Penske tem sido um pilar das corridas por mais de meio século. Os pilotos do Team Penske para o NASCAR Sprint Cup incluem Joey Logano no #22 e seu colega Brad Keselowski, campeão do Sprint Cup 2012, dirigindo o #2.

Pista de Corrida Homestead-Miami

Construída após a passagem do Furacão Andrew, que devastou a área em 1992, a pista de corrida Homestead-Miami foi feita como parte da reconstrução da região. O visual original era um modelo ovalar retangular baseado na pista de corrida de Indianapolis. No entanto, devido ao tamanho mais curto da pista (cerca de 1.5 milhas), as ultrapassagens eram difíceis e formavam ângulos perigosos para batidas. Depois que algumas tentativas para amenizar o problema não deram certo, Homestead sofreu uma reconfiguração massiva em 1997, tornando a pista num verdadeiro formato oval. Renovações futuras, como iluminação melhorada para corridas noturnas, a tornaram não só uma favorita pelos fãs, mas o lar dos campeonatos de corrida NASCAR desde 2002. A pista ainda contém um curso para carros esportivos, justificando a fama da Homestead-Miami e o melhor destino para corridas ensolaradas.

maio 16, 2016

Os demônios de Doom: antes e agora

blog-do-xbox-doom-capa

O Doom original chegou ao mundo em 1994, numa era onde jogos em 3D estavam apenas engatinhando e quase ninguém tinha placas de vídeo dedicadas em seus PCs. De qualquer forma, os designers da id Software conseguiam enfiar terror e medo em cada pixel que faziam. Agora, com o lançamento do novo Doom, a tecnologia permite aos artistas criarem todos os dentes, chifres e caminhos gosmentos que quiserem. Porém, muitos dos novos inimigos são reencarnações dos monstros antigos. Que tal darmos uma olhada no antes e depois de nossos demônios preferidos (e mais horríveis) da série Doom?

Lost Soul

Antigo: Como um dos inimigos voadores do jogo, esses crânios flamejantes eram pestilentos em pequenos números e mortais quando em grandes quantidades. Sem dúvida, tinham aparência ameaçadora, mas não tanto quanto…

blog-do-xbox-doom-01

Novo: Isso. Esses troços horríveis podem até não parecer assim tão malvados, mas se mais de um surgir para te pegar, eles VÃO te pegar.

blog-do-xbox-doom-02

Baron of Hell

Antigo: Esses desgraçados arremessadores de projéteis gosmentos são, sem dúvida, um belo desafio no jogo original, mas você não sairia correndo da sala se um – ou alguns – surgissem. Mas e agora?

blog-do-xbox-doom-03

Novo: Meu. Deus. Corra!

blog-do-xbox-doom-04

Cacodemon

Antigo: Uma gosma flutuante que sempre pareceu meio cômica, o Cacodemon é um dos demônios mais icônicos do jogo original. Especialmente pelo fato de serem muito mais difíceis do que aparentavam.

blog-do-xbox-doom-05

Novo: Não, nada de comédia aqui. Apenas bolas de carne flutuantes e cheias de dente.

blog-do-xbox-doom-06

Revenant

Antigo: Um esqueleto com lança-foguetes nos ombros. Isso parece perigoso. Até mesmo em toda sua glória noventista pixelizada.

blog-do-xbox-doom-07

Novo: Quer saber o que é mais desesperador do que um esqueleto com lança-foguete nos ombros? Um esqueleto com lança-foguetes nos ombros e JET PACK!

blog-do-xbox-doom-08

Mancubus

Antigo: Nojento. Como se essa pilha de carne melequenta não fosse asquerosa o bastante, ela também atira bolas de fogo de seus braços mecânicos.

blog-do-xbox-doom-09

Novo: Nojento em dobro. Vamos todos agradecer em silêncio por não termos como sentir o cheiro desse troço enquanto jogamos.

blog-do-xbox-doom-10

Cyberdemon

Antigo: Surgindo como um chefão surpresa no primeiro jogo, o Cyberdemon era enorme, malvado, horrível, assustador e difícil pra diabos. E agora? Bem…

blog-do-xbox-doom-11

Novo: Acho que não precisamos falar nada.

blog-do-xbox-doom-12

Preparado para enfrentar todas essas monstruosidades? Doom já está disponível para Xbox One e PC!

maio 13, 2016

Insidecast #5 – [Profissão] Desenvolvedor indie

blog-do-xbox-insidecast-05-desenvolvedor-indie

Você já se perguntou como é a produção de um jogo de videogame? Ou tem curiosidade e vontade de trabalhar na área? Não tem a menor ideia do que seja um jogo indie? Para responder essas perguntas e tantas outras, o mais novo episódio de seu podcast favorito (e com mais de duas horas de duração, claro) recebe Daniel Monastero, da Garage 227 Studios. O papo foi muito interessante e se estendeu bastante, com respostas às perguntas feitas em nosso grupo do Facebook, desenvolvendo sobre tudo que envolve fazer/criar/produzir jogos indies. Se liga aí!

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

Daniel Monastero
Twitter: @garage_227
Gamertag: Garage227

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #5 – Desenvolvedor indie

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

Links dos assuntos comentados no programa:

Trailer de lançamento de Call of Duty: Infinite Warfare

Trailer de lançamento de Battlefield 1

As “inside sleeves” para o novo Doom

******

Fica a dica:

Thais: (livro) Game Design Workshop, de Tracy Fullerton

Mari: (banda) Menores Atos; (HQ) New York – A Vida na Cidade Grande, de Will Eisner

Nelson: (musical) Queen – We Will Rock You

Bruno: (jogo) ID@Xbox Game Fest; (HQ) Papa-Capim – Noite Branca

Makson: (jogo) The Park

Daniel: (HQ) Contrato com Deus, de Will Eisner; (peça de teatro) Sobre Ratos e Homens

******

maio 11, 2016

Alex Boiret, da CD Projekt Red, fala sobre a nova expansão de The Witcher 3

the-witcher-3-wild-hunt-dlc-blood-and-wine-capa

The Witcher III: Wild Hunt não se contenta em ser um dos melhores jogos do ano passado. Não, não mesmo. A expansão, Blood and Wine, prevista para chegar ao Xbox One muito em breve, é tão espetacular e gigante, que o jogo invade 2016 como uma das grandes experiências do ano! O Blog do Xbox comprovou isso de perto jogando cerca de uma hora e meia (!) de Blood and Wine e conversando com Alex Boiret, quest designer dessa expansão espetacular. Se liga aí no bate papo!

Fale um pouco sobre a nova expansão do jogo, Blood and Wine, e o quão diferente ela é de Hearts of Stone.

Eu acho que a principal diferença é que em Blood and Wine, você viaja mais ao sul e automaticamente é transportado para um mundo de contos de fada, um lugar como a Disneylândia e isso talvez possa ser um choque. Há uma grande mudança de cenário, mas não é só como se as coisas fossem diferentes. As pessoas são diferentes, a cultura é diferente, tudo parece mais pacífico. É um lugar distante no sul, bem distante da guerra, as pessoas lá não se importam com o que acontece no norte. Você pode vê-los se divertindo muito com o festival do vinho.

the-witcher-3-wild-hunt-dlc-blood-and-wine-01

Culturalmente falando, tanto quanto em The Witcher 3, tudo é muito enraizado no folclore ocidental europeu, a cultura e tudo mais. Obviamente, matar é mais inspirado na cultura escandinava. Aqui nós voltamos ao básico das origens que todo mundo conhece, os contos de fada que todos conhecem, os cavaleiros da távola redonda, esse tipo de cavaleiro ocidental europeu, as damas, reis e princesas e, obviamente, misturando tudo com The Witcher 3. Tudo gira em torno de etiquetas, reverências, ser educado e Geralt detesta tudo isso – ele é um cara comum que não gosta de regras de etiqueta e não se sente à vontade com tudo isso. Ele até mesmo pode se perguntar “O que eu estou fazendo aqui?”, ele se sente mais à vontade lutando.

Tudo isso nos permitiu introduzir novos tipos de aventuras, de buscas e tudo. Também nos permitiu renovar o bestiário, então existem monstros que você está familiarizado, como também existem monstros completamente novos e apenas nesta terra, claro.

Sobre as criatura, eu lutei contra um vampiro e foi maravilhoso e ele era um velho amigo de Geralt. Em Hearts of Stone haviam várias personagens muito importantes. Em Blood and Wine nós teremos personagens com essa tamanha importância?

Bom, você mencionou o velho amigo. É definitivamente uma grande parte de Blood and Wine, muito importante para as missões principais. Em sua maioria, você encontrará novas pessoas, se você leu os livros, Geralt perde muitos amigos, então são novas pessoas mas talvez você veja alguns rostos familiares.

the-witcher-3-wild-hunt-dlc-blood-and-wine-02

Gerald menciona Dandelion, então eu acho que nós o veremos?

O seu palpite é tão bom quanto o meu!

Sobre as mecânicas de jogo, em Hearts of Stone nós vimos estes Runewords, que foi novo para Wild Hunt, e as novidades para essa nova expansão?

Você desbloqueia uma missão e depois disso, tem acesso ao painel da personagem, como uma árvore de habilidades. Lá você usa “mutant points” e ativa uma habilidade por vez. Tem algumas muito poderosas, como adicionar um efeito congelante em suas armas, enganar a morte, tornar-se um excelente atirador com a besta e por aí vai.

Pode comentar algo sobre as armadilhas? Eu amo as armadilhas mágicas.

Sim, eu acho que tem algo sobre as armadilhas mágicas. Basicamente, existe três ramificações nessa árvore de habilidades. São como as cores dos genes mutantes, cada um representa algo e depende muito do estilo que você joga. Como exemplo, se você joga mais agressivamente, terá um galho que vai servir mais pra você.

the-witcher-3-wild-hunt-dlc-blood-and-wine-03

Essa vai ser difícil: como é pra você dizer adeus ao Geralt pra você?

Ah, posso dizer que é amargamente doce. Geralt é uma grande parte das nossas vidas. Apesar de ser um personagem, você o trata como um amigo, pois o conhece a fundo. Trabalhamos com ele por muitos anos, então eu sinto como se estivesse me despedindo de um amigo que está partindo pra longe. Eu disse amargamente doce porque estamos ansiosos por coisas novas que estão por vir e nós queremos fazer coisas novas, não queremos chegar a fazer o The Witcher 35, então nós temos que dizer adeus. Nós fizemos Geralt passar por muita coisa. Gosto de pensar que ele terá um bom final, o que na verdade vai depender do jeito que você jogar!

maio 9, 2016

Inside Xbox 44 no ar!

13183183_10204620808398517_1849159923_n

Mais um episódio de seu programa favorito no Youtube. Esse novo Inside começa com um tour pela sede da EA, lá na Califórnia. A Thais te leva para dar uma voltinha por lá. Que tal?

Para não deixar o ritmo cair, um apanhado de diversos jogos independentes, de muitos gêneros diferentes. Começando com o terror The Park, onde controlamos uma mãe a procura de seu filho perdido num tenebroso parque de diversões. Saindo desse cenário assustador, vamos direto para o mundo bizarro de SUPERHOT! Nesse jogo polonês bem diferente, o tempo só se move quando você se move, ou seja, bullet time eterno. Mas fica esperto porque é one hit kill, heim.

Continuando nos indies, Pang Adventures é feito para jogar em coop. Releitura de um jogo lá das antigas, o objetivo é derrotar bolas alienígenas malvadas munido de arpões. Outra coisa: os irmãos do título só conseguem atirar para cima, então planeje bem suas estratégias, pois as bolas do mal são letais. Fã de jogos de plataforma das antigas? Então JumpJet Rex vai mexer com a sua cabeça e seus dedos, porque esse aqui abandona o esquema tradicional de “sempre correr pra direita” e coloca o jogador no controle de um simpático T-Rex com botas propulsoras! E no espaço!

Saindo dos indies e passando para jogos gratuitos: DC Universe Online está disponível no Xbox One. No melhor esquema Diablo de ser, monte seu personagem, escolha o lado dos heróis ou vilões e explore inúmeros cenários saídos diretamente das HQs. Já tem muita gente jogando, então fica fácil encontrar seus amigos por lá. E pra provar que a diversão em Rocket League não tem limites, o DLC gratuito Hoops já está disponível. Pense o seguinte: saem os gols, entram cestas de basquete. Imagine a doideira das partidas!

maio 6, 2016

ID@Xbox Game Fest

blog-do-xbox-capa-promocao-indie

Sim, nós sabemos. É tanto jogo bom que o tempo fica curto, né? Mas vamos dar ainda mais motivos pra esse backlog aumentar consideravelmente. O ID@Xbox Game Fest coloca em promoção diversos títulos independentes do mais alto nível e de todos os gêneros. Separamos alguns aqui que precisam (sério, dever cívico mesmo) ser experimentados. Jogos únicos e divertidíssimos.

blog-do-xbox-superhot

SUPERHOT vem diretamente da Polônia para entregar um bullet time constante e desafiador. Depois de papear com um amigo num computador antigo, é hora de aniquilar caras maus (formados por polígonos pontudos e vermelhos) num mundo de jogo totalmente bizarro. Aqui, o tempo só se move caso você se mova e qualquer dano é letal. Mas cuidado: você pode se pegar repetindo “SUPER” e “HOT” involuntariamente, muitas e muitas vezes!

blog-do-xbox-the-flame-in-the-flood

Curte jogos de sobrevivência? Desses que a jornada, definitivamente, é mais importante que o destino? Então The Flame in the Flood é feito pra você. Além do estilo gráfico ser bem diferente e da trilha sonora fazer total sentido com a proposta, as mecânicas são instintivas e de fácil aprendizado. Quantos dias você consegue sobreviver e até onde você consegue chegar? A natureza é selvagem e a realidade é utópica, mas as necessidades fisiológicas são as mesmas desde o surgimento da humanidade. Vai encarar?

blog-do-xbox-oxenfree

Oxenfree pode ter passado despercebido por um monte de gente, mas estamos aqui pra gritar e dizer “EI! ESSE JOGO É MUITO BOM!”. Parece que todas as atenções ainda continuam voltadas a Life is Strange (não por menos, o jogo é ótimo), mas Oxenfree também é uma aventura incrível, cheia de requintes paranormais e protagonizada por adolescentes. A estrutura de jogo é bem acessível e o carisma de seus heróis já memora entre os inesquecíveis.

blog-do-xbox-beyond-eyes

Imagine a vida de uma garotinha cega. Não deve ser nada fácil explorar o mundo sem esse sentido tão vital. Beyond Eyes traduz de forma encantadora e artística essa deficiência. Parta nessa aventura de auto-descobrimento em busca de um gatinho tão lindo quanto os aquarelados cenários que se formarão ao seu redor no decorrer da jornada. Jogo bastante poético e emotivo, recomendado para todos que curtem novas formas de jogar.

blog-do-xbox-thomas-was-alone

Thomas Was Alone é aquele tipo de jogo que todo mundo já ouviu falar. Seja qual for o motivo, fato é termos aqui um dos títulos de plataforma e puzzle mais legais dos últimos anos. E nem era preciso trazer essa narrativa tão envolvente, com personagens cheios de maneirismos, mesmo enquanto quadrados e retângulos. Thomas, Claire, Chris, Laura e todos os outros vão entrar pra sua lista de grandes amigos, pode acreditar.

Esses são só alguns exemplos dos incríveis títulos da ID@Xbox Game Fest. A lista completa de promoções está aqui: http://www.xbox.com/pt-BR/games/id/. Só lembrando que é possível comprar tudo pelo site e depois baixar no seu console.

maio 5, 2016

Aquele precinho camarada

blog-do-xbox-promocao-xbox-one

As promoções no Xbox One e no 360 continuam a todo vapor e nos sentimos na obrigação de apontar alguns que consideramos nada além de obrigatórios. Pra começar, Dark Dreams Don’t Die, carinhosamente conhecido como D4. O primeiro episódio (de muitos) é um troço tão bizarro quanto maravilhoso, e melhor se jogado no Kinect. David Young é um detetive com poderes paranormais. E ele só quer descobrir o assassino de sua esposa. O resto você vai ter que experimentar mesmo, porque D4 tem os QTEs mais divertidos de todos os tempos! Sem exagero!

blog-do-xbox-D4

Outro que não pode ficar fora de sua estante virtual é Kalimba. Mistura perfeita entre quebra-cabeças e plataforma, as criaturinhas meio africanas desse jogo fantástico irão conquistar seu coração. De todas as formas possíveis, porque, além de muito carismáticas, também elencam um jogo dos mais difíceis, então cuidado para não quebrar o controle.

blog-do-xbox-alien-kalimba

Fez, um dos mais conceituados e bem avaliados títulos indies da história, está em promoção no 360. Quer embarcar numa aventura bem única, repleta de exploração, descobertas e deslumbres? Experimente Fez e nunca mais veja a perspectiva 2D da mesma maneira.

blog-do-xbox-fez

E que tal jogar Alien Hominid HD de 360 no seu One através da retrocompatibilidade. O jogo é tipo Metal Slug mas ainda mais acelerado e maluco. Controle aliens e extermine aliens com armas extremamente bizarras – e aliens. Perfeito para multiplayer cooperativo de sofá.

blog-do-xbox-alien-hominid-hd

Continuando nossa babação de ovo para a The Behemoth (que culpa temos, os caras são demais!), tanto BattleBlock Theater quanto Castle Crashers, também estão em promoção. E se a expectativa por The Pit, novo jogo da The Behemoth, está fazendo você arrancar os cabelos, eis aí a melhor oportunidade pra jogar tudo que a produtora já fez na comodidade do seu Xbox One.

Caso queira conferir a lista completa de promoções, dê um pulinho lá no http://www.xbox.com/pt-BR/promotions/sales/microsoft-studios

maio 4, 2016

Xbox na E3 2016

blog-do-xbox-capa-e3

Está chegando aquela hora que todos os jogadores ficam malucos em casa: a E3 2016! O evento rola nos dias 14, 15 e 16 de junho. A Microsoft já anunciou a data e horário da sua conferência em Los Angeles. As novidades de Xbox serão contadas ao mundo no dia 13 de junho às 13h30 (horário de Brasília).

Para não perder nada do evento, temos duas sugestões:
– Fique ligado no nosso Facebook e Twitter;
– Você poderá assistir tudo direto do seu console ao vivo!

Além disso, o Major Nelson estará em Los Angeles apresentando o Xbox Daily Show, com streaming ao vivo das últimas notícias, exclusividades, trailers, demonstrações e entrevistas com os criadores dos jogos, nos dias 14 e 15 de Junho.

E como não poderia deixar de ser, estamos preparando uma cobertura pra lá de especial:

— Inside Xbox todo dia na dash do Xbox One, na fanpage e também no Youtube. Nelson, Mari e Thais estão encarregados de mostrar todas as novidades do show, com testes, entrevistas e… bem, espere pelas surpresas.
— Tem também Insidecast diretamente de Los Angeles! O host Bruno vai comandar a discussão sobre os principais anúncios da feira.
— Obviamente que o blog terá todas as informações fresquinhas do evento. O editor Makson vai testar as novidades, conversar com os produtores e trazer tudo pra você.

Não tem porque você se sentir distante da E3 esse ano! Que venha junho!

maio 2, 2016

O ritmo vai te pegar em breve com 140

blog-do-xbox-140-capa

Por Jeppe Carlsen, Fundador da Jeppe Carlsen Games

Por favor, me permita apresentá-lo a 140, um jogo de plataforma minimalista e baseado em ritmo que vai chegar ao Xbox One muito em breve!

Eu fiz 140 como um projeto paralelo em meus tempos livros enquanto trabalhava como designer de quebra-cabeças na Playdead (desenvolvedores de Limbo e do vindouro Inside). O jogo tem músicas compostas pelo meu amigo e colega Jakob Schmid.

blog-do-xbox-140-01

Em sua cerne, 140 é um jogo de plataforma old school desenrolado num mundo abstrato e com gráficos coloridos, mas com uma reviravolta musical. Você precisará superar os obstáculos controlados por uma enérgica, porém melancólica, trilha sonora eletrônica, e isso significa que deve haver ritmo sincronizando todos os movimentos, os pulos, de acordo com a música.

blog-do-xbox-140-02

140 foi lançado originalmente para PC em 2014 e venceu na categoria “Excellence in Audio” no “Independent Game Festival” e, nesse minuto, está sendo adaptado para o Xbox One pela Abstraction Games em parceria com a Double Fine Presents.

Estamos realmente felizes em trazer 140 ao Xbox – e o jogo vai chegar muitíssimo em breve!

abril 29, 2016

Insidecast #4 – Retrocompatibilidade

blog-do-xbox-insidecast-retrocompatibilidade-capa

E quinze dias depois, aqui estamos de volta com mais Insidecast! O tema da vez é das grandes features do Xbox One e – por que não? – de toda essa geração de consoles: a retrocompatibilidade. Para falar sobre essa maravilha da tecnologia moderna, Bruno, Nelson, Mari, Thais e Makson recebem Thiago Onorato da Microsoft. Quer saber quais jogos eles mais curtem jogar na retrô? E quais mais querem que entre na retrô? Mais ainda: e se fosse possível jogar títulos do primeiro Xbox no seu One? Que maravilha, não?

Só um lembrete: quer participar do próximo Insidecast com dúvidas, sugestões e críticas? Então entre lá no nosso grupo no Facebook. Rápido, fácil e indolor. Outro lembrete (totalmente aleatório só porque sim): The Flame in the Flood entrou na Live BR! Que beleza!

******

Siga os participantes do Insidecast:

Bruno Arruda
Twitter: @brunoarruda
Gamertag: BrunoTheGamerBR

Mariana Ayres
Twitter: @marihanakah
Gamertag: marihanakah

Makson Lima
Twitter: @MaksonLima
Gamertag: FoxMMulder

Nelson Alves Jr.
Twitter: @nelsonalvesjr
Gamertag: DarthMaulBR

Thais Matsufugi
Twitter: @ThaMatsu
Gamertag: ThaMatsu

Thiago Onorato
Twitter: @onorathi
Gamertag: onorathi

******

Como ouvir o Insidecast:

Para ouvir aqui mesmo no post, clique no play abaixo:
Insidecast #4 – Retrocompatibilidade

O podcast também está no canal no youtube do XboxBR:

Para fazer o download do episódio, clique aqui com o botão direito e depois “salvar como”.

Caso prefira assinar o nosso feed, clique aqui.

******

Links dos assuntos comentados no programa:

Todos os jogos da retrocompatibilidade até o momento

Vote nos próximos jogos que quer ver na retrô

Alex Kipman no TED Talks

Curta-metragem “Player Two”

Vídeo de gameplay de Outlast II na PAX 2016

Atualização de Rocket League

 

******

Fica a dica:

Thais: (filme) Vidas ao Vento

Mari: (banda) Chuva Negra; (HQ) Maus

Nelson: (blu-ray) Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força; (livro) Batman: Arkham Knight 

Bruno: (filme) Zootopia

Makson: (jogo) The Walking Dead: Michonne

Thiago: (dica) Xbox Rewards; (documentário) Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade

******

abril 27, 2016

Rocket League Hoops já disponível gratuitamente no Xbox One

blog-do-xbox-rocket-league-hoops-capa

Por Jeremy Dunham, Vice-Presidente na Psyonix

No instante que mostramos pela primeira vez o Rocket League Hoops no Twitter mês passado, nossa comunidade de jogadores ficou maluco por uma data de lançamento. E agora o conteúdo já foi lançado!

A partir de ontem, Rocket League Hoops está disponível para Xbox One DE GRAÇA com novíssimas estratégias e uma arena também novíssima, a “Dunk House”, especificamente desenvolvida para esse novo modo de jogo. Ao contrário do Rocket League convencional, Hoops é uma versão mais desafiante em 2×2 do jogo e que recompensa jogadas aéreas e o uso inteligente das paredes. É diferente de tudo que já existia antes e, sem dúvida, colocará a prova as habilidades até mesmo do mais talentoso jogador de Rocket League. Dá só uma olhada no vídeo logo abaixo pra confirmar isso.

blog-do-xbox-rocket-league-hoops-capa

Como você deve ter percebido no final, temos uma surpresa adicional pra você em forma de DLC novo e oficial. Graças a nossos amigos da NBA, é possível comprar o Rocket League – NBA Flag Pack para representar seu time favorito. Adquirir o conteúdo garantirá acesso imediato a bandeiras de todos os 30 times da NBA. Mas mesmo quem não comprar esse conteúdo terá acesso a uma bandeira do logo da NBA totalmente grátis.

Como um lembrete, o update Hoops não é a única coisa boa que os jogadores de Xbox One receberam com esse update. Nosso popular e experimental mapa “Rocket Labs” também chegou a plataforma, junto com muitos itens adicionais e melhorias de performance.

Para mais informações, siga-nos no Twitter para estar sempre por dentro de novidades, atualizações e pensamentos aleatórios. Estamos ansiosos para saber o que todos vocês vão achar de Rocket League Hoops!

abril 26, 2016

Games With Gold para maio de 2016

XboxLive_GamesWithGold_EN_RGB

Para o mês de maio, membros Xbox Live Gold irão receber quatro novos jogos grátis – dois para Xbox One e dois para Xbox 360 – como parte do programa Games With Gold. Você pode jogar ambos os títulos de 360 no Xbox One como parte da retrocompatibilidade.

No Xbox One, membros Xbox Live Gold podem fazer o download de Defense Grid 2 de graça durante o mês de maio. Costume Quest 2 estará disponível como download grátis de 16 de maio até 15 de junho.

No Xbox 360, a partir de domingo, 01 de maio, GRID 2 estará disponível como download gratuito para membros Xbox Live Gold até 15 de maio. A partir do dia 16 de maio, membros Xbox Live Gold poderão fazer o download grátis de Peggle até dia 31 de maio.

abril 25, 2016

Episódio 43 do Inside no ar!

blog-do-xbox-inside-xbox-43-capa

O mais novo episódio do Inside Xbox já está no Youtube abarrotado de conteúdo! Curte jogos de corrida? E de rally? Duas novas opções chegaram recentemente ao Xbox One e fãs de alta velocidade não tem do que reclamar. Pra começar, o jogo que leva o nome do piloto que é fenômeno na modalidade: Sébastien Loeb Rally EVO. Outra opção de altíssimo nível é a volta da Codemasters a sua série mais famosa com DiRT Rally.

Mas se você não é assim tão fã de corrida e curte mais furtividade, então falamos um pouquinho de um dos maiores jogos do ano passado: Metal Gear Solid V – The Phantom Pain. A conclusão da saga de Big Boss foi um sucesso estrondoso e não a toa – o jogo é mesmo tudo isso que falam por aí.

E sabia que Resident Evil completa 20 anos em 2016? A comemoração do aniversário começou há uns meses, com a versão Remaster do Resident 0 e agora chega para Xbox One um port de Resident 6, rodando a maravilhosos 60 quadros por segundo e já com todas as expansões disponíveis na versão de 360.

A parte indie do programa tem bastante coisa legal. Pra começar, um jogo de navinha bem oldschool vindo diretamente da França – Steredenn é feito só para os veteranos de shmups, pois a dificuldade é bem alta. Se quer algo mais tranquilo e possível, fique com o brasileiro Gryphon Knight Epic. O próprio criador do jogo, Sandro Tomasetti, fala de suas inspirações para sua criação. E fechando a ala indie em alto nível, o divertidíssimo Stikbold! – A Dodgeball Adventure, um jogo de queimada (isso mesmo, queimada!) para juntar os amigos e sentar a bolada!

E agora o momento sombrio do programa. Dark Souls III está entre nós e todo mundo só fala disso. Não por menos, o jogo é realmente fantástico, talvez até o melhor da franquia toda. Agora, caso você nunca tenha jogado  algum título da série, nada tema! O Inside preparou um guia de sobrevivência para todos os corajosos dispostos a se aventurarem pelas terras inóspitas e infestadas de monstros de Lothric.